Banzai! O Cinema de propaganda japonês entre 1939-1945

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.2317-6725.2022v27n46.60466

Palavras-chave:

Cinema japonês, Segunda Guerra Mundial, Censura, Cultura da Honra, Japão

Resumo

O cinema de propaganda na Segunda Guerra Mundial é sempre relembrado pelas grandes produções estadunidenses ou alemãs que envolvem o conceito. Entretanto, dentro da História, esse cinema não era uma exclusividade das duas potências rivais nesse período, mas outras nações fizeram uso político – também – dessa mídia. O Japão, após a reforma Meiji, utilizou do cinema como uma ferramenta de propagação de sua doutrina da honra, tendo, inclusive, se apoiado em leis estatais para promoção e divulgação. Este artigo tem o objetivo de elaborar os moldes do cinema japonês entre 1939 e 1945, explanando didaticamente em ordem cronológica o surgimento, o background por trás do controle Estatal do cinema e como a cultura da honra foi determinante no processo. Para isso, será utilizado do apanhado teórico e metodológico de Marcos Napolitano (2005) e Alexandre Valim (2006) para os filmes, Serge Berstein(1998) para questão da cultura da honra e Pierre Nora (1993) para traçar os objetos filmes enquanto lugares de memória. Assim, será feito um apanhado geral de diversos filmes que surgiram sob esse propósito, durante o recorte proposto, e como estes filmes interagiam entre a recepção pública e a censura estatal do Império japonês.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Douglas Tacone Pastrello, Universidade Estadual de Maringá

Doutorando no programa de História política da Universidade Estadual de Maringá, mestre em história política pela Universidade Estadual de Maringá e especialista em filosofia moderna e contemporânea pela Universidade Estadual de Londrina.

Referências

Fontes

ABE ICHIZOKU. Direção: Hisatora Kumagai. Japão: Toho. 1938. 105min. Sonoro. P/B.

ANO HATA O UTE. Direção: Yutaka Abe. Japão: Toho. 1944. 62min. Sonoro. P/B.

BIRUMA SENKI. Direção: Nippon Eigasha (Nichiei). Japão: Nippon Eigasha (Nichiei). 1942. 68min. Sonoro. P/B.

GEIDO ICHIDAI OTOKO. Direção: Keiji Mizoguchi. Japão: Shochiku. 1941. 101min. Sonoro. P/B.

GENROKU CHUSHINGURA (47 RONIN). Direção: Keiji Mizoguchi. Japão: Shochiku. 1941-1942. 223min. Sonoro. P/B.

GOCHIN. Direção: Yoshimi Watanabe. Japão: Nippon Eigasha (Nichiei). 62min. 1944. Sonoro. P/B.

HANA SAKU MINATO. Direção: Keisuke Kinoshita. Japão: Shochiku. 1943. 82min. Sonoro. P/B.

HAWAU MAREE OKI KAISEN. Direção: Kajiro Yamamoto. Japão: Toho. 1942. 117min. Sonoro. P/B

ICHIBAN UTSUKUSHIKU (A mais bonita). Direção: Akira Kurosawa. Japão: Toho. 1944. 85min. Sonoro. P/B.

KATO HAYABUSA SENTOTAI. Direção: Kajiro Yamamoto. Japão: Toho. 1944. 111min. Sonoro. P/B

KANKO NO MACHI. Direção: Keisuke Kinoshita. Japão: Shochiku. 1944. 73min. Sonoro. P/B.

KAWANAKAJIMA KASSEN. Direção: Teinosuke Kinugasa. Japão: Toho. 1941. 120min. Sonoro. P/B.

MARE SENKI. Direção: Kamayama Matsutaro. Japão: Nippon Eigasha (Nichiei). 1942. 67min. Sonoro. P/B.

MOMOTARO UMI NO SHINPEI. Direção: Mitsuya Seo. Animação: Kumaki Kiichiro. Japão: Shochiku. 1945. 74min. Sonoro. P/B.

NANIWA ONNA. Direção: Keiji Mizoguchi. Japão: Shochiku .1940. 145min. Sonoro. P/B.

NANKAI HANATABA. Direção: Yutaka Abe. Japão: Toho. 1942. 106min. Sonoro. P/B.

NESSA NO CHIKAI. Direção: Kunio Watanabe. Japão: Toho. 1940. 123min. Sonoro. P/B.

NIHON NO HIGEKI (A TRAGÉDIA JAPONESA). Direção: Fumio Kamei. Produtor: Akira Iwasaki. Japão: Nippon Eigasha (Nichiei). 1954. 39min. Sonoro. P/B.

PEKING. Direção: Fumio Kamei. Japão: Toho. 1937. 74min. Sonoro. P/B.

RAIGEKITAI SHUTSUDO. Direção: Kajiro Yamamoto. Japão: Toho. 1944. 95min. Sonoro. P/B.

REKISHI. Direção: Tomu Uchida. Japão: Nikkatsu. 1940. Sonoro. P/B

RIKUGUN. Direção: Keisuke Kinoshita. Japão: Shochiku. 1944. 87min. Sonoro. P/B.

SANSHIRO SUGATA (A saga do Judo). Direção: Akira Kurosawa. Japão: Toho. 1943. 97min. Sonoro. P/B.

SHANHAI. Direção: Fumio Kamei. Japão: Toho. 1937. 77min. Sonoro. P/B

SHINA NO YORU. Direção: Osamu Fushimizu. Japão: Toho. 1940. 124min. Sonoro. P/B.

SUBARASHIKI NICHIYÔBI (UM DOMINGO MARAVILHOSO). Direção: Akira Kurosawa. Japão: Toho. 1947. 108min. Sonoro. P/B.

TATAKAU NO HEITAI. Direção: Fumio Kamei. Japão: Toho. 1939. 66min. Sonoro. P/B.

THE EFFECTS OF THE ATOMIC BOMB ON HIROSHIMA AND NAGASAKI. Direção: Sueo Ito. Japão: Nippon Eigasha (Nichiei). 1954. 160min/22min. Sonoro. P/B.

TORI SUNEEMON. Direção: Tomu Uchida. Japão: Nikkatsu. 1940. Sonoro. P/B

ZANGIKU MONOGATARI. Direção: Keiji Mizoguchi. Japão: Shochiku. 1939. 143min. Sonoro. P/B.

UNIVERSITY OF PITTSBURGH. Imperial Rescript on Education. Disponível em: https://www.japanpitt.pitt.edu/glossary/imperial-rescript-education. Acesso em 20/03/2020.

Referências

BENEDICT, Ruth. O crisântemo e a espada: Padrões da Cultura Japonesa. São Paulo: Perspectiva, 1997.

BERSTEIN, Serge. A cultura política. In: RIOUX, Jean-Pierre; SIRINELLI, Jean François (orgs.). Para uma história cultural. Lisboa: Estampa, 1998, p. 349-363.

IGARASHI, Yoshikuni. Corpos da memória: Narrativas do pós-guerra na cultura japonesa (1945-1970). São Paulo: Annablume, 2011.

KORNIS, Mônica Almeida. História e Cinema: um debate metodológico. Rio de Janeiro: Revista estudos históricos, vol. 5, n. 10, p. 237-250, 1992.

NAPOLITANO, Marcos. Fontes audiovisuais: a História depois do papel. In: PINSKY, Carla Bassanezi (org.). Fontes históricas. São Paulo: Contexto, 2005, p. 235-289.

NORA, Pierre. Entre memória e história: a problemática dos lugares. Projeto História, São Paulo, n. 10, p. 7-28, 1993.

NORNES, Abé Mark. JAPANESE DOCUMENTARY FILM: The Meiji Era through Hiroshima. Minneapolis: University of Minnesota Press, 2003.

NOVIELLI, Maria Roberta. História do cinema japonês. Brasília: Editora UnB, 2007.

PURDY, Sean. O General Estadista: Douglas MacArthur e o Século Americano. São Paulo: Intermeios, 2018.

SAKURAI, Célia. Os japoneses. São Paulo: Contexto, 2011.

VALIM, Alexandre Busko. Imagens vigiadas: Uma história social do cinema no alvorecer da Guerra Fria, 1945-1954. Tese (Doutorado em História). Niterói: Universidade Federal Fluminense, 2006.

Downloads

Publicado

2022-07-08

Como Citar

PASTRELLO, D. T. . Banzai! O Cinema de propaganda japonês entre 1939-1945. Sæculum – Revista de História, [S. l.], v. 27, n. 46, p. 119–136, 2022. DOI: 10.22478/ufpb.2317-6725.2022v27n46.60466. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/srh/article/view/60466. Acesso em: 2 out. 2022.