MARCOS REGULATÓRIOS E AS IMPLICAÇÕES NA ORGANIZAÇÃO DO CURRÍCULO PARA EDUCAÇÃO INFANTIL BRASILEIRA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1983-1579.2020v13n1.41599

Palavras-chave:

Bases Legais, Creche, Pré-escola, Currículo

Resumo

No presente artigo investiga-se como ocorreu o processo de regulamentação da Educação Infantil no contexto brasileiro e as implicações que estas geraram na organização do currículo para este nível de ensino. O estudo caracteriza-se como uma revisão bibliográfica descritiva em que foram consultados autores e documentos oficiais relativos à Educação Infantil. Considera-se a importância das regulamentações no campo educacional e seus atravessamentos na construção do saber dos docentes que atuam nessa etapa da educação básica. Conclui-se que os marcos regulatórios que normatizam a Educação Infantil, servem como ações de seu fortalecimento e devem contribuir para efetivar o direito da criança à educação na primeira infância, promovendo sua inclusão social e democratizando o acesso com qualidade.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Joseane da Silva Miller Rodrigues, Universidade Franciscana, Brasil.

Professora de Educação Infantil e Mestre em Ensino de Humanidades e Linguagens pela Universidade Franciscana.

Noemi Boer, Universidade Franciscana, Brasil.

Professora do Programa de Pós-Graduação Ensino Científico e Tecnológico da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões e do Mestrado em Ensino de Humanidades e Linguagens do Centro Universitário Franciscano. 

Fernanda Marquezan, Universidade Franciscana, Brasil.

Professora Adjunta da Universidade Franciscana (UFN), docente do Curso de Mestrado em Ensino de Humanidades e Linguagens (MEHL) e do Curso de Pedagogia. Coordenadora do PIBID Pedagogia. Membro do grupo de pesquisa Formação de Professores e Docência - FORPRODOC (UFN) e do Centro de Estudos em Educação Superior (PUCRS).

Referências

AQUINO, Lígia Maria leão de; VASCONCELLOS, Vera Maria Ramos de. Orientação curricular para a Educação Infantil: Referencial Curricular Nacional e Diretrizes Curriculares Nacionais. In: Educação da Infância: História e política. Rio de Janeiro, DB&A, 2005.

ABRAMOVAY, Miriam; KRAMER, Sonia. “O rei está nu”: um debate sobre as funções da pré-escola. Cadernos CEDES, São Paulo, Cortez, n. 9, p. 27-38, 1984.

BRASIL. Ato institucional n° 5, de 13 de dezembro de 1968. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/CCIVil_03/AIT/ait-05-68.htm. Acesso em: 22. jul.2017.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Lei n. 9.394 de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil. Brasília, DF, 23 dez. 1996a.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil (1988). Brasília, DF: Senado Federal, 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 26 maio. 2017.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil. v.1. Brasília, DF: MEC/SEF, 1998a. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/rcnei_vol1.pdf. Acesso em: 6 jun. 2017.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil. v.2. Brasília, DF: MEC/SEF, 1998b. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/volume2.pdf. Acesso em: 10 jun. 2017.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil. v.3. Brasília, DF: MEC/SEF, 1998c. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/volume3.pdf. Acesso em: 5 jun.2017.

BRASIL. Ministério da Educação e Saúde. Lei número 4.024, de 20 de dezembro de 1961. Fixa as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 27 dez. 1961.

BRASIL. Ministério da Educação e Saúde. Lei número 5.692, de 11 de agosto de 1971. Fixa as Diretrizes e Bases para o ensino de 1° e 2º graus, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 18 ago. 1971.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC, 2017. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/wp-content/uploads/2018/02/bncc-20dez-site.pdf. Acesso em: 18 dez. 2017.

BRASIL. Ministério da Educação. Propostas pedagógicas e currículo em educação infantil: um diagnóstico e a construção de uma metodologia de análise. Brasília, DF: MEC/SEF/DPE/COEDI, 1996b.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil. Secretaria de Educação Básica. Brasília: MEC, SEB, 2010.

BARBOSA, Maria Carmem Silveira; HORN, Maria da Graça Souza. Projetos pedagógicos na educação infantil. Porto Alegre: Artmed, 2008.

CORRÊA, Bianca Cristina. A educação infantil. In: OLIVEIRA, Romualdo Portela de.; ADRIÃO, Thereza. (Org.). Organização do ensino no Brasil: níveis e modalidades na Constituição Federal e na LDB. São Paulo: Xamã, 2002. p. 13-32.

CORSINO, Patrícia. (Org.) Educação infantil: quotidiano e políticas. Campinas, SP: Autores Associados, 2009.

CRAIDY, Carmem Maria. A educação da criança de 0 a 6 anos: o embate assistência e educação na conjuntura nacional e internacional. In: MACHADO, Maria Lucia de A. (Org.) Encontros e Desencontros em Educação Infantil. 2. ed. São P (1988) Encontros e desencontros da didática e da prática de ensino

FAZENDA, Ivani Catarina Arantes. (Org.). Encontros e Desencontros da Didática e da Prática de Ensino. São Paulo: Cortez, 1988.

FULLGRAF, Jodete Bayer Gomes. Política de Educação Infantil no Brasil. In: FLÔR, Dalânea Cristina.; DURLI, Zenilde. (Org.), Educação infantil e formação de professores. Florianópolis, SC: UFSC, 2012. p. 59- 77.

GOULART, Ana Lucia de Faria. (2007) “Para uma Pedagogia da infância”. In: Pátio Educação Infantil. ARTMED Editora S.A. Porto Alegre, ano 5 – julho/outubro, pp. 6-9.

GUIMARÃES, Célia Maria.; GARMS, Gilza Maria Zauhy. Implicações da Política Nacional de Educação Infantil para o currículo da creche/pré-escola. In: JEFFREY, Débora Cristina.; AGUILAR, Luis Enrique. (Org.). Política Educacional Brasileira: análise e entraves. Campinas, SP. Mercado de Letras, 2012. p. 9-14.

PEREZ, Justa Bejarano. O currículo na educação infantil. In: SACRISTÁN, José Gimeno. Saberes e incertezas sobre o currículo. Tradução: Alexandre Salvaterra; Revisão técnica: Miguel González Arroyo. Porto Alegre: Penso, 2013. p. 336-354.

KISHIMOTO, Tizuko Morchida. Currículo de educação infantil: creches e pré-escolas. Significado do termo currículo. Currículo de educação infantil: critérios de qualidade e instrumentos de implementação. Texto encomendado pela Coordenação-Geral de Educação Infantil do MEC. Dezembro. 1994 (mimeo).

KRAMER, Sônia. Propostas pedagógicas de educação infantil: subsídios para uma leitura crítica. Texto encomendado pela Coordenação Geral de Educação Infantil do MEC, em novembro de 1994 (mimeo).

KUHLMANN JÚNIOR, Moysés.; FERNANDES, Fabiana Silva. Infância: construção social e histórica. In: VAZ, Alexandre Fernandez.; MOMM, Caroline Machado. Educação infantil e sociedade: questões contemporâneas. Nova Petrópolis, SC: Nova Harmonia, 2012. p. 21-39.

MACHADO, M.L de A. Proposta de critérios de análise e avaliação de projetos educacionais-pedagógicos para a educação infantil no Brasil. Versão preliminar. São Paulo, dezembro, 1994 (mimeo).

MELLO. Ana Maria. Reflexões sobre proposta pedagógica e currículo. Texto encomendado pela Coordenação Geral de Educação Infantil. Dezembro, 1994 (mimeo).

OLIVEIRA, Zilma de Moraes Ramos de. O currículo na Educação Infantil: O que propõem as novas Diretrizes Nacionais? In: Seminário Nacional: Currículo em Movimento - Perspectivas Atuais, 1., 2010, Belo Horizonte. Anais… FFCLRP-USP e ISE Vera Cruz, 2010. p. 1-14. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/docman/dezembro-2010-pdf/7153-2-1-curriculo-educacao-infantil-zilma-moraes/file. Acesso em: 23 nov. 2017.

OLIVEIRA, Zilma de Moraes Ramos de. Educação Infantil: fundamentos e métodos. 7.ed. São Paulo: Cortez, 2011.

OLIVEIRA, Zilma de Moraes Ramos de. Uma contribuição ao debate promovido pela Coordenação Geral de Educação Infantil do Ministério da Educação e do Desporto acerca da Análise e Avaliação de Propostas Pedagógicas Implementadas nas Creches e Pré-escolas Públicas Brasileiras, visando oferecer uma cooperação técnica aos estados e municípios. Dezembro, 1994 (mimeo).

ARRIBAS, Teresa Lleixa. (Org.). Educação infantil-desenvolvimento, currículo e organização escolar. 5. ed. Porto Alegre: Artmed, 2004.

ROMANELLI, Otaíza de Oliveira. História da educação no Brasil (1930/1973). 28.ed. Petrópolis: Vozes, 2003.

ROSEMBERG, Fúlvia. Organizações multilaterais, Estado e políticas de educação infantil. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, n. 115, mar. 2002b, p. 25-63.

VIEIRA; Izabel Carvalho da Silva; MELONI; Adaliza.; GUIMARÃES, Célia Maria. O currículo na Educação Infantil e a profissionalidade do professor. Espaço do currículo. Universidade Federal da Paraíba. v.9, n.1, p. 158-172, janeiro a abril de 2016.

VIEIRA, Izabel Carvalho da Silva; GARMS, Gilza Maria Zauhy. A relação cuidar e educar presente na proposta pedagógica/currículo da creche 2015. Disponível em: http://www.marilia.unesp.br/Home/Eventos/2015/jornadadonucleo/a-relacao-cuidar-e-educar.pdf. Acesso em: 13.abr.2018.

Downloads

Publicado

2020-03-29

Como Citar

RODRIGUES, J. da S. M.; BOER, N.; MARQUEZAN, F. MARCOS REGULATÓRIOS E AS IMPLICAÇÕES NA ORGANIZAÇÃO DO CURRÍCULO PARA EDUCAÇÃO INFANTIL BRASILEIRA. Revista Espaço do Currículo, [S. l.], v. 13, n. 1, p. 226–240, 2020. DOI: 10.22478/ufpb.1983-1579.2020v13n1.41599. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/rec/article/view/41599. Acesso em: 17 set. 2021.