Entre civis e militares: o Estado, o mercado e a crise da ditadura nas páginas da revista Planejamento & Desenvolvimento (1973-1984)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.2317-6725.2019v0n40.44185

Palavras-chave:

Ditadura, Planejamento, Mercado

Resumo

Por meio da análise da revista Planejamento & Desenvolvimento (P&D), publicação da Secretaria de Planejamento da Presidência da República durante a ditadura militar, este artigo objetiva discutir o papel de uma burocracia civil que pretendia modernizar o capitalismo brasileiro sem abrir mão da preponderância do Estado. Isso desencadeou debates no interior do regime em torno de demandas em favor do livre mercado localizadas tanto nos setores oposicionistas quanto nas bases sociais do governo autoritário. Sob uma perspectiva histórica, tais discussões podem contribuir para os debates contemporâneos acerca da própria condição do regime e das relações entre civis e militares, com implicações para a compreensão do processo de redemocratização.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Reinaldo Lindolfo Lohn, Universidade do Estado de Santa Catarina

Professor do Departamento e do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Doutor em História pela UFRGS.

Downloads

Publicado

2019-07-06

Como Citar

LOHN, R. L. Entre civis e militares: o Estado, o mercado e a crise da ditadura nas páginas da revista Planejamento & Desenvolvimento (1973-1984). Saeculum, [S. l.], n. 40, p. 305–328, 2019. DOI: 10.22478/ufpb.2317-6725.2019v0n40.44185. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/srh/article/view/44185. Acesso em: 18 jun. 2024.