ENTRE TRADIÇÃO, INOVAÇÃO E RENOVAÇÃO: SOBRE CURSOS DE HISTÓRIA BRASILEIROS

Autores

  • Bruno Flávio Lontra Fagundes Universidade Estadual do Paraná

Palavras-chave:

História. Ensino Superior. Públicos.

Resumo

O artigo sistematiza dados de pesquisa realizada em 2012 em sites de cursos de História brasileiros e com alguns de seus coordenadores, com quem falamos por e-mail. Visa expor como, em sua Apresentação oficial, os cursos se definem por seus projetos pedagógicos, e verificar o que dizem e fazem professores e alunos seguindo mais suas preocupações com o futuro dos cursos e sua convicção sobre o que devem ser e que profissional formar. Cursos de História brasileiros em várias realidades do país mostram que iniciativas pouco tradicionais e ortodoxas têm sido adotadas, combinadas às práticas e atividades oficialmente prescritas, e mesmo com certo grau de experimentação prática sem elaboração conceitual clara, embora avalizando o argumento dos que defendem alguma revisão nos formatos acadêmicos de cursos de História e finalidade e perfis de formação para atuação na área.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruno Flávio Lontra Fagundes, Universidade Estadual do Paraná

Doutor em História pela Universidade Federal de Minas Gerais, pós-doutorando na Universidade Federal do Rio de Janeiro. Professor Adjunto do Curso de Graduação de História e integrante do Mestrado Interdisciplinar em Sociedade e Desenvolvimento da Universidade Estadual do Paraná, Campus de Campo Mourão.

Downloads

Publicado

2015-06-30

Como Citar

FAGUNDES, B. F. L. ENTRE TRADIÇÃO, INOVAÇÃO E RENOVAÇÃO: SOBRE CURSOS DE HISTÓRIA BRASILEIROS. Sæculum – Revista de História, [S. l.], n. 32, p. 159, 2015. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/srh/article/view/27096. Acesso em: 28 jan. 2022.

Edição

Seção

Dossiê