A cruzada “alternativa” da Brasil Paralelo: a história como instrumento da guerra cultural

Autores

  • Karina Oliveira Brito Instituto Federal do Mato Grosso
  • Osvaldo Rodrigues Junior Universidade Federal de Mato Grosso https://orcid.org/0000-0001-7418-9705

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.2317-6725.2021v26n45.60386

Palavras-chave:

Brasil Paralelo, Guerra Cultural, Direita alternativa, História alternativa, Ensino de História

Resumo

O artigo apresenta resultados de pesquisa que teve como objetivo analisar a natureza do discurso da série Brasil: a última cruzada, produzida pela empresa Brasil Paralelo. Os objetivos específicos foram: 1) Conhecer a história da Brasil Paralelo e o seu papel na guerra cultural contemporânea no Brasil; 2) Compreender o surgimento da alt-right e da alt-history; 3) Refletir sobre os impactos da alt history para o ensino de História. Metodologicamente o trabalho utilizou as ferramentas digitais na coleta, organização e análise dos dados. O referencial teórico está sustentado nos debates sobre guerra cultural, alt-right e alt-history. Partimos da hipótese de que a Brasil Paralelo utiliza a História como instrumento da guerra cultural produzindo uma narrativa “alternativa”. Os resultados permitiram identificar a série Brasil: a última cruzada como exemplo de alt history.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Karina Oliveira Brito, Instituto Federal do Mato Grosso

Licenciada em História pela Universidade de Cuiabá (UNIC). Bacharela em Direito pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Mestre em História pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Doutoranda em Comunicação no Programa de Pós-Graduação em Comunicação (PPGCOM) da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Professora EBTT de História do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), campus Cuiabá. Pesquisadora da produção de conteúdos históricos nas mídias digitais, com projeto de doutoramento dedicado ao estudo dos produtos audiovisuais da empresa “Brasil Paralelo”, foi responsável por discutir a atuação da empresa e o uso da história como instrumento da guerra cultural no Brasil.

Osvaldo Rodrigues Junior, Universidade Federal de Mato Grosso

Doutor em Educação pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Professor do Departamento de História da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Professor permanente do Programa de Pós-Graduação em História (PPGHIS) e do Mestrado Profissional em Ensino de História (ProfHistória) da Universidade Federal de Mato Grosso. Pesquisador da relação entre as mídias digitais e o ensino de História foi responsável por contextualizar a alt-right e alt-history e pela análise da série “Brasil: a última cruzada!”. Ainda, pela reflexão dos possíveis impactos da alt-history no ensino de História.

Referências

Fontes

AVILA, Arthur Lima de. Qual passado escolher? Uma discussão sobre o negacionismo histórico. Revista Brasileira de História, v. 41, n. 87, p. 161-184, 2021.

BAZZAN, Alexandre. Netflix dos bolsonaristas gastou R$328 mil em anúncios de Facebook e Instagram. Disponível em https://politica.estadao.com.br/noticias/geral,netflix-dos-bolsonaristas-gastou-r-328-mil-em-anuncios-de-facebook-e-instagram,70003455670. Acesso em 21 jul. 2021.

CAPÍTULO 2 – A Vila Rica | Brasil – A Última Cruzada. (69 min. 28 seg.); son.; color. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=svViHH8IBVg. Acesso em: 1 jun. 2021.

CAPÍTULO 2 – A Vila Rica | Brasil – A Última Cruzada. (69 min. 28 seg.); son.; color. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=svViHH8IBVg. Acesso em: 1 jun. 2021.

CASTELLS, Manuel. Un mapa de sus interacciones. Revista TELOS, n. 77, p. 1-7, 2008.

CASTELLS, Manuel. Un mapa de sus interacciones. Revista TELOS, n. 77, p. 1-7, 2008. COSTA, Rodrigo da. A cultura digital. São Paulo: Publifolha, 2008.

BOLETIM DA LIBERDADE. Brasil Paralelo: em entrevista exclusiva, conheça a origem dos documentários que fazem sucesso na Internet. Disponível em https://www.boletimdaliberdade.com.br/2018/07/19/brasil-paralelo-em-entrevista-exclusiva-conheca-a-origem-dos-documentarios-que-fazem-sucesso-na-internet/. Acesso em 21 jul. 2021.

CHAPMAN, Roger. Culture wars: an encyclopedia of issues, viewpoints, and voices. Armonk / London: M.E. Sharpe, 2010.

BOLETIM DA LIBERDADE. Brasil Paralelo: em entrevista exclusiva, conheça a origem dos documentários que fazem sucesso na Internet. Disponível em https://www.boletimdaliberdade.com.br/2018/07/19/brasil-paralelo-em-entrevista-exclusiva-conheca-a-origem-dos-documentarios-que-fazem-sucesso-na-internet/. Acesso em 21 jul. 2021.

MENEGALE, Gabriel; BERLANZA, Lucas; AZEVEDO, Pedro Rafael. Brasil Paralelo: em entrevista exclusiva, conheça a origem dos documentários que fazem sucesso na Internet. Disponível em https://www.boletimdaliberdade.com.br/2018/07/19/brasil-paralelo-em-entrevista-exclusiva-conheca-a-origem-dos-documentarios-que-fazem-sucesso-na-internet/. Acesso em 1 jul. 2021.

ZANINI, Fábio. Produtora Brasil Paralelo vive crescimento meteórico e quer ser Netflix da direita. Disponível em https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2021/05/produtora-brasil-paralelo-vive-crescimento-meteorico-e-quer-ser-netflix-da-direita.shtml. Acesso em 21 jul. 2021.

VALIM, Patrícia; AVELAR, Alexandre de Sá. Negacionismo histórico: entre a gover-namentalidade e a violação dos direitos fundamentais. Disponível em https://revistacult.uol.com.br/home/negacionismo-historico/. Acesso em 1 jul. 2020.

Referências

COSTA, Rodrigo da. A cultura digital. São Paulo: Publifolha, 2008.

CHAPMAN, Roger. Culture wars: an encyclopedia of issues, viewpoints, and voices. Armonk / London: M.E. Sharpe, 2010.

HUNTER, James Davison. Culture Wars: The Struggle to Define America. New York: BasicBooks,1991.

HAWLEY, George. Making sense of the alt-right. New York: Columbia University Press, 2017.

LEE, Peter. Literacia histórica e história transformativa. Educar em Revista, n. 60, p. 107-146, 2016.

MAIN, Thomas. The Rise of the alt-right. Washington: Brookings Institution Press, 2018.

MALERBA, Jurandir. Os historiadores e seus públicos: desafios ao conhecimento histórico na era digital. Revista Brasileira de História, v. 37, n. 74, p. 135-154, 2017.

NAPOLITANO, Marcos. Negacionismo e revisionismo histórico no século XXI. In: PINSKY, Jaime; PINSKY, Carla Bassanezi. Novos combates pela História: desafios – ensino. Campinas: Contexto, 2021, p. 85-114.

NICOLAZZI, Fernando. O Brasil Paralelo entre o passado histórico e a picanha de papelão. Sul21, 7 abr. 2019 às 12:22. Disponível em https://sul21.com.br/opiniao/2019/04/2019-o-brasil-paralelo-entre-o-passado-historico-e-a-picanha-de-papelao-por-fernando-nicolazzi/. Acesso em 01 jul. 2021

PRADO, Michele. Bolsonarismo: a alt-right e o populismo iliberal no Brasil. São Paulo: Editora Lux, 2021.

ROCHA, João César de Castro. Guerra cultural e retórica do ódio: crônicas de um Brasil pós-político. Goiânia: Caminhos, 2021.

RODRIGUES, Aldair. O Ensino de História na era digital: potencialidades e desafios. In: DURÃO, Susana; FRANÇA, Isadora Lins (eds.). Pensar com método. Rio de Janeiro: Papéis selvagens, 2018, p. 145-175.

SANTAELLA, Lucia. Da cultura das mídias à cibercultura: o advento do pós-humano. Famecos, v. 22, p. 23-32, 2003.

SAYURI, Juliana. Brasil Paralelo faz guerra de edições e disputa narrativas na Wikipédia. Disponível em: https://tab.uol.com.br/noticias/redacao/2020/09/09/guerra-de-edicoes-a-disputa-politica-de-narrativas-na-wikipedia.htm. Acesso em 21 jul. 2021.

TRAVERSO, Enzo. O passado, modos de usar: história, memória e política. Lisboa: Unipop, 2012.

VALENCIA-GARCÍA, Louie Dean. Far-Right revisionism and the end of History. In Far-Right revisionism and the end of History: Alt/Histories. New York / London: Routledge, 2020, p. 3-26.

VIDAL-NAQUET, Pierre. Os assassinos da memória: um Eichmann de papel e outros ensaios sobre o revisionismo. Campinas: Papirus, 1988.

Downloads

Publicado

2021-12-29

Como Citar

BRITO, K. O.; RODRIGUES JUNIOR, O. A cruzada “alternativa” da Brasil Paralelo: a história como instrumento da guerra cultural. Saeculum, [S. l.], v. 26, n. 45 (jul./dez.), p. 231–246, 2021. DOI: 10.22478/ufpb.2317-6725.2021v26n45.60386. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/srh/article/view/60386. Acesso em: 18 jun. 2024.