Culturas juvenis e currículo de Educação Física:

entre a denúncia das tensões e o anúncio das possibilidades

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.2359-7003.2024v33n1.68521

Palavras-chave:

Educação Física, Escola, Culturas juvenis

Resumo

O presente estudo tem como objetivo refletir acerca das tensões e possibilidades que envolvem as culturas juvenis e o componente curricular Educação Física a partir da discussão intercultural. Assim, apresentamos uma ampliação da noção singular de cultura e juventude em prol da noção plural de culturas e juventudes. Desse modo, discorremos sobre a função do componente curricular de Educação Física frente aos processos e dinâmicas culturais que envolvem as juventudes contemporâneas. Destacamos algumas sínteses das reflexões teóricas antes de concluir. Pois, a cultura se apresenta para além da polissemia terminológica e juventudes se coloca mais do que uma fase cronológica. Concluímos que as culturas juvenis evocam uma disputa na dinâmica educacional. Tensionam os cânones curriculares tradicionais ao passo que possibilitam novas formas de ser estar no mundo, potencializam subjetividades e expressam a indignação contra a opressão de seus corpos e saberes.


Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thales Rodrigo de Siqueira, Universidade São Judas

Thales Rodrigo de Siqueira - B.boy. Doutorando em Educação Física pela Universidade São Judas Tadeu, São Paulo. Professor da rede municipal de Cunha/SP. ORCID: https://orcid.org/0009-0009-6720-7499
e-mail : tales.621350@gmail.com

 

Bruna Gabriela Marques, Universidade São Judas

Bruna Gabriela Marques - Doutora em Educação Física. Professora dos ´Programas de Pós-Graduação strictu-sensu em Educação Física e Ciências do Envelhecimento da Universidade São Judas Tadeu, São Paulo. ORCID: https://orcid.org/0000-0001-6792-1523 e-mail:brunamarques@saojudas.br

 

 William de Goes Ribeiro, Universidade Federal Fluminese

 William de Goes Ribeiro - Pós-doutorado em Currículo. Professor da Universidade Federal Fluminense, Brasil. ORCID: https://orcid.org/0000-0003-3940-7492 e-mail:wgribeiro@id.uff.br

Referências

APPADURAI, Arjun. Dimensões culturais da globalização: a modernidade sem peias. Trad. Telma Costa. Lisboa: Editorial Teorema, 2004.

BHABHA, Homi K. O local da cultura. Trad. Myriam Ávila, Eliana Lourenço de Lima Reis e Gláucia Renate Gonçalves. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 1998.

BURBULES, Nicholas C. Uma gramática da diferença: algumas formas de repensar a diferença e a diversidade como tópicos educacionais. In: GARCIA, Regina Leite; MOREIRA, Antônio Flávio (org.). Currículo na contemporaneidade: incertezas e desafios. São Paulo: Cortez Editora, 2003, p. 159-188.

BUNGENSTAB, Gabriel. A presença do termo juventude na produção científica da Educação Física brasileira: para onde vamos? Universidade Federal de Santa Catarina.v. 32, n. 62, p. 01-14, abril/ junho, 2020. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/motrivivencia/article/view/2175-80402.2020e67674 Acesso em: 12 de novembro de 2023

BUNGENSTAB, Gabriel. Canal Feff digital. Seminário Online – Ensino médio, Juventude e Educação Física, youtube, 14 de outubro de 2020. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=st65Ni1qq48&t=11s

Educação intercultural: entre afirmações e desafios. In: MOREIRA, Antonio. Flavio; CANDAU, Vera. Maria. (Org.) Currículos, disciplinas escolares e culturas. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014. Cap. 1, p. 23-41.

CANEN, Ana e MOREIRA, Antônio Flávio Barbosa. Reflexões sobre o multiculturalismo na escola e na formação docente. In: CANEN, Ana e MOREIRA, Antônio Flávio Barbosa (org.). Ênfases e omissões no currículo. Campinas, SP: Papirus, 2001, p. 15- 44.

CARDOSO, Heloisa. Maria. de Melo. et al. Juventude LGBTQI+ e a educação: do governo das crianças em Herbat às politicas inclusivas. Revista Educação em Questão, Natal, v. 58, n. 55, p. 1-20, e-18932, jan/mar. 2020

CARRANO, Paulo. Cesar. Rodrigues. Identidades culturais juvenis na escola: arenas de conflitos e possibilidades. In: MOREIRA, Antônio. Flavio; CANDAU, Vera. Maria. (Org.) Multiculturalismo: diferenças culturais e práticas pedagógicas. 4 ed. Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes, 2010.

COLETIVO DE AUTORES. Metodologia do ensino da Educação Física. São Paulo: Cortez, 1992.

CORREIA, Silva, Mesaque et al. Educação Física Escolar ancorada na gênese ideológica da Educação Popular: Um caminho para conscientização dos esfarrapados e esfarrapadas do mundo in: SOUZA. Aparecido. Cláudio; NOGUEIRA. Aline. Valdilene; MALDONADO. Teixeira. Daniel. Educação Física Escolar E Paulo Freire: ações e reflexões em tempos de chumbo. Curitiba, CRV, 2019.

CUNHA, Manuela Carneiro da. “Cultura” e cultura: conhecimentos tradicionais e direitos intelectuais. In: CUNHA, Manuela Carneiro da. (org.). Cultura com aspas e outros ensaios. São Paulo: Ubu Editora, 2017, p. 304-369.

DAÓLIO, Jocimar. Da cultura do corpo. Campinas: Papirus, 1995.

DAYRELL, Juarez. O jovem como sujeito social. In: UNESCO. Juventude e Contemporaneidade. Brasília: UNESCO, MEC, ANPEd, 2007.

DAYRELL, Juarez; CARRANO, Paulo Cesar . Juventude e Ensino médio: quem é este aluno que chega à escola. In: MAIA, Carla Linhares. Juventude e Ensino médio. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2014.

DUSCHATZKY, Silvia; SKLIAR, Carlos. O nome dos outros. Narrando a alteridade na cultura e na educação. In: LARROSA, J; SKLIAR, C. (Org.) Habitantes de Babel: políticas e poéticas da diferença. 2. Ed. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2011, p. 119-138.

FARIAS, Uira. Siqueira. et al. Educação Física Escolar na área de linguagens: Diálogo com a Educação Infantil. Revista Metalinguagens, v. 6, n. 2, p. 49-66 jan/jul. 2020. Disponível em: https://metalinguagens.spo.ifsp.edu.br/index.php/metalinguagens/issue/view/47 Acesso em: 12 de novembro de 2023

FEIXA, PAMPOLS Carles. De jóvenes, banda y tribos:antropologia de la juventude. Barcelona: Ariel, 1999.

HALL, Stuart. A centralidade da cultura: notas sobre revoluções culturais do nosso tempo. Trad. Thomaz Tadeu da Silva. Educação e Realidade, Rio Grande do Sul, v. 22, n. 2, p. 15-46, jul. / dez. 1997.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia. Rio de Janeiro/ São Paulo, Paz e Terra, 2021.

FREIRE, Paulo.. Ação cultural para liberdade e outros escritos 14ª ed., Rio de Janeiro, Paz e Terra. 1980.

FREIRE, Paulo.. Educação como prática de Liberdade: Rio de Janeiro/ São Paulo, Paz e Terra, 1967.

FREIRE, Paulo.. Pedagogia do Oprimido: Rio de Janeiro/ São Paulo, Paz e Terra, 2021.b

FREIRE, Paulo.. Pedagogia da esperança: um reencontro com a pedagogia do oprimido. 2. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1993.

FREIRE, Paulo.. Política e Educação: Ensaios: São Paulo Cortez, 1993b

GROPPO, Antonio. Luís. Introdução à Sociologia da Juventude. Jundiaí. Paco Editorial, 2017

GROPPO, Luis Antonio. O funcionalismo e a tese da moratória social na análise das rebeldias juvenis. Estudos de Sociologia, Araraquara, v.14, n.26, p.37-50, 2009

HERSCHMANN, Micael. O funk e o hip hop invadem a cena. 2 ed. Rio de Janeiro: UFRJ, 2005.

LACLAU, Ernesto A. Emancipação e diferença. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2011.

LIMA, Marcia. Regina. Canhoto; LIMA, José. Milton. As culturas juvenis e corporal de movimento: Em busca de interlocução. Revista Teias v. 13, n. 27, p. 219-241 jan./abr. 2012. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/revistateias/article/view/24262 Acesso em: 10 de outubro de 2023

MACEDO, Elizabeth. Currículo, Cultura e Diferença. In: LOPES, Alice Casimiro; ALBA, Alicia de (orgs.). Diálogos curriculares entre Brasil e México. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2014, p. 83-104.

MENOTI, Joyce. Cristina. Claro; LIMA, Márica. Regina. Canhoto. Dança e as culturas juvenis nas aulas de Educação Física. Colloquium Humanarum, Presidente Prudente, v. 13, n. 3, p.28-32 jul/set 2016. Disponível em: https://journal.unoeste.br/index.php/ch/article/view/1770 Acesso em: 10 de outubro de 2023

NEIRA, Marcos. Garcia; GRAMORELLI, Lillian. Cristina. Embates em torno do conceito de cultura corporal: Gênese e transformações. Pensar a Prática, Goiânia, v. 20, n. 2, abr./jun. 2017. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fef/article/view/38103. Acesso em: 10 de outubro de 2023

OLIVEIRA, Apoluceno. Ivanilde. Cultura e Interculturalidade na Educação Popular Rev. Cient., São Paulo, n. 25, p. 109-124, jan./jun. 2011

OLIVEIRA, Ivanilde Apoluceno de. Paulo Freire: gênese da educação intercultural no Brasil. Curitiba: CRV, 2015

OLIVEIRA, Neidel. Victor. Hugo. et al. Culturas Juvenis e temas sensíveis ao contemporâneo: uma entrevista com Carles Feixa Pampos. Educar em Revista, Curitiba, Brasil, v. 34, n. 70, p. 311-325, jul./ago.2018. Disponível em: http://educa.fcc.org.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0104-40602018000400311&lng=pt&nrm=iso Acesso em: 15 de setembro de 2023

LOPES, Alice Casimiro; MACEDO, Elizabeth. Teorias de Currículo. São Paulo: Cortez, 2011.

MACEDO, Elizabeth. Currículo, Cultura e Diferença. In: LOPES, Alice Casimiro; ALBA, Alicia de (orgs.). Diálogos curriculares entre Brasil e México. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2014, p. 83-104.

RIBEIRO, William de Goes. Pedagogia e relações étnico-raciais: lutando contra a mesmice no currículo. In: REQUIÃO, Luciana.; MARTON, Silmara. Pedagogia e Formação de Professores: olhares, reflexões e experiências em foco. Jundiaí, SP: Paco Editorial, 2019, p. 211-224.

SANTOS, Lucas. Silvestre dos. As culturas juvenis: um diálogo por meio da cultura corporal de movimento. Colloquium Humanarum, Presidente Prudente, v. 11, n.3, p.24-31, set/dez2014

SARTORI, Jerônimo. Formação do professor em serviço: da reconstrução teórica a ressignificação prática. 2009. 209 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2009.

SIQUEIRA, Thales. Rodrigo. Pega a visão: Fotografia participativa, culturas juvenis e Educação Física escolar. 2023. 107 f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) – Universidade São Judas Tadeu, São Paulo, 2023.

SPOSITO, Marília. Pontes. Juventude: crise, identidade e escola. In: DAYRELL, J. (Org.) Múltiplos olhares sobre educação e cultura. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 1996

WAGNER, Roy. A invenção da cultura. Trad. Marcela Coelho de Souza e Alexandre Morales. São Paulo: Cosac Naify, 2010.

VENTURA, Paulo. Roberto. Vesloso. Educação Física e sua constituição histórica: Desvelando ocultamentos. 2010. 203.f Tese (Doutorado Educação), Pontifícia Universidade Católica, Goiás, 2010.

WILLIAMS, Raymond. Palavras-chave: um vocabulário de cultura e sociedade. Trad. Sandra Guardini Vasconcelos. São Paulo: Boitempo, 2007.

ZILBERSTEIN, Jaqueline; BOSSLE, Fabiano. A produção sobre juventude em periódicos da Educação Física. Motrivivência v. 27, n. 46, p. 214-229, agos/dez 2015

Downloads

Publicado

2023-12-18

Como Citar

DE SIQUEIRA, T.; MARQUES, B. G.; DE GÓES RIBEIRO, W. . Culturas juvenis e currículo de Educação Física:: entre a denúncia das tensões e o anúncio das possibilidades. Revista Temas em Educação, [S. l.], v. 33, n. 1, p. e-rte331202405, 2023. DOI: 10.22478/ufpb.2359-7003.2024v33n1.68521. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/rteo/article/view/68521. Acesso em: 14 jul. 2024.

Edição

Seção

Quais juventudes querem os currículos? Quais currículos querem as juventudes?