Aprendizagem de habilidades sociais em interações lúdicas na educação infantil

Resumo

RESUMO: Analisou-se a possibilidade de aprendizagem de habilidades sociais em contexto de brincadeiras coletivas na Educação Infantil, por meio de pesquisa com 8 crianças e sua docente, numa instituição pública em João Pessoa-PB. Foram quatro ocasiões de observação durante o recreio, em situação natural e estruturada com brincadeiras conduzidas pelos pesquisadores. Recorreu-se à Teoria das Habilidades Sociais para a análise dos dados, com que foram identificadas entre as crianças habilidades sociais e respectivos déficits. Confirmou-se que a brincadeira coletiva presta-se como contexto facilitador para aprender habilidades sociais na infância e ressaltou-se a importância da formação de habilidades sociais e habilidades sociais educativas para docentes.Palavras-chave: Habilidades Sociais na Infância. Brincadeiras na Educação Infantil. Interações docente-discentes.

Biografia do Autor

Bruna Kedman Nascimento de Souza Leão, Universidade Federal da Paraíba
Graduada em Pedagogia pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Especialista em Psicopedagogia Institucional pelo Centro Integrado de Tecnologia e Pesquisa (CINTEP). Mestranda em Educação na UFPB e Bolsista CAPES/FAPESQ – BRASIL.
Fernando Cézar Bezerra de Andrade, Universidade Federal da Paraíba
Graduado em Psicologia, Filosofia e Letras. Mestre e Doutor em Educação. Professor da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).
Karla Tamyres Lima Coutinho Mendes
Graduada em Pedagogia pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Especialização em Educação Infantil pelo Centro Integrado de Tecnologia e Pesquisa (CINTEP).
Emanuel José Tinto da Silva
Graduado em Pedagogia pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Referências

DEL PRETTE, Zilda Aparecida Pereira; DEL PRETTE, Almir. Psicologia das Habilidades Sociais: terapia e educação. Petrópolis, RJ: Vozes, 1999.

DEL PRETTE, Zilda Aparecida Pereira; DEL PRETTE, Almir. Psicologia das relações interpessoais: vivências para o trabalho em grupo. 3. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2004.

______. Psicologia das Habilidades Sociais na Infância: teoria e prática. 3. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2008.

LESSA, Tatiane Cristina Rodrigues; FELICIO, Natalia Costa de; ALMEIDA, Maria Amélia. Práticas Pedagógicas e Habilidades Sociais: possibilidade de pesquisa de intervenção com professores. Psicologia Escolar e Educacional. São Paulo, v. 21, n. 2, p. 167-174, 2017. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/pee/v21n2/2175-3539-pee-21-02-00167.pdf>. Acesso em: 07 de janeiro de 2019.

SILVA, Ana Paula Casagrande; DEL PRETTE, Almir; DEL PRETTE, Zilda Aparecida Pereira. Brincando e Aprendendo Habilidades Sociais. Jundiaí: Paco Editorial, 2013.

TODOROV, João Claudio. O conceito de contingência tríplice na análise do comportamento humano. Psicologia, Teoria e Pesquisa, Brasília, v.1, n.1, p.75-88, jan. abr. 1985. Disponível em:<http://periodicos.unb.br/index.php/revistaptp/article/view/20279>. Acesso em: 05 de janeiro de 2019.

TOGNON, Alencar Venâncio Silva; DIAS, Renan. Bandeira; DIAS, Talita Pereira. Brincadeiras pré-escolares e psicologia do desenvolvimento: um diálogo possível a favor de recursos para promoção de Habilidades Sociais. Revista UNIFEV: Ciência e Tecnologia, v. 2, n. 2, p.89-102, jan. mar. 2017. Disponível em: http://periodicos.unifev.edu.br/index.php/RevistaUnifev/article/view/377/318 . Acesso em: 10 de outubro de 2018.

Publicado
2019-10-02
Como Citar
Leão, B. K. N. de S., Andrade, F. C. B. de, Mendes, K. T. L. C., & Silva, E. J. T. da. (2019). Aprendizagem de habilidades sociais em interações lúdicas na educação infantil. Revista Educare, 3(2), 22 páginas. Recuperado de https://periodicos.ufpb.br/index.php/educare/article/view/48317
Seção
Fluxo contínuo