OS GUARANIS NAS PRECARIEDADES DA GUERRA: O IMPACTO DO RECRUTAMENTO NAS MISSÕES ORIENTAIS (RIO GRANDE DE SÃO PEDRO, PRIMEIRA METADE DO SÉCULO XIX)

Autores

  • Max Roberto Pereira Ribeiro UNISINOS

Palavras-chave:

Guaranis, Recrutamento, Guerra.

Resumo

O objetivo deste artigo é caracterizar o grupo de índios guaranis que passaram a ser recrutados como milicianos para defender o território missioneiro. O recrutamento iniciou a partir de 1810, devido às ameaças de invasão daqueles territórios pelos castelhanos, por causa das guerras de independência das colônias espanholas do rio da Prata. A revolução de independência, desencadeada por Buenos Aires, teve impacto político e social decisivo sobre os povos missioneiros que se localizavam na fronteira colonial entre Portugal e Espanha na América Meridional. A partir da Lista de Todas as Pessoas Empregadas na Província de Missões, à luz de análise quantitativa, traça o perfil sócio profissional dos índios que foram recrutados como milicianos. A partir disso, nota-se que os índios não foram agentes passivos nos processos históricos da Fronteira Meridional. Eles participaram ativamente da administração dos povos e também das milícias de guaranis que serviam de suporte aos exércitos lusobrasileiros empregados na defesa do território missioneiro. Suas ações faziam parte de estratégias individuais e coletivas que atendiam a necessidades concretas do mundo social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Max Roberto Pereira Ribeiro, UNISINOS

Doutorando em História pela Universidade do Vale dos Sinos. Bolsista Capes/ PROSUP

Downloads

Publicado

2015-12-31

Como Citar

RIBEIRO, M. R. P. OS GUARANIS NAS PRECARIEDADES DA GUERRA: O IMPACTO DO RECRUTAMENTO NAS MISSÕES ORIENTAIS (RIO GRANDE DE SÃO PEDRO, PRIMEIRA METADE DO SÉCULO XIX). Sæculum – Revista de História, [S. l.], n. 33, p. 93–113, 2015. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/srh/article/view/27716. Acesso em: 19 jan. 2022.