A Operação Condor e a Emenda Koch

Autores

  • Waldemar Dalenogare Neto Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.2317-6725.2018v39n39.40992

Palavras-chave:

Edward Koch, Estados Unidos, Operação Condor

Resumo

Este artigo discute a dinâmica da Operação Condor a partir da análise do caso do Congressista estadunidense Edward Koch, responsável pela confecção da emenda parlamentar do Security Assistance Act de 1977 que proibiu a transferência de três milhões de dólares do orçamento do auxílio militar dos Estados Unidos ao Uruguai durante o período no qual as ditaduras do cone sul tinham aval da CIA e do Departamento de Estado para promover o terrorismo de Estado. O plano para o assassinato de Koch, interceptado pelas agências de inteligência dos EUA, mostrou o poder de infiltração da Condor no território estadunidense durante o auge da Operação ao mesmo tempo que comprovou a omissão do poder executivo estadunidense meses antes do assassinato de Orlando Letelier.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Waldemar Dalenogare Neto, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Doutorando em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

Downloads

Publicado

2018-12-17

Como Citar

DALENOGARE NETO, W. A Operação Condor e a Emenda Koch. Sæculum – Revista de História, [S. l.], v. 39, n. 39, p. 69–82, 2018. DOI: 10.22478/ufpb.2317-6725.2018v39n39.40992. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/srh/article/view/40992. Acesso em: 21 jan. 2022.

Edição

Seção

Dossiê: As ditaduras militares no Brasil e no Cone Sul: História, Historiografia e Memória