PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO PARTICIPATIVO – UMA PROPOSTA DESENHADA DO/NO COLETIVO

Autores

  • Ângela Maria Dias Fernandes Universidade Federal da Paraíba
  • Emilia Crisrtina Ferreira Barros Universidade Federal da Paraíba/Centro de Educação.
  • Giovanna Raquel Lima Lins de Almeida Universidade Federal da Paraíba

Resumo

Esse texto apresenta os caminhos e resultados de uma pesquisa realizada como base na construção de um Projeto Político Pedagógico, que, assumindo a perspectiva de ação coletiva, é compreendido como uma produção fincada no diálogo entre os atores sociais envolvidos e a própria realidade. Encaminhada pelo Centro Cultural Piollin, localizado em João Pessoa, a investigação focaliza sujeitos e práticas de seu projeto educativo; os efeitos nos modos de viver e pensar o mundo de crianças, adolescentes e jovens e, suas articulações com organizações escolares e de assistência psicossocial. Entrevistas e diário de campo, que permitiram surgir o texto e o contexto da pesquisa, foram analisados retornando ao coletivo através de uma restituição ampliada, em um campo de crítica às políticas educacionais centralizadoras. O novo PPP, fundado na responsabilização participativa, é atravessado pelos debates sobre a garantia de direitos e a defesa da constituição de espaços formativos democráticos.

Palavras – chave: Educação e arte. Projeto Político Pedagógico participativo. Responsabilização participativa. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ângela Maria Dias Fernandes, Universidade Federal da Paraíba

Psicóloga, Doutora em Psicologia Escolar e Desenvolvimento Humano /Universidade de São Paulo, Pós-doutora em Psicologia/ Universidade de Santa Catarina e Docente do Programa de Pós-graduação em Educação/ Universidade Federal da Paraíba

Emilia Crisrtina Ferreira Barros, Universidade Federal da Paraíba/Centro de Educação.

Mestre e doutoranda no Programa de Pós-graduação em Educação// Universidade Federal da Paraíba. Professora da EBBAS/Universidade Federal da Paraíba/Centro de Educação. 

Giovanna Raquel Lima Lins de Almeida, Universidade Federal da Paraíba

Graduanda em Pedagogia/Universidade Federal da Paraíba/Centro de Educação. 

Referências

APPLE, M. Política Cultural e Educação, São Paulo, Cortez, 2001.

DUARTE, Jorge. Entrevista em Profundidade. In: DUARTE, Jorge e BARROS, Antônio (Orgs.). Métodos e Técnicas de Pesquisa em Comunicação. São Paulo: Atlas, 2005, p.62 - 83.

FREITAS, M. T. de A., A perspectiva sócio-histórica: uma visão humana da construção do conhecimento, In: FREITAS, M.T. de A., SOUZA, S. J. e KRAMER, S. (Orgs.). Ciências Humanas e Pesquisa: leitura de Mikhail Bakhtin. 2. ed. São Paulo, Cortez, 2007, (Coleção questões de nossa época; v.107).

FREITAS, L. C. de. A importância da avaliação: em defesa de uma responsabilização participativa. Em Aberto. Brasília, v. 29, n. 96. p. 127-139, maio/ago. 2016a.

_______. Três teses sobre as reformas empresariais da educação: perdendo a ingenuidade. Cad. Cedes, Campinas, v. 36, n. 99, p. 137-153, maio-ago., 2016b.

_______. Os reformadores empresariais da educação e a disputa pelo controle do processo pedagógico na escola. Educ. Soc., Campinas, v. 35, nº. 129, p. 1085-1114, out.-dez., 2014.

_______. Responsabilização participativa. Revista Retratos da Escola, Brasília, v. 7, n. 12, p. 87-99, jan/jun, 2013.

LOURAU, René. Análise Institucional e práticas de pesquisa. Rio de Janeiro: UERJ, 1993.

Downloads

Publicado

2017-06-30

Como Citar

FERNANDES, Ângela M. D.; BARROS, E. C. F.; LINS DE ALMEIDA, G. R. L. PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO PARTICIPATIVO – UMA PROPOSTA DESENHADA DO/NO COLETIVO. Revista Temas em Educação, [S. l.], v. 25, n. 2, p. 22–35, 2017. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/rteo/article/view/34085. Acesso em: 21 jan. 2022.

Edição

Seção

ARTIGO DE REVISÃO