Quadros de formatura como portal da memória do colégio Comercial de Picos-PI (1965-1977)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.2359-7003.2024v33n1.66926

Palavras-chave:

Quadros de formatura. Memória. Cultura escolar.

Resumo

Este artigo analisa os quadros de formatura do Colégio Comercial de Picos (1965-1977) que estão sob a guarda do Museu Ozildo Albano, em Picos (PI). São sete quadros no recorte temporal adotado, a partir das datas correspondentes. O objetivo geral foi analisar os quadros de formatura como registro da cultura escolar do Colégio Comercial de Picos. Os objetivos específicos foram: a) investigar os quadros de formatura como fonte para o conhecimento da relação entre a escola e a comunidade externa e b) compreender os aspectos representativos desses quadros para a comunidade escolar. Como pressuposto teórico-metodológico, apontamos a História Cultural (Burke, 1992; Chartier, 1990) e utilizamos, para a análise, os conceitos de documento/monumento e memória de Le Goff (2003). As análises nos conduziram à ideia de que os quadros são objetos-memória, termo utilizado por Benito (2018), e através deles podemos descortinar um tempo, um espaço e um modo de viver na escola, bem como sua relação com a comunidade em que está inserida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jane Bezerra de Sousa, Universidade Federal do Piauí

Estágio pós-doutoral no programa de pós-graduação em Educação da Universidade Federal de Uberlândia (2016). Doutorado em Educação pela Universidade Federal de Uberlândia (2009), com orientação do Prof. Dr. Geraldo Inácio Filho, defendeu a tese de título: Ser e Fazer-se Professora no Piauí no Século XX: a história de vida de Nevinha Santos. Mestrado em Educação (UFPI/2005), sob orientação do Prof. Dr. Antonio de Pádua Carvalho Lopes, dissertação com o título: Picos e a consolidação de sua rede escolar. Licenciatura Plena em Pedagogia (UFPI/1996), Licenciatura Plena em História (UESPI/2001), Especialização em Docência do Ensino Superior (UFRJ/2001), Atualmente é professora na Universidade Federal do Piauí, Campus Ministro Petrônio Portela, Teresina-PI, no Centro de Ciências da Educação/ Departamento de Fundamentos da Educação / Área de Fundamentos Históricos e Culturais da Educação e no Programa de Pós-graduação em Educação na linha de História da Educação.

Referências

A CATEQUISTA. O que anda na cabeça do clero? Entenda os chapéus católicos. O Catequista, 25 ago. 2015. Disponível em:

https://www.ocatequista.com.br/index.php/catequese-sem-sono/item/15971-o-que-anda-na-cabeca-do-clero-entenda-os-chapeus-catolicos. Acesso em: 4 jan. 2023.

ALBANO, O. Professor José Vidal de Freitas. Picos: Museu Ozildo Albano, 1987. Mimeografado.

BENITO, A. E. Etnohistória e cultura material da escola: a educação nas exposições universais. In: SILVA, V. L. G.; SOUZA, G.; CASTRO, C. A. Cultura material escolar em perspectiva histórica: escritas e possibilidades. Vitória: EDUFES, 2018. p. 93-118.

BURKE, P. Abertura: a nova história, seu passado e seu futuro. In: BURKE, P. (org.). A escrita da História: novas perspectivas. São Paulo: Editora da Universidade Estadual Paulista, 1992. p. 7-37.

CASA DE RUI BARBOSA. Águia de Haia. 2021. Disponível em: https://www.gov.br/casaruibarbosa/pt-br/acesso-a-informacao/institucional/rui-barbosa/aguia-de-haia#:~:text=Rui%20Barbosa%20recebeu%20o%20cognome,Américo%20Jacobina%20Lacombe. Acesso em: 3 jan. 2023.

CHARTIER, R. A História Cultural: entre práticas e representações. Rio de Janeiro: Difel, 1990.

COELHO JÚNIOR, N. M. O elo de veneração: o velho e o novo nos quadros de formatura. Revista Linhas, Florianópolis, v. 16, n. 30, p.122-151, jan./abr. 2015. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/linhas/article/view/1984723816302015122/pdf_54. Acesso em: 2 dez. 2022.

FALECE Dom Rufino do Rêgo, Bispo Emérito de Parnaíba. CNBB / Regional Nordeste 4. Notícias do Regional. 12 ago. 2013. Disponível em: https://cnbbne4.org.br/falece-dom-rufino-do-rego-bispo-emerito-de-parnaiba/. Acesso em: 2 dez. 2022.

LE GOFF, J. História e memória. 5. ed. Campinas-SP: Editora da Unicamp, 2003.

SILVA, S. M. A. Molduras para fragmentos da história do século XX: quadros de formaturas e memórias escolares de colégios católicos brasileiros no século XX. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 16, n. 3, p. 1439-1454, 2021. Número Especial. Disponível em: https://www.redalyc.org/journal/6198/619869093005/html/. Acesso em: 2 dez. 2022.

SOUSA, H. C. M. de S. Um ginásio para a mocidade picoense: cultura escolar de uma instituição de Ensino Secundário (1950-1971). 2019. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Federal do Piauí, Teresina, 2019. Disponível em: file:///C:/Users/Jane/Downloads/DISSERTA%C3%87%C3%83O_HIGO%20CARLOS%20MENESES%20DE%20SOUSA%2016-01-2020%20(1).pdf Acesso em: 28 de nov. 2022.

WERLE, F. O. C. Ancorando quadros de formatura na história institucional. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPED, 23., 2005, Caxambu. Anais [...]. Caxambu: ANPED, 2005. p. 1-16. Disponível em: https://www.anped.org.br/sites/default/files/gt02-322-int_ok.pdf. Acesso em: 15 jul. 2022.

Downloads

Publicado

2023-12-21

Como Citar

JUNIOR DE SOUSA, L.; BEZERRA DE SOUSA, J. Quadros de formatura como portal da memória do colégio Comercial de Picos-PI (1965-1977). Revista Temas em Educação, [S. l.], v. 33, n. 1, p. e-rte331202423, 2023. DOI: 10.22478/ufpb.2359-7003.2024v33n1.66926. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/rteo/article/view/66926. Acesso em: 14 jul. 2024.