CAMPOS EXPERIMENTAIS NO CURRÍCULO DO ENSINO MÉDIO, EM ÁREAS DE ASSENTAMENTOS NO SEMIÁRIDO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1983-1579.2021v14n2.58079

Palavras-chave:

Educação do Campo, Campo Experimental, Currículo, Projeto Político Pedagógico

Resumo

Como se constituem e funcionam os “campos experimentais” no currículo do ensino médio? qual sua importancia e contribuição para a formação dos jovens camponeses de áreas de assentamento em região semiárida?, a partir destas indagações buscamos compreender a constituição e funcionamento do campo experimental no currículo da Escola Estadual de Ensino Médio João dos Santos de Oliveira, destacando sua importância para a formação dos estudantes camponeses. O aporte teórico do texto se dá a partir dos estudos de Caldart (2009) e Molina(1999), Souza, Nascimento e Silva (2013); Veiga (1998) e Vasconcelos (2002); Moreira e Silva (1994), e Reis e Rocha (2019). A pedagogia do Movimento Sem Terra (2006) também se constitui numa referência central para a presente discussão. O texto resulta de uma pesquisa qualitativa, documental, cuja fonte principal é o Projeto Político Pedagógico da escola e alguns relatórios pedagógicos. O estudo aponta que os Campos experimentais possibilitam: estreitar o trabalho pedagógico da escola no ambito da agroecologia com a prática agroecológica das famílias dos educandos(as); maior conhecimento e renovação das práticas de agricultura familiar camponesa apropriada a região semiárida, realizada nas comunidades; maior  conhecimento da procedência das sementes e incentivo à preservação da semente crioula. Assim, os Campos Experimentais se constituem como lugar de ex-perimentum de práticas educativas de Convivência com a região semiárida, a partir da escola.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Ana Célia Silva Menezes, Universidade Federal da Paraíba, Brasil.

Doutora em Educação pela Universidade Federal da Paraíba e professora desta mesma Universidade.

Edmerson dos Santos Reis, Universidade do Estado da Bahia, Brasil.

Doutorado em Educação pela Universidade Federal da Bahia e professor titular da Universidade do Estado da Bahia.

Francisca Livramento da Silva, Movimento dos Trabalhadores sem Terra, Ceará/Brasil.

Pedagoga e Educadora Popular do Movimento dos Trabalhadores sem Terra, Ceará/Brasil.

Referências

BRASIL. Lei de diretrizes e Bases da Educação. 9.394/96. Brasília: Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: 21 de jan de 2020.

BRASIL. Resolução CNE/CEB n.º 1, de 3 de abril de 2002. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/escola-de-gestores-da-educacao-basica/323-secretarias-112877938/orgaos-vinculados-82187207/13200-resolucao-ceb-2002. Acesso em: 21 de jan de 2020.

BRASIL. Resolução CNE/CEB nº 2, de 28 de abril de 2008. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/escola-de-gestores-da-educacao-basica/323-secretarias112877938/orgaos-vinculados-82187207/12759-resolucoes-ceb-2008. Acesso em 21 de jan de 2020.

CALDART, Roseli Salete. Contribuições para a construção de um projeto de Educação do Campo / Mônica Castagna Molina e Sônia Meire Santos Azevedo de Jesus (organizadoras). Brasília, DF: Articulação Nacional "Por Uma Educação do Campo, 2004. Coleção Por Uma Educação do Campo, nº 5.

CALDART, Roseli Salete. Educação do campo: notas para uma análise de percurso.Trab. Educ. Saúde, Rio de Janeiro, v. 7, n. 1, p.35-64, mar. 2009

MOLINA, Monica. Educação do Campo. In: org. CALDART, Roseli Salete. Dicionário da Educação do Campo. Ed., 2. Rio de Janeiro, São Paulo: Expressão popular,2012.

MOREIRA, Antônio Flávio; SILVA, Tomaz Tadeu da. Currículo, cultura e sociedade. São Paulo: Cortez Editora, 1994.

PACHECO, José Augusto. Escritos Curriculares. São Paulo: Cortez, 2005

KOLLING, Edgar Jorge; NERY, Israel José; MOLINA, Mônica Castagna. Brasília, DF: Articulação Nacional "Por Uma Educação do Campo”, 1999. nº 1.

MOVIMENTO DOS TRABALHADORES RURAIS SEM TERRA (MST). Princípios da educação no MST. Caderno de Educação. MST, n.8, 1996.

MOVIMENTO DOS TRABALHADORES RURAIS SEM TERRA (MST). CAMINHOS DA EDUCAÇÃO BÁSICA DE NÍVEM MÉDIO PARA A JUVENTUDE DAS ÁREAS DE REFORMA AGRÁRIA. Documento Final do 1° Seminário Nacional sobre Educação Básica de Nível Médio nas Áreas de Reforma Agrária. Luziânia/GO, 18ª 22 de Setembro, 2006.

REIS, Edmerson dos Santos. O projeto político-pedagógico nas escolas do campo – um instrumento essencial. In: LIMA, Elmo de Souza; SOUZA, Ariosto Moura de. Diálogos sobre a Educação do Campo. Teresina, Piauí: EDUFPI, 2011.

REIS, Edmeron dos Santos Reis; ROCHA, Adma Hermenegildo. A contextualização curricular insurgente no semiárido brasileiro e a ressignificação dos saberes escolares. In: Reis, Edmerson dos Santos; Teles, Edilane Carvalho. Contextualizar a educação, dar sentido aos saberes. Curitiba: Editora CRV, 2019.

SOUSA, Maria Leomar Pereira de; NASCIMENTO, Cristiane Mendes do; SILVA, José Jonas Borges da. A POLÍTICA DE ENSINO MÉDIO NO CAMPO: a experiência da Escola Roseli Nunes, Assentamento Cigra, Lagoa Grande do Maranhão - MA. 2013. Disponível em: http://www.joinpp.ufma.br/jornadas/joinpp2013/JornadaEixo2013/anais-eixo3-estadolutassociaisepoliticaspublicas/pdf/apoliticadeensinomedionocampo.pdf. Acesso em: 17 mar. 2019.

VASCONCELOS, Celso dos Santos. Planejamento: Projeto de Ensino- Aprendizagem e Projeto Político pedagógico. São Paulo: Leberdad, 2002.

VEIGA, Ilma Passos da. Projeto político-pedagógico da escola: uma construção coletiva. In: VEIGA, Ilma Passos da (org.). Projeto político-pedagógico da escola: uma construção possível. Campinas: Papirus, p.11-35. 1998.

Sites Consultados

SEDUC, 2019. Disponível em: www.seduc.am.gov.br Acesso em 05/03/2021

INEP, 2021. Disponível em: www.inep.gov.br. Acesso em 05/03/2021

Downloads

Publicado

2021-06-09

Como Citar

MENEZES, A. C. S. .; REIS, E. dos S. .; SILVA, F. L. da . CAMPOS EXPERIMENTAIS NO CURRÍCULO DO ENSINO MÉDIO, EM ÁREAS DE ASSENTAMENTOS NO SEMIÁRIDO . Revista Espaço do Currículo, [S. l.], v. 14, n. 2, p. 1–12, 2021. DOI: 10.22478/ufpb.1983-1579.2021v14n2.58079. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/rec/article/view/58079. Acesso em: 18 set. 2021.