SESMARIAS E PROPRIEDADE TITULADA DA TERRA: O INDIVIDUALISMO AGRÁRIO NA AMÉRICA PORTUGUESA

Autores

  • Maria Sarita Mota

Resumo

O artigo analisa os conflitos de jurisdição territorial sobre a propriedade nas fronteiras do império português. Propõe uma interpretação das cartas de sesmarias como lei agrária específica sobre o espaço colonial ao fundar-se em vínculo jurídico de ordem territorial e como garantia da propriedade privada da terra. Através da visualização das relações de poder na Capitania do Rio de Janeiro entre fins do século XVIII e o segundo decênio do XIX, recupera o movimento histórico articulado pelos diversos atores sociais e suas estratégias que levaram à constituição do individualismo agrário na América portuguesa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-06-30

Como Citar

MOTA, M. S. SESMARIAS E PROPRIEDADE TITULADA DA TERRA: O INDIVIDUALISMO AGRÁRIO NA AMÉRICA PORTUGUESA. Sæculum – Revista de História, [S. l.], n. 26, 2012. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/srh/article/view/15031. Acesso em: 19 jan. 2022.

Edição

Seção

Dossiê: História e Questão Agrária