EXPERIÊNCIAS DE EXCLUSÃO URBANA NO COTIDIANO MACAPAENSE (1944-1964)

Autores

  • Sidney da Silva Lobato Universidade Federal do Amapá

Palavras-chave:

Classe Trabalhadora. Exclusão Urbana. Cotidiano.

Resumo

Entre 1944 e 1964, moradores pobres foram forçados a se mudar do centro histórico para as fímbrias da cidade de Macapá, onde passaram a viver à margem da infraestrutura urbana e de vários serviços públicos. Aí também foram morar centenas de migrantes, que tinham vindo para a capital do Amapá em busca de novas oportunidades de trabalho. Explorando textos jornalísticos, tradições orais e processos criminais, este artigo pretende analisar estas experiências de exclusão urbana, pondo em foco os modos como elas foram percebidas e enfrentadas pelos trabalhadores macapaenses.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sidney da Silva Lobato, Universidade Federal do Amapá

Doutor em História Social pela Universidade de São Paulo. Atualmente, realiza pós-doutorado na École des Hautes Études en Sciences Sociales, em Paris, com bolsa da Capes. Professor de História da Amazônia nos cursos de graduação e pós-graduação da Universidade Federal do Amapá.

Downloads

Publicado

2015-06-30

Como Citar

LOBATO, S. da S. EXPERIÊNCIAS DE EXCLUSÃO URBANA NO COTIDIANO MACAPAENSE (1944-1964). Sæculum – Revista de História, [S. l.], n. 32, p. 113, 2015. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/srh/article/view/27093. Acesso em: 28 jan. 2022.

Edição

Seção

Dossiê