Adentrando os portões da escola e tirando os sapatos dos pés: relato de experiência sobre processo pedagógico das atividades circenses

Experience report on the pedagogical process of circus activities

Autores

  • Mariana Harue Yonamine UNESP- BAURU
  • Fernanda Rossi UNESP-Bauru

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.2359-7003.2021v30n3.60416

Palavras-chave:

Atividades circenses, Ensino fundamental, Infância

Resumo

Este relato de experiência apresenta o desenvolvimento de um projeto educativo em atividades circenses, com práticas pedagógicas ao longo de um ano letivo com uma turma do 5º ano do Ensino Fundamental I, em uma cidade do interior paulista. O ensino e a aprendizagem das atividades circenses se orientaram a partir do entrelaçamento da perspectiva fenomenológica de corpo e a sociologia da infância. O relato foi construído apoiado nos registros do diário de campo, que consistiu em anotações diárias acerca das vivências pedagógicas. Já a avaliação contou também com os registros das percepções das crianças em grupo focal e entrevista semiestruturada com a professora da turma (Pedagoga) e diretora da escola. As principais transformações observadas foram: a ampliação das possibilidades corporais individuais e coletivas, o fortalecimento da autonomia e o protagonismo infantil e a ressignificação das relações interpessoais na escola a partir do desenvolvimento de aspectos sociais como a cooperação, a responsabilidade e o sentimento de pertencimento e formação de grupo, além da promoção da sensibilidade artística, estética e corporal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mariana Harue Yonamine, UNESP- BAURU

Graduada em Pedagogia pela UNESP – Universidade Estadual Paulista, campus de Bauru. 

Fernanda Rossi, UNESP-Bauru

Professora Assistente Doutora da UNESP – Universidade Estadual Paulista – campus de Bauru. Pós-doutorado pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo.

Referências

BARRAGÁN, T. O. Circo na escola: por uma educação corporal, estética e artística. 214f. Tese (Doutorado em Educação Física, na Área de Educação Física e Sociedade). Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação Física, Campinas, 2016.

BOGDAN, R. C.; BIKLEN, S. K. Investigação qualitativa em educação. Portugal: Porto Editora, 1994.

BORTOLETO, M. A. C. Atividades Circenses: Notas sobre a Pedagogia da Educação Corporal e Estética. Revista Brasileira de Ciência do Esporte, São Paulo, v. 2, n. 2, p. 43-55, jul. 2011. Disponível em: http://oldarchive.rbceonline.org.br/index.php/cadernos/article/view/1256. Acesso em: 20 de nov. 2020.

BRASIL, Base Nacional Comum Curricular. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf Acesso em: 01/06/2021.

DUPRAT, R, M.; BORTOLETO, M.A.C. Malabares: Bolas. In: BORTOLETO, M. A.C. (Org) Introdução à pedagogia das Atividades Circenses. Jundiaí/SP: Editora Fontoura, p. 39-66, 2008.

DUPRAT, M. A.; PÉREZ-GALLARDO, S. J. Artes Circenses no âmbito escolar. Ijuí: Ed. Unijuí, 2010.

FERNANDES, F. As ‘Trocinhas’ do Bom Retiro. Contribuições do Estudo Folclórico e Sociológico da Cultura e dos Grupos Infantis. Revista Pro-Posições, v. 15, n. 43, p. 229-250, jan/abr. 2004 [1979]. Disponível em: https://fe-old.fe.unicamp.br/pf-fe/publicacao/2238/43-diversoeprosa-fernandesf.pdf. Acesso em: 20 de abril. 2021.

FOUCAULT, M. Vigiar e punir: nascimento da prisão. Petrópolis: Editora Vozes, 1987.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. 17. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 25. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FREIRE, P. Pedagogia da Esperança: Um reencontro com a Pedagogia do Oprimido. São Paulo: Paz e Terra, 1997.

FRIEDMANN, A. Jogos tradicionais na cidade de São Paulo: recuperação e análise da sua função educacional. 255f. Tese (Mestrado em Educação em Metodologia de Ensino). Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1990.

GOMES-DA-SILVA, E. Educação (física) infantil: Se-Movimentar e Significação. 132f. Tese (Mestrado em Educação Física). Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2007.

HERMANN, N. O enlace entre corpo, ética e estética. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 23, 2018. p. 1-16. Disponível em: https://www.scielo.br/cgi-bin/wxis.exe/iah/. Acesso em: 22 de jun. 2021.

KUNZ, E. Práticas didáticas para um “conhecimento de si” de crianças e jovens na educação física. In: KUNZ, E. (Org.). Didática da educação física. 2. ed. Ijuí: Editora Unijui, 2004. p. 15-52.

LE BRETON, D. Adeus ao corpo: Antropologia e Sociedade. 6. ed. Campinas-SP: Papirus, 2013.

MACHADO, M. M. Merleau-Ponty & a educação. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2010.

MACHADO, S. S. “Vivo ou Morto?” O Corpo na Escola Sob Olhares de Crianças”. 207f. Tese (Mestrado em Educação Física). Programa de Pós-Graduação Strictu Sensu em Educação Física, Universidade de Brasília-UnB., Brasília, 2013.

MERLEAU-PONTY, M. A fenomenologia da percepção: 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

MONTANDON, C. Sociologia da Infância: pesquisa com crianças: as práticas educativas parentais e a experiência das crianças. Educ. e Soc., Campinas, v. 26, n. 91, p. 485-507, maio-ago. 2005.

NÓBREGA, P.T. Qual o lugar do corpo na educação? Notas sobre o conhecimento, processos cognitivos e currículo. Revista Educação e Sociedade, v. 26, n. 91, p. 599-615, maio-ago., 2005.

OLIVIER, G. G. F.; MARCELLINO, N. C. Sobre dinossauros, carteiras e pássaros-lira: do lúdico na vida ao lúdico na escola. Revista Motrivência, n. 9, p. 118-135, dez., 1996.

PEREIRA, E. R.; MAHEIRIE, K. Aprendiz circense e contemplador: olhares que dialogam entre a incompletude e o acabamento. Fractal: Revista de Psicologia, v. 28, n. 1, p. 134-138, jan.-abr. 2016. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0101-73302005000200015&script=sci_arttext. Acesso em: 24 de maio. 2021.

SARMENTO, M. J. Gerações e alteridade: interrogações a partir da Sociologia da Infância. Educação e Sociedade, Campinas, v. 26, n. 91, p. 361-378, maio-ago. 2005.

YONAMINE, H. M; ROSSI, F. Experimentando as atividades circenses e ressignificando as relações sociais na escola. Revista Motrivência, v. 33, n. 64, p. 0-24, 2021.

Downloads

Publicado

2021-11-25

Como Citar

YONAMINE, M. H.; ROSSI, F. Adentrando os portões da escola e tirando os sapatos dos pés: relato de experiência sobre processo pedagógico das atividades circenses: Experience report on the pedagogical process of circus activities. Revista Temas em Educação, [S. l.], v. 30, n. 3, p. 101–120, 2021. DOI: 10.22478/ufpb.2359-7003.2021v30n3.60416. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/rteo/article/view/60416. Acesso em: 16 jan. 2022.

Edição

Seção

RELATOS DE EXPERIÊNCIA