A Liga Anticomunista Mundial e a Confederação Anticomunista Latino-Americana: um caso de cooperação anticomunista intercontinental na América Latina (1972-1977)

Autores

  • Marcos Vinicius Ribeiro Universidade Estadual de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.2317-6725.2018v39n39.41117

Palavras-chave:

História da América Contemporânea, Ditaduras Militares

Resumo

O artigo analisa a fundação da Liga Anticomunista Mundial e da Confederação Anticomunista Latino-americana durante as Ditaduras de Segurança Nacional no Conesul. Partimos da descrição da denúncia de colaboração repressiva com a ditadura paraguaia de dois agentes policiais para problematizar a existência e alguns aspectos da fundação e funcionamento das respectivas entidades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcos Vinicius Ribeiro, Universidade Estadual de Goiás

Professor efetivo da UEG campus Quirinópolis. Mestre e doutorando em História, poder e práticas sociais pela UNIOESTE. Atuo na área de História da América com ênfase em organizações anticomunistas durante as ditaduras de Segurança Nacional.

Downloads

Publicado

2018-12-17

Como Citar

RIBEIRO, M. V. A Liga Anticomunista Mundial e a Confederação Anticomunista Latino-Americana: um caso de cooperação anticomunista intercontinental na América Latina (1972-1977). Sæculum – Revista de História, [S. l.], v. 39, n. 39, p. 103–118, 2018. DOI: 10.22478/ufpb.2317-6725.2018v39n39.41117. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/srh/article/view/41117. Acesso em: 21 jan. 2022.

Edição

Seção

Dossiê: As ditaduras militares no Brasil e no Cone Sul: História, Historiografia e Memória