O CENÁRIO DA POLÍTICA EDUCACIONAL NO ESPÍRITO SANTO DURANTE A PRIMEIRA REPÚBLICA

Autores

  • Marcia Siervi Manso Universidade Federal do Espírito Santos - UFES
  • Maria Alayde Salim Universidade Federal do Espírito Santos - UFES

Resumo

O artigo apresenta um estudo sobre o cenário da educação pública no Espírito Santo, durante a Primeira República, e focaliza, especificamente, os principais aspectos que marcaram a implantação das Reformas Moniz Freire (1892), Gomes Cardim (1908) e Atílio Vivacqua (1928). No estudo dessas reformas educacionais, destacam-se as ações propostas, as principais medidas relacionadas à formação do Magistério primário, as ideias pedagógicas que configuravam os discursos dos reformadores e a circulação/apropriação dessas ideias pelos professores da rede pública de ensino. Foi feita uma análise a partir do entrecruzamento das informações relativas com os aspectos políticos, econômicos e socioculturais que marcavam a sociedade capixaba entre o final do Século XIX e as primeiras décadas do Século XX, com destaque para a cidade de Vitória. Como metodologia, trata-se de uma pesquisa histórico-documental, para cujo desenvolvimento foi selecionada uma grande variedade de testemunhos escritos, como relatórios governamentais, legislação educacional, ofícios, requerimentos e cartas, emitidos e recebidos pelas autoridades dirigentes, e a produção escrita de professores publicadas em jornais e revistas. Os pressupostos historiográficos formulados por Bloch (2001) e Ginzburg (2002, 2004) nortearam o trabalho com as fontes documentais, tratadas como vestígios, indícios do momento histórico focalizado. O conjunto das fontes analisadas no trabalho de pesquisa sinalizou que as discussões sobre a educação ganhavam espaço entre os diversos segmentos da sociedade capixaba durante a Primeira República.

Palavras-chave: Reformas educacionais. Espírito Santo. Primeira República.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcia Siervi Manso, Universidade Federal do Espírito Santos - UFES

PROFESSORA DO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CIENCIAS HUMANAS (DECH)

PROFESSORA DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENSINO NA EDUCAÇÃO BÁSICA (PPEEB)

Maria Alayde Salim, Universidade Federal do Espírito Santos - UFES

PROFESSORA DO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CIENCIAS HUMANAS (DECH)

PROFESSORA DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENSINO NA EDUCAÇÃO BÁSICA (PPEEB)

Referências

BLOCH, Marc. Apologia da história ou ofício do historiador. São Paulo: Jorge Zahar Editor, 2001.

CARVALHO, Marta Maria Chagas de. Considerações sobre o ensino da história da educação no Brasil. In: GATTI JÚNIOR, Décio; FILHO, Geraldo Inácio (Org.). História da educação em perspectiva: ensino, pesquisa, produção e novas investigações. São Paulo: Autores Associados; Uberlândia: EDUFU, 2005. P. 33-46.

CURY, Carlos Roberto Jamil. Cidadania republicana e educação: governo provisório do Marechal Deodoro e Congresso Constituinte de 1890-1891. Rio de Janeiro: DP&A, 2001.

FREIRE, Ana Maria Araújo. Analfabetismo no Brasil: da ideologia da interdição do corpo à ideologia nacionalista, ou de como deixar sem ler e escrever desde as Catarinas (Paraguaçu), Filipinas, Madalenas, Anas, Genebras, Apolônias e Grácias até os Severinos. São Paulo: Cortez, 1993.

GINZBURG, Carlo. Mitos, emblemas e sinais: morfologia e história. São Paulo: Companhia das Letras, 2002.

______. Nenhuma ilha é uma ilha: quatro visões da literatura inglesa. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.

______. O queijo e os vermes. São Paulo: Companhia das Letras, 2004ª.

PIMENTEL, Elpídio. Voto separado. Revista Vida Capichaba, ano VII, n.189, p.4-6, ago. 1929.

SCHWARCZ, Lília Moritz. As barbas do imperador: D. Pedro II, um monarca nos trópicos. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.

VEIGA, Cynthia Greive Veiga. História da Educação. São Paulo: Ática, 2007.

VIEIRA, Sofia Lerche. Desejos de reforma: Legislação Educacional no Brasil Império e na República. Brasília: Liber livro, 2008.

VIVACQUA, Attilio. Educação brasileira: directrizes e soluções do problema educacional no Espírito Santo. Victória: Typ. Vida Capichaba, 1930.

Relatórios de Estado

ESPÍRITO SANTO (Estado). Relatório apresentado ao Ex. Sr. Dr. José de Mello Carvalho Moniz Freire pelo Director de Instrução Pública, José Joaquim Pessanha Póvoa. Rio de Janeiro: Typ Leuzinger, 1897.

ESPÍRITO SANTO (Estado). Relatório apresentado ao Exmo. Snr. Dr. Jeronymo Monteiro, Presidente do Estado do Espírito Santo pelo Director da Instrucção Dr. Henrique A. Cerqueira Lima em 13 de agosto de 1908. Victoria: Typ e Papelaria Modelo, 1908.

ESPÍRITO SANTO (Estado). Relatório apresentado ao Exmo. Snr. Dr. Jeronymo de Souza Monteiro, Presidente do Estado do Espirito Santo, pelo Snr. Inspector Geral do Ensino Carlos A. Gomes Cardim em 28 de julho de 1909. Victoria, Imprensa Official, 1909.

ESPÍRITO SANTO (Estado). Relatório apresentado ao Exmo. Snr Secretario da Instrucção Attilio Vivacqua pelo Director da Escola Normal e Annexas Arnulpho de Mattos em 19 de julho de 1929. Victoria, 1929a (documento datilografado).

ESPÍRITO SANTO (Estado). Presidente de Estado (1916-1920: MONTEIRO). Mensagem apresentada ao Congresso Legislativo em 13 de setembro de 1917 pelo Dr. Bernardino de Souza Monteiro. Vitctoria: Sociedade de Artes Graphicas, 1917.

ESPÍRITO SANTO (Estado) Relatório apresentado pelo Director do Gymnasio Espírito Santo, Aristeu Borges de Aguiar ao Secretário da Instrucção Mirabeau da Rocha Pimentel. In: PIMENTEL, Mirabeau da Rocha. Relatório apresentado pelo Secretário de Instrução a S. EXA. O. SNR Presidente do Estado do Espírito Santo. Victoria: Typ Samorini e CIA, 1922.

DOCUMENTOS AVULSOS – FUNDO DE EDUCAÇÃO

ABAIXO-ASSINADO DE MORADORES DE GOIABEIRAS. Solicita ao Presidente do estado do Espírito Santo a criação de uma escola na localidade de Goiabeiras. Vitória, Espírito Santo. Arquivo Público do estado do Espírito Santo. Fundo de Educação. Caixa 31 – requerimentos recebidos pelo presidente do Estado, diretor de instrucção publica do estado do Espírito Santo, Delegado literário, Inspetor Geral do ensino, Director das escolas normais e Annexas. 1914-1919.

Downloads

Publicado

2017-01-06

Como Citar

MANSO, M. S.; SALIM, M. A. O CENÁRIO DA POLÍTICA EDUCACIONAL NO ESPÍRITO SANTO DURANTE A PRIMEIRA REPÚBLICA. Revista Temas em Educação, [S. l.], v. 25, n. 1, p. 22–42, 2017. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/rteo/article/view/24146. Acesso em: 17 jan. 2022.

Edição

Seção

ARTIGO DE REVISÃO