As contribuições do legado de Paulo Freire para a educomunicação:

um estudo sobre a Rede Coque Vive

Autores

Palavras-chave:

Paulo Freire, Educomunicação, Rede Coque Vive, Diálogo, Projeto de Extensão

Resumo

Neste artigo, buscamos refletir sobre as contribuições de Paulo Freire (1921-1997) para a educomunicação, enquanto campo de reflexão e de intervenção para a conscientização e libertação dos indivíduos, e seus desdobramentos em um projeto de extensão, vinculado a uma rede associacionista, a Rede Coque Vive. Enfatizamos nesse estudo uma perspectiva de educomunicação que valoriza a ação do sujeito para decodificar a sua realidade na criação de um espaço legítimo de diálogo social e de emancipação. Desse modo, verifica-se a importância de constantemente revisitarmos o pensamento freireano para compreendermos a educomunicação como um processo de emancipação humana e de transformação social, em um movimento de resistência ao modelo estabelecido, para fazer emergir novas possibilidades de educação, de comunicação e de estar no mundo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Doriele Andrade Duvernoy, Universidade de Pernambuco

Doutora em Educação (Université Lumière Lyon 2), Professora do Curso de Pedagogia e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade de Pernambuco, líder do grupo de pesquisa Políticas Educacionais, Sujeitos, Docência e Currículo (cadastrado no CNPq). doriele.andrade@upe.br

Jean-Claude Régnier, Université Lumière Lyon 2

Possui graduação em Matemática - Université de Bourgogne Dijon (FRA) (1973), mestrado em Matemática e em Didática da Matemática - Université Nancy1 Nancy (FRA) (1980) e doutorado em Matemática e Didática da Matemática - Université Louis Pasteur Strasbourg (FRA) (1983). Realizou também o mestrado em Ciências da Educação - Université de Lyon - Université Lumière Lyon 2 (FRA) (1986). É Doutor dEtat-HDR em Ciências e Teorias das Formas da Educação - Université Marc Bloch Strasbourg (FRA) (2000). Atualmente é professor Émérite des Universités (Classe Exceptionnelle) - Université de Lyon (FRA).

Referências

ALVES, K. L.; TONNETTI, F. A. Viver é lutar: perspectivas políticas na coleção didática para a alfabetização de adultos do Movimento de Base. Educação em Revista, v. 37, 2021. DOI : 10.1590/0102-4698225250. Disponível em: https://www.scielo.br/j/edur/a/Yc4C8JkQLStnmnRdSs6tZYC/?lang=pt Acesso em: 08 mar. 2022.

ARROYO, M. G. Outros sujeitos, outras pedagogias. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.

BENET, J. T. Repercussões da obra de Freire. In: GADOTTI, M. Paulo Freire, uma bibliografia. Brasília: São Paulo: Cortez, Instituto Paulo Freire/UNESCO, 1996

CITELLI, A. O.; SOARES, I. de O.; LOPES, M. I. V. de. Educomunicação: referências para uma construção metodológica. Comunicação & Educação, v. 24, n. 2, p. 12-25, 2019. Disponível em: DOI: https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v24i2p12-25 Acesso em: 18 jun. 2020.

COSTA, M. C. C.; ROMANINI, V. A educomunicação na batalha contra as fake news. Comunicação & educação, v. 24, n. 2, p. 66-77, 2019. Disponível em: DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v24i2p66-77 Acesso em: 30 out. 2021.

FREIRE, P. Extensão ou comunicação? Rio de Janeiro: Editora Paz e Terra, 2010.

FREIRE, P. Educação e mudança. 41. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2011.

FREIRE, P. Pédagogie de l'autonomie: savoirs nécessaires à la pratique éducative. Tradução: Jean-Claude Régnier. Ramonville-Saint-Agne: Erès, 2006.

FREIRE, P. Professora sim, tia não. Cartas a quem ousa ensinar. 30. ed. São Paulo: Olho d’Agua, 2012.

FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido. 42. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005.

FREIRE, P. Política e Educação. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2001a.

FREIRE, P. Educação como prática de liberdade. São Paulo: Paz e Terra, 2001b.

FREIRE, P. A Educação na Cidade. São Paulo: Cortez, 1991.

FREIRE, P.; GUIMARÃES, S. Educar com a mídia: novos diálogos sobre educação. São Paulo: Paz e Terra, 2013.

FREITAS, A. S. Fundamentos para uma sociologia crítica da formação humana: um estudo sobre o papel das redes associacionistas. 2005. Tese (Doutorado) – Programa de Pós-Graduação em Sociologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2005.

GADOTTI, M (org.). Paulo Freire: uma biobibliografia. São Paulo: Cortez, 1996.

KAPLUN, M. El comunicador popular (O comunicador popular). Quito: Ciespal, 1985.

KAPLUN, M. Uma Pedagogía de la Comunicación. Madrid: Ediciones de la Torre, 1998.

KAPLUN, M. Processos educativos e canais de comunicação. Comunicaçao & Educação, São Paulo, v.14. jan./abr. 1999. Disponível em: DOI: https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v0i14p68-75 Acesso em: 30 jan. 2020.

MARQUES, M. F. Rádio comunitária e Educação Ambiental: análise da relação entre prática educomunicativa e concepção de meio ambiente de jovens comunicadores. 2011. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática e Tecnológica) - Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.

MARTIN-BARBERO, J. Desafios culturais da comunicação à educação. Comunicação & Educação, v. 6, n. 18, 51-61. 2000. Disponível em: https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v0i18p51-61 Acesso em: XXX. Acesso em: 10 jun. 2020.

MARTIN-BARBERO, J. Comunicação plural: alteridade e sociabilidade. Comunicação & Educação, n. 9, 39-48. 1997. Disponível em: https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v0i9p39-48 Acesso em: XXX. Acesso em: 15 abr. 2020.

MARTIN-BARBERO, J. Dos meios às mediações: comunicação, cultura e hegemonia. Rio de Janeiro: Editora da UFRJ, 2001.

MELO SILVA, A. C. de S. O enigma da comunicação comunitária: segurança, segregação e vínculo a partir da experiência de grupos de comunicação em periferias do Recife. 2010. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.

SILVA, I. F. C. F. Discurso sobre espaços populares na Web: investigação de estigmas sobre a comunidade do Coque. 2011. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.

SOARES, I. de O. Educomunicação: as múltiplas tradições de um campo emergente de intervenção social na Europa, Estados Unidos e América Latina. Brasília: IPEA, 2013. Disponível em: https://www.eca.usp.br/acervo/producao-academica/002442869.pdf. Acesso em: 21 jul. 2019.

Downloads

Publicado

2022-12-15

Como Citar

SILVA DE ANDRADE COSTA DUVERNOY, D.; RÉGNIER, J.-C. As contribuições do legado de Paulo Freire para a educomunicação: : um estudo sobre a Rede Coque Vive. Revista Temas em Educação, [S. l.], v. 32, n. 1, p. e-rte321202304, 2022. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/rteo/article/view/63886. Acesso em: 29 maio. 2024.

Edição

Seção

RELATOS DE EXPERIÊNCIA