Percepções sobre a temática da acessibilidade no ambiente universitário:

relatos dos estudantes com deficiência visual

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.2359-7003.2023v32n1.55617

Palavras-chave:

Acessibilidade. Deficiente visual. Inclusão social. Análise de Discurso.

Resumo

Neste artigo temos como objetivo revelar aspectos subjetivos, como emoções e sentimentos, incu- tidos na fala de estudantes universitários com deficiência. Para tanto, foram convidados dez estudantes com deficiência visual vinculados ao Núcleo de Educação Especial (Nedesp) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) para participarem de uma entrevista semiestruturada sobre a temática da acessibilidade dentro da instituição. O material resultante das entrevistas foram conjugados com a pesquisa documental, compondo assim o corpo deste trabalho. A pesquisa caracteriza-se metodologicamente como descritiva e de abordagem qualitativa. As falas dos entrevistados foram analisadas sob a ótica da Análise de Discurso (AD) enquanto instrumento metodológico. Conclui-se que a intersubjetividade presente nas falas dos entrevistados revela aspectos muitas vezes abafados pela trama social, que podem significar ausência de represent-tatividade no meio acadêmico, político e social. Embora cada entrevistado, tenha ressaltado pontos específicos fundamentados na sua experiência na instituição, percebeu-se uma certa congruência e convergência entre os discursos estudados. Com destaque para sentimentos de insatisfação, desmotivação, que muitas vezes caracterizam-nos como vítimas de segregação social. Por fim, os relatos dos estudantes participantes desta pesquisa reforçam a complexidade da temática acessibilidade, que perpassa o contexto universitário.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Martins de Arruda, Universidade Federal da Paraíba

Doutorando do PPGA/UFPB

Izabel França de Lima, Universidade Federal da Paraíba

Doutora em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais(2012), mestre em Educação (2007) especialista em Gestão de Unidades de Informação (2006), graduada em Biblioteconomia (1989) e em Administração (1999) pela Universidade Federal da Paraíba. Atualmente é professora Adjunta do Departamento de Ciência da Informação, do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação do Centro de Ciências Sociais Aplicadas, líder do grupo de Pesquisa inclusoS da Universidade Federal da Paraíba. Área de pesquisa Ciência da Informação, com ênfase em Informação e tecnologia, atuando nos seguintes temas: Memória Institucional, Memória e Identidade, Repositórios institucionais, acesso e uso de informação, acessibilidade, usabilidade, inclusão digital/social/racial, informação etnicorracial. 

Maria da Luz Olegário, Universidade Federal da Paraíba

Doutora em Educação, mestre em Língua Portuguesa, especialista em leitura e produção de textos e graduada em Letras , pela Universidade Federal da Paraíba. Atualmente é professora do Curso de Pedagogia Presencial e do Curso de Letras-Libras, modalidade a distância-UFPB. Está vinculada ao Mestrado Profissional em Letras, da UFCG . Orienta temas relacionados a gênero, homossexualidade, discurso, violência e ensino. . É coordenadora do Projeto PIBIC ?PARA UMA POLÍTICA DE EDUCAÇÃO QUEER: DISCURSOS SOBRE GÊNERO, AMOR E VIOLÊNCIAS NAS RELAÇÕES HOMOAFETIVAS.

Referências

BRASIL. Decreto nº 5.296 de 2 de dezembro de 2004. Regulamenta as Leis nos 10.048, de 8 de novembro de 2000, que dá prioridade de atendimento às pessoas que especifica, e 10.098, de 19 de dezembro de 2000, que estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida, e dá outras providências. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004 2006/2004/Decreto/D5296.htm> Acesso em: 03 ago. 2019.

HABERMAS, J. A inclusão do outro: estudos de teoria e política. São Paulo: Loyola, 2002.

MAINGUENEAU, Dominique .Discurso e análise do discurso. Tradução Sírio Possenti. - 1 ed. - São Paulo: Parábola Editorial, 2015.
ORLANDI, E. P. Análise de Discurso: princípios e procedimentos. Campinas (SP): Pontes; 1999.

Downloads

Publicado

2022-12-15

Como Citar

MARTINS DE ARRUDA, E.; FRANÇA DE LIMA, I.; OLEGÁRIO, M. da L. Percepções sobre a temática da acessibilidade no ambiente universitário: : relatos dos estudantes com deficiência visual. Revista Temas em Educação, [S. l.], v. 32, n. 1, p. e-rte321202307, 2022. DOI: 10.22478/ufpb.2359-7003.2023v32n1.55617. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/rteo/article/view/55617. Acesso em: 24 fev. 2024.