O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A identificação de autoria deste trabalho foi removida do arquivo e da opção Propriedades no Word, garantindo desta forma o critério de sigilo da revista conforme instruções disponíveis em Assegurando a Avaliação por Pares Cega.
  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, justificar em "Comentários ao Editor".
  • Os arquivos para submissão estão em formato .doc ou .docx e não ultrapassam 2Mb.
  • O arquivo com o texto tem, em sua primeira folha, o título, o resumo, as palavras-chave em Português e em Inglês ou Espanhol.
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na seção Sobre a Revista.
  • O texto tem no máximo dois autores e pelo menos um dos autores possui titulo de doutor? Se não, justifique em "Comentários ao Editor".
  • Irei anexar o parecer do Comitê de Ética como documento suplementar se a pesquisa envolveu humanos.
  • Nós mencionamos nos comentários ao editor a modalidade na qual o texto se vincula.

Diretrizes para Autores

1. A Revista Espaço do Currículo não cobra taxas para submissão e publicação de artigos.

2. A Revista Espaço do Currículo (REC) aceita textos para publicação nas seguintes modalidades:

I. Artigos

Descrição: entende-se por artigo científicos produções resultantes de pesquisas empíricas e análises sobre políticas e práticas curriculares que centrem sua discussão na área da Educação, especificamente os estudos sobre o currículo.

II. Ensaios

Descrição: por ensaios compreende-se os estudos e debates teóricos e/ou metodológicos sobre o estado da arte acerca de temáticas voltadas ao campo da Educação, como ênfase nas Políticas e Práticas Curriculares.

III. Resenhas

Descrição: são consideradas resenhas textos que privilegiem as obras (livros, coletâneas, filmes e documentários) de relevância na área da Educação, com ênfase nos estudos da políticas e práticas curriculares.

IV. Entrevistas

Descrição: nessa modalidade estão contempladas as produções com autores, autoridades reconhecidas no campo acadêmico, dirigentes de movimentos organizados, artistas e outras personalidades que contribuam para o debate da área de educação, com foco no estudo das Políticas e Práticas Curriculares.

V. Informes de publicações

Descrição: espaço para socialização de Monografias, Dissertações, Teses, livros, filmes, documentários e outras obras na área de Educação, em especial as que possuem foco nas Políticas e Práticas Curriculares.

3. Os textos, em português, espanhol ou inglês, devem ser inéditos. Relatos de pesquisa ou experiência devem ser transformados em artigos para publicação nessa revista científica, conforme as diretrizes da REC.

4. Os trabalhos recebidos para publicação são submetidos à seleção prévia do editor científico da seção a que se destina o texto. As seções estão circunscritas às seguintes temáticas: Políticas de currículo e formação em administração e gestão educacional; Gênero e diversidade sexual nos currículos; CURRÍCULO: múltiplas dimensões e Informes de Publicação ou outras seções temáticas que possam estar abertas.

5. A seleção dos artigos para publicação toma como referência sua contribuição à Educação, dentro da linha editorial da revista. Também são fundamentais a originalidade do tema ou do tratamento dado ao assunto, a consistência e o rigor da abordagem teórica-metodológica e a qualidade do texto.

6. Os arquivos dos textos devem ser encaminhados somente mediante cadastro realizado por meio do site da revista (http://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/rec/index).

7. Todos os dados de identificação dos autores deverão ser, OBRIGATORIAMENTE, digitados diretamente nos campos apropriados da página de cadastramento do artigo e do/a(s) autor/a(s) no sistema, incluindo nome completo do/a autor/a ou autores, endereço postal, telefone, ORCID ID , e-mail e uma breve descrição do currículo, no máximo três linhas, que deve conter e titulação e filiação institucional. Esses dados não devem constar do arquivo Word (ou compatível) enviado pelo portal.

8. Os manuscritos submetidos, quando derivados de estudos que envolvem seres humanos, devem obrigatoriamente ter sido aprovado por Comitê de Ética em Pesquisa, conforme preconizam as diretrizes e normas da Resolução 510/16. Os autores deverão inserir a cópia digitalizada da declaração de aprovação do Comitê de Ética em pesquisa da instituição como documento complementar.

9. Os manuscritos devem ter no máximo dois autores.

10. Pelo menos um dos autores do texto deve possuir o título de Doutor.

11. Os arquivos para submissão devem estar no formato .doc ou .docx e não devem ultrapassar os 2 Mb.

12. Solicitamos que as normas sejam cuidadosamente seguidas; caso contrário, os textos enviados não serão considerados para avaliação. Ver:

- Normas técnicas gerais

- Estrutura para Artigo e Ensaio

- Estrutura para Entrevista

- Estrutura para Resenha

- Estrutura para Informe de publicação

13. A modalidade a qual o texto se enquadra (Artigo, Ensaio, Resenha, Entrevista ou Informes de publicação) deve ser mencionada nos comentários ao editor.

Currículos, docência e cotidianos

Serão priorizados textos que estabeleçam um debate em torno das relações que se estabelecem entre políticas educacionais oficiais e políticaspráticas cotidianas (OLIVEIRA, 2013), entendendo que essas últimas modificam, reinventam e usam a seu modo (CERTEAU, 1994) aquilo que lhes é dado para consumo. Compreendendo com Ball (2016) que as políticas educacionais não são implementadas nem aplicadas, mas sim encenadas nas escolas pelos seus praticantespensantes (OLIVEIRA, 2012), buscamos neste dossiê demonstrar, por meio daquilo que nos trazem os diferentes autores, que os processos de regulação autoritária desenvolvidos no país desde 2016 não são, e não poderiam ser, capazes de apagar a riqueza de possibilidades e de criações curriculares que se colocam nas diferentes realidades e são objeto de reflexões teóricas distintas.

Políticas de currículo e formação em administração e gestão educacional

A seção aceita para avaliação propostas que se integrem nos seguintes eixos: i) políticas curriculares para a formação/capacitação de gestores escolares; ii) colegialidade e unipessoalidade na gestão das escolas; iii) os cânones da nova gestão pública, as pressões performativas e a governação das escolas; iv) políticas de (des)centralização e autonomia no governo das escolas; v) gestão democrática e promoção da igualdade de oportunidades.

Diversidade(s) e diferença(s) no(s) currículo(s)

Esta seção da Revista Espaço de Currículo recebe artigos, ensaios, entrevistas e resenhas que abordem temáticas articuladas às relações da(s) diversidade(s) e/ou diferença(s) de sujeitos/práticas/discursos em interface com o campo do currículo. Espera-se que sejam apresentados resultados de pesquisa e/ou de intervenções didático-pedagógicas que dialoguem com a noção de diferença em seu sentido amplo. Debates relativos à classe social, gênero, etnia, sexualidade, religião, geração, linguagem, dentre outros, que possam problematizar a forma como as diversidades e/ou diferenças são produzidas e reificadas por meio de relações de poder, bem como suas implicações em escolas e demais espaços educativos serão bem-vindos.

Demanda Contínua

A seção destina-se a publicação de textos que tematizem pesquisas sobre: currículo e conhecimento escolar; currículo: saberes e práticas, - currículo e multiplicidades de saberes, currículo em espaços escolares e não escolares.

Resenhas

Que privilegiem as obras (livros, coletâneas, filmes e documentários) de relevância na área da Educação, com ênfase nos estudos da políticas e práticas curriculares.

Entrevistas

Esta seção é dedicada a entrevistas com autores, autoridades reconhecidas no campo acadêmico, dirigentes de movimentos organizados, artistas e outras personalidades que contribuam para o debate da área de educação, com foco no estudo das Políticas e Práticas Curriculares.

Informes de publicações

Espaço para socialização de Monografias, Dissertações e Teses na área de Educação, como foco nas Políticas e Práticas Curriculares.

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades.