O processo de formação da Aliança Renovadora Nacional (ARENA) e do Movimento Democrático Brasileiro (MDB) no Paraná (1965-1966)

Palavras-chave: ARENA, MDB, Paraná

Resumo

O presente artigo visa a analisar o processo de formação da ARENA e do MDB no Paraná. Para tais propósitos, primeiramente pretende-se analisar a crise político-militar de 1965, que resultou na decretação do Ato Institucional nº 2 (AI-2), e o processo de implantação do bipartidarismo. Em um segundo momento, o foco de análise será o processo de organização da ARENA paranaense, verificando quem foram os parlamentares paranaenses que ingressaram no partido governista. Por fim, pretende-se analisar a gênese do MDB do Paraná e quem foram os parlamentares paranaenses que optaram em ingressar no partido oposicionista.

Biografia do Autor

Alessandro Batistella, Universidade de Passo Fundo

Graduado (2004) e Mestre (2007) em História pela Universidade de Passo Fundo (UPF). Doutor (2014) em História pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Atualmente é professor do curso de História e do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade de Passo Fundo (UPF).

Referências

BATISTELLA, Alessandro. O Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) no Paraná (1945-1965). Curitiba: UFPR, 2016.

BORGES, Nilson. A Doutrina de Segurança Nacional e os governos militares. In: FERREIRA, Jorge; DELGADO, Lucilia de Almeida Neves (Orgs.). O Brasil Republicano: o tempo da ditadura. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003, v. 4, p. 13-42.

CHAGAS, Carlos. A guerra das estrelas (1964-1984): os bastidores das sucessões presidenciais. 4. ed. Porto Alegre: L&PM, 1985.

CHIRIO, Maud. A política nos quarteis: revoltas e protestos de oficiais na ditadura militar brasileira. Rio de Janeiro: Zahar, 2012.

D’ARAUJO, Maria Celina. Sindicatos, carisma & poder: o PTB de 1945-1965. Rio de Janeiro: FGV, 1996.

FICO, Carlos. Versões e controvérsias sobre 1964 e a ditadura militar. Revista Brasileira de História. São Paulo, v. 24, n. 47, p. 29-60, 2004.

FICO, Carlos. O golpe de 1964: momentos decisivos. Rio de Janeiro: FGV, 2014.

FLEISCHER, David V. Dimensões do recrutamento partidário. In: FLEISCHER, David V. (Org.). Os partidos políticos no Brasil. Brasília: UnB, 1981, p. 45-63.

GRINBERG, Lucia. Partido político ou bode expiatório: um estudo sobre a Aliança Renovadora Nacional (Arena), 1965-1979. Rio de Janeiro: Mauad X, 2009.

IPARDES. Resultados eleitorais: Paraná (1945-1982). Curitiba: IPARDES, 1989.

KINZO, Maria D’Alva Gil. Oposição e autoritarismo: gênese e trajetória do MDB (1966-1979). São Paulo: Vértice, 1988.

KUNHAVALIK, José Pedro. Ney Braga: trajetória política e bases do poder. In: OLIVEIRA, Ricardo Costa (Org.). A construção do Paraná moderno: políticos e política no governo do Paraná de 1930 a 1980. Curitiba: SETI, 2004, p. 231-411.

MARTINS FILHO, João Roberto. O palácio e a caserna: a dinâmica militar das crises políticas na ditadura (1964-1969). São Carlos: EDUFSCar, 1995.

MOTTA, Rodrigo Patto Sá. Introdução à história dos partidos políticos brasileiros. 2. ed. Belo Horizonte: UFMG, 2008.

NAPOLITANO, Marcos. 1964: história do regime militar brasileiro. São Paulo: Contexto, 2014.

REBELO, Vanderlei. Ney Braga: a política como arte. Curitiba: Sesquicentenário, 2004.

Diário do Paraná. Curitiba, 1965-1966.

Gazeta do Povo. Curitiba, 1965-1966.

O Estado do Paraná. Curitiba, 1965-1966.

Publicado
2020-06-16
Como Citar
BATISTELLA, A. O processo de formação da Aliança Renovadora Nacional (ARENA) e do Movimento Democrático Brasileiro (MDB) no Paraná (1965-1966). Sæculum – Revista de História, v. 25, n. 42, p. 191-206, 16 jun. 2020.
Seção
Artigos