Nacionalidade e cidadania pelo acesso à terra no século XIX: reflexões a partir das variações de escalas e da História Global

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.2317-6725.2019v24n41.47451

Resumo

O artigo discute os principais enunciados do que se convencionou chamar como História Global, campo de estudos em curso desde a década de 1990 interessado na reformulação teórico-epistemológica da História. Repercutindo a nova globalização acelerada desde a década de 1970, a História Global tem embasado sua crítica ao eurocentrismo e ao nacionalismo metodológico presentes na produção historiográfica geral, em favor do retorno à história explicativa sobre a multiplicidade dos grandes processos históricos e a valorização de conexões transnacionais a partir de vastos espaços e longas durações. Meus objetivos são problematizar alguns dos limites desta pretensa novidade teórico-metodológica, contrapondo-a a proposição da Micro-História sobre a variação das escalas de análise, e considerar algumas de suas reais contribuições ao debate historiográfico. Para desenvolvê-los, aplicarei a discussão às questões relacionais da nacionalidade, cidadania, imigração e acesso à terra no Brasil durante o século XIX. Fá-lo-ei a partir de uma única amostra documental, um abaixo-assinado de 1886 de trabalhadores rurais do município de Tubarão, província de Santa Catarina. Problematizarei a representatividade de uma fonte específica para a construção de narrativas históricas acerca de temas de experiência global.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Flávia Paula Darossi, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Santa Catarina. Mestra, Bacharela e Licenciada em História pela mesma Universidade. Participa das Linhas de pesquisa do CNPq: Política e Sociedade em Santa Catarina; Cultura e Trabalho nos Movimentos Sociais Rurais; Estudos sobre o Movimento do Contestado (UFSC); e INCT Proprietas (UFF). Desenvolve pesquisa nos campos de História Agrária, História Social da Propriedade e História do Direito, com ênfase em políticas fundiárias, acesso à terra e regularização fundiária no período Imperial brasileiro.

Downloads

Publicado

2019-12-15

Como Citar

DAROSSI, F. P. Nacionalidade e cidadania pelo acesso à terra no século XIX: reflexões a partir das variações de escalas e da História Global. Sæculum – Revista de História, [S. l.], v. 24, n. 41, p. 124–143, 2019. DOI: 10.22478/ufpb.2317-6725.2019v24n41.47451. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/srh/article/view/47451. Acesso em: 4 dez. 2022.