EDUCAÇÃO DE PESCADORAS NA BAHIA: NOTAS DE UM MAPEAMENTO

EDUCATION OF FISHERWOMEN IN BAHIA: NOTES OF A MAPPING

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.2359-7003.2021v30n1.53344

Palavras-chave:

Mapeamento, Educação, Pescadoras

Resumo

Mapeamento de teses e dissertações de quatro (4) universidades públicas do Estado da Bahia, que teve como objetivo localizar pesquisas que refletissem a educação de pescadoras no âmbito do estado. O artigo procura apresentar os trabalhos encontrados através da análise dos resumos, descrevendo os principais assuntos abordados, a perspectiva metodológica e as áreas de conhecimento, por meio da seleção dos trabalhos em blocos temáticos. Concluímos que há uma escassez de trabalhos acadêmicos que reflitam a educação de pescadoras no Estado da Bahia e consideramos a necessidade de ampliação dos mesmos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Hugo Silva Caetano, Universidade do Estado da Bahia

Mestre em Educação e Contemporaneidade pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Estuda processos educativos de pescadoras/marisqueiras. Possui Licenciatura em Filosofia pela Faculdade Batista Brasileira (FBB) e tem experiência no ensino de Filosofia e Sociologia no Ensino Médio. Atuou como Secretário de Educação do Município de Salinas da Margarida-BA e como assessor do Grupo de Trabalho para a Elaboração das Diretrizes Estaduais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e o Ensino da Cultura Afro-Brasileira e Africana (lei 10.639/2003) pela SEC-BA, além de ser um dos co-autores do livro Salinas: o mar, a lama e a vida. Palavras-chave: processos educativos-pescadoras-currículo-educação das relações étnicorraciais.

Letícia Maria S. Pereira, Satre COC Brasil

Doutora pelo Programa de Literatura e Cultura da Universidade Federal da Bahia (UFBA), com participação no Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior - CAPES, realizado na University of California em Berkeley, pelo Department of African American Studies na Califórnia/USA (2015-2016). Mestre em Letras (UFBA), graduada em licenciatura e bacharelado em Letras Vernáculas (UFBA). É pesquisadora do Projeto EtniCidades: outros interpretes do Brasil (ILUFBA) e do Projeto A cor da Bahia: Programa de Pesquisa e Formação sobre Relações Raciais, Cultura e Identidade Negra na Bahia (FFCH/UFBA). Atuou como vice-coordenadora geral do Projeto Conexões de Saberes: diálogos entre a universidade e as comunidades populares - MEC - SECADI/PROEXT- UFBA (2005-2012). Tem experiência em Educação à Distância e na área de Letras, com ênfase em Literatura Brasileira e Comparada, atuando ainda nos seguintes temas: Literatura Afro-brasileira, Cinema Negro, Educação para relações étnico-raciais, Gênero e Etnicidade.

Referências

ALVES, Taíse dos Santos. A pesca artesanal em Baiacu – Vera Cruz (BA): identidades, contradições e produção do espaço. Dissertação – Programa de Pós-Graduação em Geografia, da Universidade Federal da Bahia–UFBA, 2015.
ARGÔLO, Simone Vieira O beneficiamento e o comércio informal de pescados em São Francisco do Conde-Ba: o trabalho, a higiene e a conservação do produto. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal da Bahia. Escola de Nutrição, 2012.
BARRETO, Mércia Ferreira. Segurança alimentar e nutricional e contaminação ambiental em uma comunidade de marisqueiras do município de Santo Amaro, Bahia. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal da Bahia, Escola de Nutrição, Salvador, 2015.
BRANDÃO, Carlos Rodrigues. A educação popular na escola cidadã. Petrópolis: Vozes, 2002.
BRASÃO, Maria de Fátima Fernandes. Cotidiano e trabalho das marisqueiras e catadeiras de Valença - BA (1960-2000). Dissertação (mestrado) - Universidade do Estado da Bahia, Programa de Mestrado em História Regional e Local, 2011.
CAETANO, Hugo Silva. Na maré e na escola: experiências educativas de marisqueiras de Salinas da Margarida-BA. Dissertação de Mestrado- Universidade do Estado da Bahia- Faculdade de Educação. Programa de Pós Graduação em Educação e Contemporaneidade, 2013.
CONCEIÇÃO, Nádia dos Santos da. Cultura, Saúde e Meio Ambiente: percepções de mulheres da comunidade de Acupe - Santo Amaro (BA) - sobre poluição. Dissertação (mestrado – Programa Multidisciplinar de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade) -- Universidade Federal da Bahia, Instituto de Humanidades, Artes e Ciências Professor Milton Santos, 2016.
COSTA, Cristiane Sobrinho. Pescadores do Rio Vermelho: ritos, tradições e ancestralidade da pesca artesanal. Dissertação – Programa Multidisciplinar de Pós-Graduação em Estudos Étnicos e Africanos, Universidade Federal da Bahia, 2011.
DALTRO, Ana Cleusa Santana. Aspectos socioeconômicos e qualidade dos moluscos bivalves através do monitoramento microbiológico e genético Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas, 2013.
DIEGUES, A. C. Etnoconservação da Natureza: Enfoques alternativos. In: DIEGUES, A. C. (org). Etnoconservação: novos rumos para a proteção da natureza nos trópicos. HUCITEC/NUPAUB, São Paulo, p. 1-46, 2000.
FERREIRA, Norma Sandra de Almeida. As pesquisas denominadas "estado da arte”. Educação & Sociedade, ano XXIII, no 79, Agosto/2002
FIGUEIREDO, Marina Morenna A. Trabalho e participação política das pescadoras na Reserva Extrativista (RESEX) Canavieiras – BA. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Programa de PósGraduação em Geografia,Universidade Federal da Bahia, Instituto de Geociências, 2013.
FREIRE, Crizeide Miranda. A outra margem : a relação dos programas de alfabetização com o processo de letramento dos pescadores e pescadoras de Xique-Xique. Dissertação (Mestrado) – Universidade do Estado da Bahia. Departamento de Educação. Campus I – Programa de Pós-Graduação em Educação e Contemporaneidade. 2013.
FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. 63ª ed. Rio de Janeiro/São Paulo: Paz e Terra, 2017.
GADOTTI, Moacir. (1993), “Educação Comunitária e Economia Popular”, in M. Gadotti e F. Gutierrez (orgs.), Educação Comunitária e Economia Popular. São Paulo, Cortez, pp. 11-22 (Coleção Questões da Nossa Época, 25)
GONH, Maria da Glória. Educação não formal, participação da sociedade civil e estruturas colegiadas nas escolas. Ensaio: aval. pol. públ. Educ., Rio de Janeiro, v. 14, nº 50,p. 27-38, jan,/mar. 2006.
GOMES, Rosana Costa. A vida no vai-e-vem das águas: mulheres marisqueiras de Salinas da Margarida, trabalho, cultura e meio ambiente (1960-1990). Dissertação (mestrado) - Universidade do Estado da Bahia, Programa de pósgraduação em História Regional e Local, 2009.
LARANJEIRA, Raymundo. Estado da Arte do direito agrário no Brasil. Anais do XI Seminário Internacional do direito agrário. Associação Brasileira de direito agrário. Maranhão, 2003.
MAMEDE, Tainã Cádja Almeida de. Biomonitoramento por crassostrea rhizophorae (Guilding, 1928) e percepção de risco socioambiental na Baia de Todos os Santos, Bahia. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós Graduação em Geoquímica: Petróleo e Meio Ambiente – POSPETRO, Instituto de Geociências, Universidade Federal da Bahia, 2012.
MANESCHY, Maria Crisina. Da casa ao mar: papéis das mulheres na construção da pesca responsável. Proposta, nº 84/85, mar-agost., pp. 82-91, 2000.
PENA, Paulo Gilvane Lopes; MARTINS, Vera. Sofrimento Negligenciado. EDUFBA, Salvador, 2014.
PORTELA, Rafael Davis Pescadores na Bahia do Século XIX. Dissertação (mestrado) - Universidade Federal da Bahia, Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, 2012.
REZENDE, Patrícia de Souza. A reprodução enquanto um processo biossocial. Estudo etnográfico em uma vila do Baixo-Sul Baiano. Tese (doutorado) - Instituto de Saúde Coletiva. Universidade Federal da Bahia, 2015.
RIOS, Antoniel de Oliveira; REGO, Rita de Cássia Franco; PENA, Paulo Gilvane Lopes. Doenças em trabalhadoras da pesca. Revista Baiana de Saúde Pública/Secretaria de Saúde do Estado da Bahia – v. 35, nº 1, jan/mar. Salvador-BA, 2011.
ROMANOWSKI, Joana Paulin; ENS, Romilda Teodora. As pesquisas denominadas do tipo "estado da arte" em educação. Revista Diálogo Educacional, vol. 6, núm. 19, septiembre-diciembre, 2006, pp. 37-50 Pontifícia Universidade Católica do Paraná Paraná, Brasil
SANDOVAL, Ana Claudia Rozo. Cartografia do saber/fazer das marisqueiras. Leituras outras das tecnologias, técnicas artesanais como potência. Tese (doutorado Multi-institucional e Multidisciplinar em Difusão do Conhecimento) – Universidade Federal da Bahia. Faculdade de Educação, Salvador, 2015.
SANTOS, Mario Alberto dos, Unidades de conservação, educação e planejamento comunitário: uma análise da realidade da Reserva Extrativista Marinha. Baía do Iguape/BA. Dissertação (Mestrado) – Pós-Graduação em Geografia. Instituto de Geociências da Universidade Federal da Bahia, 2007.
SANTOS, Sandra Soares de. Diagnóstico da cadeia produtiva de ostra de dois municípios da região do Baixo Sul. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas.
SANTOS, Tamires Maria Lima Gonçalves. Memórias brincantes: o design de brinquedos artesanais das marisqueiras do bairro Paripe em Salvador-BA. Dissertação (mestrado) – Universidade Estadual de Feira de Santana, Programa de Pós-Graduação em Desenho, Cultura e Interatividade, 2015.
SILVA, Rosana Uildes Ferreira Benicio da. Educação, meio ambiente e participação social : um estudo sobre a vida da comunidade de marisqueiras e pescadores de Cação, município de Madre de Deus- Bahia, na Baía de Todos os Santos. Dissertação (Mestrado) – Universidade do Estado da Bahia. Departamento de Educação. Campus I. Programa de Pós-Graduação em Educação e Contemporaneidade - PPGEduc, 2016.
STOPILHA, Ana Lícia de Santana. Saberes e práticas das Marias Marisqueiras da comunidade de Mangue Seco: uma investigação sobre mariscagem em Valença (BA). Tese (doutorado) – Universidade Federal da Bahia, Faculdade de Educação, Programa de Doutorado Multi-Institucional e Multidisciplinar, 2015.
WOORTMAN, Ellen F. Da complementariedade à dependência: a mulher e o ambiente em comunidades “pesqueiras” do Nordeste. Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Antropologia. Brasília, DF, 1991.

Downloads

Publicado

2021-01-04

Como Citar

CAETANO, H. S.; S. PEREIRA, L. M. EDUCAÇÃO DE PESCADORAS NA BAHIA: NOTAS DE UM MAPEAMENTO: EDUCATION OF FISHERWOMEN IN BAHIA: NOTES OF A MAPPING. Revista Temas em Educação, [S. l.], v. 30, n. 1, 2021. DOI: 10.22478/ufpb.2359-7003.2021v30n1.53344. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/rteo/article/view/53344. Acesso em: 24 set. 2021.

Edição

Seção

ARTIGO DE REVISÃO