LINGUAGEM E MATEMÁTICA: A IMPORTÂNCIA DOS DIFERENTES REGISTROS SEMIÓTICOS

Autores

  • Maria Alves de Azevêdo UFPB
  • Rogéria Gaudencio do Rêgo UFPB

Resumo

O objetivo desse artigo é discutir o papel da linguagem no ensino de Matemática, evidenciando o conceito de representação semiótica proposto por Raymond Duval e sua contribuição para o ensino dessa disciplina nos anos iniciais. A Matemática possui uma linguagem específica e complexa, tendo um mesmo objeto matemático diversos significados e representações. Essa característica se constitui, muitas vezes, em obstáculos para o processo de apropriação de conceitos e procedimentos por crianças e jovens escolares. Por outro lado, é necessário também que os professores compreendam o papel que a linguagem exerce no processo de aprendizagem dos alunos, especificamente a linguagem Matemática.

Palavras-chave: Linguagem. Linguagem matemática. Variedade de registros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Alves de Azevêdo, UFPB

PEDAGOGA, MESTRE EM EDUCAÇÂO, DOUTORA EM EDUCAÇÃO

Rogéria Gaudencio do Rêgo, UFPB

BACHAREL EM MATEMÁTICA, MESTRE EM FILOSOFIA E DOUTORA EM EDUCAÇÃO

Referências

CASTRO, A. D. de e CARVALHO, A. P. de (Orgs.). Ensinar a ensinar: didática para a escola fundamental e média. São Paulo: Pioneira, 2001.

D’AMORE, B. Conceptualizacion, registros e representaciones semióticas y noética: intecciones constructivistas en la aprendizaje de los conceptos matemáticos e hipótesis sobre algunos factores que inhiben la devolucion. Uno. Barcelona, Espanha, 35, 2004. p. 90 – 106.

_____. Epistemologia e Didática da Matemática. Trad. Maria Cristina B. Barufi; revisão técnica Ana P. Jahn; revisão final Sumaya Lima. São Paulo: Escrituras Editora, 2005.

_____. Objetos, Significados, Representaciones Semióticas y Sentido. In: Radford L., D’amore, B. (Eds.). Semiotics, Culture and Mathematical Thinking. Número especial della rivista Relime (Cinvestav, México. DF, México), 2006. p. 177 – 196.

_____. Matemática, Didática da Matemática e Linguagens. In: Elementos de Didática da Matemática. Trad. Maria Cristina Bonomi. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2007. p. 241 – 284.

DEVLIN, K. O Gene da Matemática. Trad. Sérgio Moraes Rego. Rio de Janeiro: Record, 2004.

DUVAL, R. Registros de Representações Semióticas e funcionamento Cognitivo da compreensão em Matemática. In: MACHADO, S. D. A. (Org.). Aprendizagem em Matemática – registros de representação semiótica. 7. ed. Campinas, SP: Papirus, 2003. p.11-33.

_____. Semiósis e pensamento humano: registro semiótico e aprendizagens intelectuais. Trad. Lênio Fernandes Levy e Marisa Rosâni Abreu da Silveira. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2009. (Fascículo I)

_____. Ver e Ensinar a Matemática de outra Forma: entrar no modo matemático de pensar: os registros de representação semiótica. (Org.). Tânia M. M. Campos; trad. Marlene Alves Dias. 1. ed. São Paulo: PROEM, 2011.

NUNES, T. [et al.] Educação Matemática 1: números e operações numéricas. São Paulo: Cortez, 2005.

PANIZZA, M. Reflexões gerais sobre o ensino da matemática. In: Ensinar Matemática na Educação Infantil e nas séries iniciais: análise e propostas. Trad. Antônio Feltrin. Porto Alegre: Artmed, 2006. p. 19-41.

SANTAELLA, L. O que é Semiótica. 6. ed. São Paulo: Editora Brasiliense, 1988.

Downloads

Publicado

2016-12-22

Como Citar

DE AZEVÊDO, M. A.; DO RÊGO, R. G. LINGUAGEM E MATEMÁTICA: A IMPORTÂNCIA DOS DIFERENTES REGISTROS SEMIÓTICOS. Revista Temas em Educação, [S. l.], v. 25, p. 158–171, 2016. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/rteo/article/view/25270. Acesso em: 28 set. 2021.