ELITES LOCAIS, ENFERMIDADES E TERAPIA CASEIRA EM UMA FREGUESIA DO BRASIL MERIDIONAL: O CASO DO TRATAMENTO DE MARIA FERREIRA DE OLIVEIRA (FREGUESIA DE MORRETES, PROVÍNCIA DE SÃO PAULO, 1839-1840)

Autores

  • André Luiz Moscaleski Cavazzani Uninter/UFPR
  • Sandro Aramis Richter Gomes UFPR

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.2317-6725.2017v36n36.30888

Palavras-chave:

Hierarquias sociais. práticas curativas. sociedade provincial, medicina popular

Resumo

Neste artigo é desenvolvido um estudo acerca do tratamento das enfermidades de Maria Ferreira de Oliveira (1787-1840), nos anos de 1839 e 1840. Orientado por um médico local e também por curandeiros, o tratamento foi executado pelo marido de Maria Ferreira, o comerciante português Antônio Vieira dos Santos (1784-1854). O referido casal residia na freguesia de Morretes, que pertencia à vila de Antonina. Essa vila estava sob a jurisdição da Província de São Paulo. Nesse quadro, o presente artigo consiste na produção de um conhecimento sobre formas de tratamento de doenças desenvolvidas em uma área do interior de província do Brasil Meridional. Assim, compete evidenciar as formas pelas quais um componente da elite de pequena social provincial procedeu ao tratamento das enfermidades de seu cônjuge. Cabe ressaltar, assim, a natureza e os efeitos desse tratamento, o qual era essencialmente caseiro. Sustenta-se o argumento de que os familiares da enferma desenvolveram um eclético tratamento. Esse tratamento era marcado pela busca do auxílio de médicos e curandeiros, e também pela utilização de manuais de medicina popular. Nesse âmbito, o estudo empreendido neste artigo comporta evidências sobre a ativação de interação membros de elites locais e integrantes de estratos mais subalternos da hierarquia social de uma freguesia provincial no âmbito da preparação de formas populares de tratamento de saúde. Palavras-chave: doenças; medicina popular; sociedade provincial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

André Luiz Moscaleski Cavazzani, Uninter/UFPR

é doutor em História Social (2013) pela Universidade de São Paulo. É graduado (2002) e mestre (2005) em História pela Universidade Federal do Paraná. Realizou estágio de pós-doutorado junto ao Departamento de História da Universidade Federal do Paraná nos anos de 2014 e 2015. É professor do Departamento de História da Universidade Federal do Paraná e coordenador do curso de História da Universidade Internacional de Curitiba (UNINTER).

Sandro Aramis Richter Gomes, UFPR

Sandro Aramis Richter Gomes é doutorando em História pela Universidade Federal do Paraná e bolsista da CAPES. É graduado (2009) e mestre (2012) em História pela Universidade Federal do Paraná.

Downloads

Publicado

2018-03-27

Como Citar

CAVAZZANI, A. L. M.; GOMES, S. A. R. ELITES LOCAIS, ENFERMIDADES E TERAPIA CASEIRA EM UMA FREGUESIA DO BRASIL MERIDIONAL: O CASO DO TRATAMENTO DE MARIA FERREIRA DE OLIVEIRA (FREGUESIA DE MORRETES, PROVÍNCIA DE SÃO PAULO, 1839-1840). Sæculum – Revista de História, [S. l.], v. 36, n. 36, 2018. DOI: 10.22478/ufpb.2317-6725.2017v36n36.30888. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/srh/article/view/30888. Acesso em: 24 jan. 2022.

Edição

Seção

Dossiê