História, memória e leituras do passado: o que as apropriações sobre Dom Paulo Evaristo Arns e o Cel. Brilhante Ustra no tempo presente podem nos ensinar?

Autores

  • Sônia Meneses Universidade Regional do Cariri
  • Egberto Melo Universidade Regional do Cariri

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.2317-6725.2018v39n39.41259

Palavras-chave:

Ditadura militar, Dom Paulo Evaristo Arns, Ustra, História, Memória

Resumo

Este artigo pretende discutir as tensões na construção de memória e esquecimento no Brasil sobre dois personagens emblemáticos no período da Ditadura militar brasileira recente: Dom Paulo Evaristo Arns e o Cel. Brilhante Ustra. A partir da análise de matérias do Jornal Folha de São Paulo sobre suas mortes e homenagens prestadas, investiga-se as apropriações de leitores sobre as mesmas, coloca-se em relevo formas de leituras do passado, as permanências de discursos conservadores em nossa sociedade e as dificuldades com as quais os leitores lidam com as representações do passado em seu cotidiano.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sônia Meneses, Universidade Regional do Cariri

Professora Dra. Deparamento de história da Universidade Regional do Cariri-URCA. Estuda as relações entre história e mídia, tempo presente, história pública, memória e ditadura militar. Atua ainda como docente permanente da rede PROF.HISTÓRIA. Atualmente cursa Pós-doutorado na Universidade de São Paulo. É bolsista produtividade do CNPq.

Egberto Melo, Universidade Regional do Cariri

Prof. Dr. do departamento de história da Universidade Regional do Cariri-URCA. Estuda as relações entre história e formas de aprendizagem, ensino de história, representações históricas, memória e usos do passado a partir do ensino de história. Formação de professores. É professor permanente da rede Prof.História.

Downloads

Publicado

2018-12-17

Como Citar

MENESES, S.; MELO, E. História, memória e leituras do passado: o que as apropriações sobre Dom Paulo Evaristo Arns e o Cel. Brilhante Ustra no tempo presente podem nos ensinar?. Sæculum – Revista de História, [S. l.], v. 39, n. 39, p. 251–266, 2018. DOI: 10.22478/ufpb.2317-6725.2018v39n39.41259. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/srh/article/view/41259. Acesso em: 17 jan. 2022.

Edição

Seção

Dossiê: As ditaduras militares no Brasil e no Cone Sul: História, Historiografia e Memória