O PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO COMO PRINCÍPIO ORIENTADOR DAS PRÁTICAS ESCOLARES

THE POLITICAL-PEDAGOGICAL PROJECT AS A GUIDING PRINCIPLE FOR SCHOOL PRATICES

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.2359-7003.2020v29n2.52963

Palavras-chave:

Participação coletiva, Projeto Político Pedagógico, Ensino-aprendizagem

Resumo

O presente trabalho objetiva evidenciar a importância da construção e consolidação das ações contidas no Projeto Político Pedagógico (PPP) para o melhor desenvolvimento das atividades escolares, tendo como meta a formação de cidadãos críticos e reflexivos, contribuindo, desse modo, com as transformações sociais. O estudo está ancorado na abordagem qualitativa, por intermédio da pesquisa bibliográfica, embasado em autores que apresentam um posicionamento dialógico e apontam caminhos possíveis para a construção do PPP, sendo que este vai além de um simples documento, devendo constar as ações a serem colocadas em prática pelos agentes que compõem o meio escolar, objetivando a qualidade permanente da educação, uma vez que o foco principal do PPP deve ser o ensino e a aprendizagem. Enfatizamos a construção coletiva do projeto, no sentido de envolver toda a comunidade e fazê-la refletir sobre o quanto se torna necessário e imprescindível tornar-se parte desse processo, enquanto sujeito consciente e responsável por tomar para si um desafio que busca tornar a sociedade um espaço mais igualitário, promotor de uma educação inclusiva, democrática, cidadã e, acima de tudo, de qualidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisco Jeovane do Nascimento, Universidade Estadual do Ceará (UECE) / Secretaria da Educação Básica do Ceará (SEDUC/CE).

Licenciado em Matemática pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA/CE); Especialista em Ensino de Matemática pela Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE); Mestre e Doutorando em Educação pela Universidade Estadual do Ceará (UECE); Professor da rede estadual de ensino cearense (SEDUC/CE); Integrante do Grupo de Pesquisa Docência no Ensino Superior e na Educação Básica (GDESB); Bolsista da Fundação Cearense de Apoio à Pesquisa (FUNCAP).

 

Rita de Cássia do Nascimento, Secretaria da Educação Básica do Estado do Ceará (SEDUC/CE)

Possui graduação em Letras pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (2004); Especialização em Gestão Escolar, Coordenação Pedagógica e Supervisão Educacional pela Faculdade Kurios (2018) e Especialização em Língua Portuguesa pela Faculdade de Tecnologia do Nordeste (2008). Atualmente é Professora da Secretaria da Educação Básica do Ceará (SEDUC/CE). Tem experiência na área de Educação. 

Maria Socorro Lucena Lima, Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Doutora em Educação na área de Didática, Teorias de Ensino e Práticas Escolares pela Universidade de São Paulo - USP (2001) com Pós-doutorado em Educação junto ao Departamento de Metodologia de Ensino e Educação Comparada na Universidade de São Paulo-USP (2007), com Estágio na Universidade do Minho-Portugal. Mestre em Educação Brasileira pela Universidade Federal do Ceará - UFC (1995), Graduada em Letras (1971) e em Pedagogia (1978) pela Universidade Regional do Cariri - URCA. Integra o quadro de pesquisadores do Programa de Pós-Graduação em Educação-PPGE da Universidade Estadual Estadual - UECE, na linha Docência no Ensino Superior e na Educação Básica. Foi Professora Visitante na Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira - UNILAB 2017-2019. Pertence ao Grupo de Estudos e Pesquisas em Formação de Educadores - GEPEFE e Grupo de Estudos e Pesquisas sobre a Formação do Educador e ELOSS - Educação e Cooperação Su -Sul - UNILAB.Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Didática e Estágio Curricular Supervisionado, trabalho docente, práticas escolares, docência no ensino superior e formação continua e professores.

Referências

BRASIL, Lei n.13.005, aprova o Plano Nacional de Educação (PNE) 2014/2024 e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília/DF, 26 de junho de 2014. Disponível em <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2014/lei/l13005.htm>. Acesso em 25 abr. 2020.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Senado Federal. Brasília/DF: Centro Gráfico, 1988.

BRASIL/MEC. Lei 9.394, Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília, 1996. Diário Oficial da União, Brasília/DF, 26 de dezembro de 1996. Disponível em < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm>. Acesso em 25 abr. 2020.

CHIZZOTTI, Antonio. Pesquisa qualitativa em ciências humanas e sociais. 6. ed. Petropólis/RJ: Vozes, 2014.

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Minidicionário Século XXI Escolar. 4. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: Saberes necessários à prática educativa. 25. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2002.

FREITAS, Luiz Carlos de et al. Dialética da inclusão e da exclusão: por uma qualidade negociada e emancipadora nas escolas. In: GERALDI, Corinta Maria Grisolia; RIOLFI, Claúdia Rosa; GARCIA, Maria de Fátima (Org.). Escola viva: elementos para a construção de uma educação de qualidade social. São Paulo: Mercado de Letras, 2004, p. 61-88.

LIBÂNEO, José Carlos. Organização e Gestão da Escola: Teoria e prática. 5. ed. Goiânia: Alternativa, 2004.

LIBÂNEO, José Carlos; OLIVEIRA, João Ferreira de; TOSCHI, Mirza Seabra. Educação Escolar: Políticas, estrutura e organização. São Paulo: Cortez, 2003.

LIMA, Telma Cristiane Sasso de; MIOTO, Regina Célia Tamaso. Procedimentos metodológicos na construção do conhecimento científico: a pesquisa bibliográfica. Revista Katálysis, Florianópolis, v.10, mai. 2007. p. 37-45. Disponível em <https://periodicos.ufsc.br/index.php/katalysis/article/view/S141449802007000300004/5742>. Acesso em: 25 abr. 2020.
PADILHA, Paulo Roberto. Planejamento Dialógico: Como construir o projeto político pedagógico das escolas. São Paulo: Cortez, 2005.

PATTO, Maria Helena Souza. A produção do fracasso escolar - histórias de submissão e rebeldia. 4. ed. São Paulo: Editora Intermeios, 2015.

SÁNCHEZ GAMBOA, Silvio. Pesquisa em educação: métodos e epistemologias. 2 ed. Chapecó/SC: Argos, 2012.

SAVIANI, Dermeval. Escola e Democracia: teoria da educação; curvatura da vara, onze teses sobre educação e política. 36. ed. Campinas: Autores Associados, 2003.

SILVA, Maria Abadia. Do projeto político do Banco Mundial: ao projeto político pedagógico da escola pública brasileira, Cadernos CEDES, Campinas, v. 23, n. 61, dez. 2003. p. 283-301. Disponível em < http://www.scielo.br/pdf/ccedes/v23n61/a03v2361.pdf>. Acesso em 25 abr. 2020.

VASCONCELLOS, Celso dos Santos. Coordenação do trabalho pedagógico: do projeto político-pedagógico ao cotidiano da sala de aula. São Paulo: Libertad Editora, 2009.

VEIGA, Ilma Passos Alencastro (Org.). Projeto político-pedagógico da escola: uma construção possível. 14. ed. Campinas/SP: Papirus, 2002.

Downloads

Publicado

2020-07-30

Como Citar

NASCIMENTO, F. J. do; NASCIMENTO, R. de C. do; LIMA, M. S. L. O PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO COMO PRINCÍPIO ORIENTADOR DAS PRÁTICAS ESCOLARES: THE POLITICAL-PEDAGOGICAL PROJECT AS A GUIDING PRINCIPLE FOR SCHOOL PRATICES. Revista Temas em Educação, [S. l.], v. 29, n. 2, 2020. DOI: 10.22478/ufpb.2359-7003.2020v29n2.52963. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/rteo/article/view/52963. Acesso em: 17 jan. 2022.

Edição

Seção

ARTIGO DE REVISÃO

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)