A mediação docente diante das dificuldades de aprendizagem dos alunos no contexto dos anos iniciais do ensino fundamental

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.2359-7003.2023v32n1.59912

Palavras-chave:

Mediação docente, Teoria histórico-cultural, dificuldades de aprendizagem

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo refletir sobre a mediação docente em sala de aula, a fim de compreender que aspectos considerar no trabalho pedagógico com os discentes que apresentam dificuldades de aprendizagem, tendo como referência os princípios da teoria histórico-cultural. Para tanto, fez-se uso de uma revisão bibliográfica na qual se aborda a base epistemológica da teoria histórico-cultural, adentra-se na compreensão das dificuldades de aprendizagem discente no contexto escolar, desembocando em autores que tratam da mediação docente com alunos que apresentam dificuldades em seus processos de aprendizagem. Ao final deste trabalho, constata-se que as dificuldades de aprendizagem são provenientes não apenas de fatores cognitivos, mas também de aspectos sociais e culturais, e o quão imprescindível é o papel do educador enquanto mediador, que através de interações fundamentadas no diálogo, na cooperação, mediando situações a partir das potencialidades do educando, torna viável a superação das dificuldades de aprendizagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Erica Dantas da Silva, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

Mestre em Ensino pela Universidade Estadual do Rio Grande do Norte.

Maria da Conceição Costa, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

Graduada em Pedagogia pela UERN (2000), com especialização em Formação de Professor pela UERN (2003), mestrado em Educação pela UFRN (2005) e doutorado em Educação pela USP (2015). Atualmente é Profa. Adjunto IV do Curso de Pedagogia, do Departamento de Educação/CAPF - Campus Avançado de Pau dos Ferros/UERN. É Professora Permanente do Mestrado Acadêmico em Ensino, do Programa de Pós-graduação em Ensino - PPGE, da UERN. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Ensino e Aprendizagem na Educação Infantil e nos Anos Iniciais, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino; aprendizagem, (in)disciplina e alfabetização

Signey Everton Edival de Sousa, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba

Graduando em Engenharia Civil pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba.

Referências

BARBOSA, Eduardo Fernandes; MOURA, Dácio Guimarães. Metodologias ativas de aprendizagem na Educação Profissional e Tecnológica. Boletim Técnico do Senac, Rio de Janeiro, v. 39, n. 2, p. 48-67, maio/ago. 2013. Disponível em: https://bts.senac.br/bts/article/view/349. Acesso em: 21 jun. 2021.

BARROCO, Sonia Mari Shima. A educação especial do novo homem soviético e a psicologia de L. S. Vygotsky: implicações e contribuições para a psicologia e a educação atuais. 414 f. (Tese de doutorado) – Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar, Universidade Estadual Paulista, 2007. Disponível em: https://repositorio.unesp.br/handle/11449/101588. Acesso em: 05 jun. 2021.

CHARLOT, Bernard. Da relação com o saber às práticas educativas. São Paulo: Cortez Editora, 2014.

CIASCA, Sylvia Maria; ROSSINI, Sonia Dores Rodrigues. Distúrbio de aprendizagem: mudanças ou não? Correlação de dados de uma década de atendimento. Temas sobre desenvolvimento, v. 8, n. 48, p. 11-16, jan./fev. 2000. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/lil-270107. Acesso em: 30 maio 2021.

FONSECA, Vitor. Introdução às dificuldades de aprendizagem. Rio de Janeiro: Icobe, 1987.

FONTANA, Roseli; CRUZ, Maria Nazaré. Psicologia e trabalho pedagógico. São Paulo: Atual, 1997.

GASPARIN, João Luiz. Uma didática para a pedagogia histórico-crítica. Campinas: Autores Associados, 2012.

GOMES, Cláudia Aparecida Valderramas; MELLO, Suely Amaral. Educação escolar e constituição do afetivo: algumas considerações a partir da Psicologia Histórico Cultural. Revista Perspectiva, Florianópolis, v. 8, n. 2, p. 677-694, jul. /dez. 2010. Disponível em: https://repositorio.unesp.br/handle/11449/126752. Acesso em: 17 jun. 2021.

GONZÁLEZ, Abel Gustavo Garay; MELLO, Maria Aparecida. Vygotsky e a teoria - histórico cultural: bases conceituais Marxistas. Cadernos da Pedagogia, São Carlos, v. 7, n. 14, p. 19-33, jan. /jun. 2014. Disponível em: http://www.cadernosdapedagogia.ufscar.br/index.php/cp/article/view/621/237. Acesso em: 25 maio 2021.

IMBERNÓN, Francisco. Ensinar, aprender e se comunicar no Ensino Médio. In: PUENTES, Roberto Valdés; LONGAREZI, Andréa Maturano; AQUINO, Orlando Fernández (Org.). Ensino Médio: estado atual, políticas e formação de professores. Uberlândia: EDUFU, 2012.

JUNCKES, Rosani Casanova. A prática docente em sala de aula: mediação pedagógica. In: SIMPÓSIO SOBRE FORMAÇÃO DE PROFESSORES EDUCAÇÃO BÁSICA, 5., 2013, Tubarão. Anais [...]. Tubarão: Universidade do Sul de Santa Catarina; UNISUL, 2013. Disponível em: https://docplayer.com.br/7884322-A-pratica-docente-em-sala-de-aula-mediacao-pedagogica.html. Acesso em: 01 jun. 2021.

KIRK, Samuel; GALLAGHER, James John. Educação da criança excepcional. Tradução Marilia Zanella Sanvicente. São Paulo: Martins Fontes, 1996.

LEONTIEV, Alexis. O desenvolvimento do psiquismo. Trad. Rubens Eduardo Frias. São Paulo: Centauro, 2004.

LOWENFELD, Viktor; BRITTAIN, William Lambert; CABRAL, Alvaro. Desenvolvimento da capacidade criadora. São Paulo: Mestre Jou, 1977.

MARX, Karl. O capital. Crítica da economia política. Trad. Rubens Enderle. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1999.

MARX, Karl. Contribuição à crítica da economia política. Tradução Florestan Fernandes. São Paulo: Expressão Popular, 2008.

OSTI, Andreia. As dificuldades de aprendizagem na concepção do professor. 2004. 149fl. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação, Campinas, SP. Disponível em: http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/253593. Acesso em: 03 maio 2021.

POTT, Eveline Tonelotto Barbosa. O “problema” dos problemas de aprendizagem. Revista Psicopedagogia, São Paulo, v. 35, n. 108, p. 357-361, set./dez. 2018. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84862018000300011. Acesso em: 11 jun. 2021.

TULESKI, Silvana Calvo; EIDT, Nadia Mara. Repensando os distúrbios de aprendizagem a partir da psicologia histórico cultural. Psicologia em estudo, Maringá, v. 12, n. 3, p. 531-540, set/dez. 2007. Disponível em: https://www.scielo.br/j/pe/a/DvMJPRVJ5TpjLcnzhMcBwvt/?lang=pt. Acesso em: 07 jun. 2021.

VYGOTSKY, Lev Semyonovich. Psicologia pedagógica. Edição Comentada. Trad. Claudia Schilling. Porto Alegre: Artmed, 2003.

VYGOTSKY, Lev Semenovich et al. Pensamento e linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 2008.

VYGOTSKY, Lev Semyonovich; LURIA, Alexander Romanovich; LEONTIEV, Alexis. Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem. Tradução Maria da Pena Villalobos. São Paulo: Ícone, 2010.

Downloads

Publicado

2023-03-03

Como Citar

DANTAS DA SILVA, E.; COSTA, M. da C. .; EVERTON EDIVAL DE SOUSA, S. . A mediação docente diante das dificuldades de aprendizagem dos alunos no contexto dos anos iniciais do ensino fundamental. Revista Temas em Educação, [S. l.], v. 32, n. 1, p. e-rte321202325, 2023. DOI: 10.22478/ufpb.2359-7003.2023v32n1.59912. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/rteo/article/view/59912. Acesso em: 27 maio. 2024.