REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE EDUCADORES E MÉDICOS SOBRE EDUCAÇÃO E EUGENIA EM PERIÓDICOS QUE CIRCULAVAM EM PERNAMBUCO (1929 A 1934)

SOCIAL REPRESENTATIONS OF EDUCATORS AND DOCTORS ON EDUCATION AND EUGENICS IN PERIODICALS THAT CIRCULATED IN PERNAMBUCO (1929 TO 1934)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.2359-7003.2020v29n3.54712

Palavras-chave:

Eugenia, Periódicos, Representações sociais

Resumo

Buscamos, neste texto, compreender as representações sociais de educadores e médicos sobre educação, higiene e eugenia, presentes em periódicos que circulavam em Pernambuco no final da década de 1920 e início da década de 1930. A presente pesquisa se baseia no conceito de representação de Roger Chartier (1990) e na concepção de eugenia apresentada por Nancy Leys Stepan (1991). Utilizamos como fontes a Revista Médica de Pernambuco, o relatório da Diretoria de Higiene - apresentado por Walmir Miranda em 1929, edições do Diário de Pernambuco do ano de 1930 e edições do Boletim de Eugenia no ano de 1929. Os dados demonstraram que a educação deixa de se preocupar apenas com o intelectual do estudante e passa a levar em consideração os fatores constitucionais ou biológicos dele. Considerando esses dados, concluímos que essa preocupação com o físico do estudante era visto como sendo um senso de responsabilidade com a sociedade. Assim, era necessário repensar a educação e os espaços escolares para impedir que um potencial fosse perdido

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Édla Silva, Universidade de Pernambuco- UPE

Licenciada em pedagogia pela Universidade de Pernambuco e pesquisadora do Grupo de Estudos Étnico-racial e Ambiental- GERA.

Adlene Silva Arantes, Universidade de Pernambuco- UPE, Campos Mata Norte

Professora Adjunta da Universidade de Pernambuco - UPE - Campus Mata Norte (FFPNM), atuando na graduação e no Mestrado Profissional de Educação- PPGE. Lidera o Grupo de Estudos Étnico- racial e Ambiental- GERA. É pesquisadora dos grupos de pesquisa: do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Cultura Escrita - UFMG e do Centro de Pesquisa em História da Educação - GEPHE- UFMG.

Referências

FONTES UTILIZADAS

ALBUQUERQUE, J. Educação Sexual da Criança. Revista Medica de Pernambuco, Recife, ano 4, n. 10, p. 256-257, out. 1934.

CAMPOS, G. de.; MACEDO, A. Contribuição à antropometria do escolar recifense. Revista Medica de Pernambuco, Recife, ano 4, n. 3, p. 125-131, mar. 1934.

CAMPOS, G. de. Distrofias dentárias nos escolares do Recife. Revista Medica de Pernambuco, Recife, ano 4, n. 9, p. 167-170, set. 1934.

CAMPOS, G. de. MACEDO, A. Contribuição à antropometria do escolar recifense. Revista Medica de Pernambuco, Recife, ano 4, n. 3, p. 125-131, mar. 1934.

DECROLY, O. A seleção dos bem dotados. Boletim de Eugenia, Rio de Janeiro, ano 1, n.10, p. 1-2, out. 1929. Disponível em: <http://old.ppi.uem.br/gephe/BE/BEAno1N10Out1929.pdf>. Acesso em: 29 ago. 2017.

GYMNASIO de Garanhuns. Diário de Pernambuco, Recife, 22 jan. 1930. Disponível em: < http://memoria.bn.br/DocReader/docmulti.aspx?bib=029033&pesq=>. Acesso em: 15 jun. 2020.

GYMNASIO do Recife. Diário de Pernambuco, Recife, 01 jan. 1930. Disponível em: < http://memoria.bn.br/DocReader/docmulti.aspx?bib=029033&pesq=>. Acesso em: 12 mai. 2020.

INSTITUTO Spencer. Diário de Pernambuco, Recife, 07 jan. 1930. Disponível em: < http://memoria.bn.br/DocReader/docmulti.aspx?bib=029033&pesq=>. Acesso em: 12 mai. 2020.

A VISITA do Governador do Estado, hontem, ao Gymnasio de Pernambuco. Diário de Pernambuco, Recife, 08 jan. 1930. Disponível em: <http://memoria.bn.br/DocReader/docmulti.aspx?bib=029033&pesq=>. Acesso em: 15 jun. 2020.

EDGAR, J. Eugenía e Patriotismo. Boletim de Eugenia, Rio de Janeiro, ano 1, n. 3, p. 2, mar. 1929. Disponível em: < http://old.ppi.uem.br/gephe/BE/BEAno1N2Fev1929.pdf>. Acesso em: 29 ago. 2017.

KEHL, R. Educação e eugenia. Boletim de Eugenia, Rio de Janeiro, ano 1, n. 9, p. 1-2, set. 1929d. Disponível em: <http://old.ppi.uem.br/gephe/BE/BEAno1N9Set1929.pdf>. Acesso em: 29 ago. 2017.

KEHL, R. Instituto Brasileiro de eugenia: ligeiro esboço – fins do instituto – O que é necessário fazer. Boletim de Eugenia, Rio de Janeiro, ano 1, n.2, p. 1, fevereiro de 1929. Disponível em: <http://old.ppi.uem.br/gephe/BE/BEAno1N2Fev1929.pdf>. Acesso em: 29 de agosto de 2017.

KEHL, R. Eugenia e eugenismo. Boletim de Eugenia, Rio de Janeiro, ano 1, n.8, p. 1, agosto de 1929c. Disponível em: <http://old.ppi.uem.br/gephe/BE/BEAno1N8Ago1929.pdf>. Acesso em: 29 ago. 2017.

Kehl, R. O nosso boletim. Boletim de Eugenia, Rio de Janeiro, ano 1, n.1, p. 1-2, jan. 1929. Disponível em: <http://old.ppi.uem.br/gephe/BE/BEAno1N1Jan1929.pdf >. Acesso em: 29 ago. 2017.

LUNDBORG, Professor. Eugenia: hereditariedade e meio. Boletim de Eugenia, Rio de Janeiro, ano 1, n 1, p. 3-4, jan. 2019. Disponível em: <http://old.ppi.uem.br/gephe/BE/BEAno1N1Jan.1929.pdf >. Acesso em: 29 ago. 2017.

HUERTA, L. Os fundamentos scientificos da eugenía. Boletim de Eugenia, Rio de Janeiro, ano 1 n. 8, p. 1-3, ago. 1929. Disponível em: <http://old.ppi.uem.br/gephe/BE/BEAno1N8Ago1929.pdf>. Acesso em: 29 ago. 2017.

PERNAMBUCO [1930]. Relatório apresentado pelo inventor federal no estado por Waldemir Miranda em 29 de dezembro de 1930. Recife: Imprensa Oficial, 1931.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

ARANTES, A. S. Discursos sobre eugenia, higienismo e racialização nas escolas primárias pernambucanas (1918-138). In: Fonseca M. V.; BARROS S. A. P. A história da educação dos negros no Brasil. Niterói: EdUFF, 2016, p. 363-394.
ARAÚJO, C. A reforma Antônio Carneiro Leão no final dos anos de 1920. Revista Brasileira de História da Educação, Campinas, n. 19, p. 119-136, jan./abr. 2009. Disponível em: <http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/rbhe/article/view/38560/20091>. Acesso em: 19 jun. 2020.

ARAÚJO, J. C. Souza. A imprensa, co-participe da educação do homem. Cadernos de História da educação, v. 1, n°. 1, 2002.

BONFIM, P. R. Educar, higienizar e regenerar: uma história da eugenia no Brasil. Jundiaí: Paco Editorial, 2017.

BURKE, P. O que é história cultural? Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2008.

CHARTIER, R. A história cultural: entre práticas e representações. Rio de Janeiro, RJ: Bertrand Brasil, 1990.

FARIA FILHO, L. M. O jornal e outras fontes para a história da educação mineira do século XIX: uma introdução. In: ARAÚJO, Jose Carlos; GATTI, Décio (org). Novos temas em história da educação brasileira: instituições escolares e educação na imprensa. Campinas: Autores associados, 2002.

GONDRA, J. G. Medicina, higiene e educação escolar. In: LOPES, E. M. T. 500 anos de Educação no Brasil. Belo Horizonte: Autêntica, 2015.

MELLO, W. Ulysses Pernambucano: o enamorado da liberdade. Revista Mnemosine, Campinas, n. 19, p. 119-136, jan./abr. 2009. Disponível em: <http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/rbhe/article/view/38560/20091>. Acesso em: 19 jun. 2020.

PACHECO, A. As implicações do conceito de representação em Roger Chartier com as noções de habitus e campo em Pierre Bourdieu. ANPUH - XXII Simpósio Nacional de História. Londrina, 2005.

PESSOA, M. S. A. A educação durante a república velha em Pernambuco: um estudo sobre a Reforma Educacional de Carneiro Leão entre os anos 1928 e 1930. 2015. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2015.

SILVA, A. A. A imprensa Pernambucana (1889-1910): aspectos teórico- metodológicos da utilização do jornal na pesquisa histórica. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2003.

STEPAN, N. L. A hora da eugenia: raça, gênero e nação na América Latina. Rio de Janeiro: Editora Focus, 2005.

SCHNEIDER, E. M.; MEGLHIORATTI, F. A. A influência do movimento eugênico na constituição do sistema organizado de educação pública do Brasil na década de 1930 In: IX Seminário ANPED SUL, 2012, Caxias do Sul, 2012. Disponível em: < http://www.ucs.br/etc/conferencias/index.php/anpedsul/9anpedsul/paper/viewFile/963/59#:~:text=Analisando%20a%20influ%C3%AAncia%20do%20movimento,ideais%20eug%C3%AAnicos%20para%20a%20educa%C3%A7%C3%A3o.>. Acesso em: 06 out. 2017.

TEIXEIRA, A. Educação no Brasil. 2. ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional – MEC, 1976.

Downloads

Publicado

2021-07-14

Como Citar

SILVA, Édla; ADLENE SILVA ARANTES. REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE EDUCADORES E MÉDICOS SOBRE EDUCAÇÃO E EUGENIA EM PERIÓDICOS QUE CIRCULAVAM EM PERNAMBUCO (1929 A 1934) : SOCIAL REPRESENTATIONS OF EDUCATORS AND DOCTORS ON EDUCATION AND EUGENICS IN PERIODICALS THAT CIRCULATED IN PERNAMBUCO (1929 TO 1934). Revista Temas em Educação, [S. l.], v. 29, n. 3, 2021. DOI: 10.22478/ufpb.2359-7003.2020v29n3.54712. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/rteo/article/view/54712. Acesso em: 24 set. 2021.

Edição

Seção

RELATOS DE PESQUISA