CURRÍCULO E SABERES DOS TERRITÓRIOS DE VÁRZEA E TERRA FIRME NAS AMAZÔNIAS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1983-1579.2021v14n2.58093

Palavras-chave:

Diálogos de Saberes, Currículo, Amazônia, Educação do Campo

Resumo

O artigo é resultado do projeto de pesquisa “Diálogos com os saberes dos territórios das águas, das terras e das florestas e a construção de um currículo de Educação do Campo para o Município de Parintins(AM)”. Foi desenvolvido em territórios rurais de várzea e terra firme do Município de Parintins, com o objetivo de investigar os saberes dos povos desses territórios e suas contribuições com a construção de um currículo de Educação do Campo no município de Parintins (AM). O estudo de natureza qualitativa ocorreu por meio de pesquisa de campo e pesquisa participante, envolvendo 2 (duas) comunidades de várzea e 5 (cinco) de terra firme. Nessas comunidades se fez a interlocução com os participantes da pesquisa: professores, gestores, pais, estudantes, lideranças comunitárias e membros do Fórum Parintinense de Educação do Campo, das Florestas e das Águas Paulo Freire-FOPINECAF e do Grupo Ambiental Natureza Viva-GRANAV, por meio de entrevistas semi-estruturadas, observações, rodas de conversas, registro fotográfico e desenhos infantis. O processo de produção de saberes nos territórios de várzea e terra firme da Amazônia Parintinense é revelador de estratégias criativas e educativas nascidas da dinâmica socioterritorial das Amazônias podendo ser apresentadas como estratégias curriculares e como práticas de resistência para continuar no território com autonomia e dignidade, cujas dimensões precisam fazer parte não só da escola e seus currículos de Educação Infantil e Ensino Fundamental, mas das políticas públicas do estado brasileiro.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Maria Eliane de Oliveira Vasconcelos, Universidade Federal do Amazonas, Brasil.

Doutora em Educação pela Universidade Federal do Pará e Professsa no Instituto de Ciências Sociais, Educação e Zootecnia, da Universidade Federal do Amazonas.

Edilson da Costa Albarado, Universidade Federal do Pará, Brasil.

Mestre em Sociedade e Cultura na Amazônia pela Universidade Federal do Amazonas e doutorando em Educação pela Universidade Fedaeral do Pará.

Referências

ARROYO, Miguel Gonzalez. Currículo, território em disputa. 5. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2013.

ARROYO, Miguel Gonzales. Outros Sujeitos, Outras pedagogias. 2. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014.

ARROYO, M. G. Os movimentos Sociais e a construção de outros currículos. Educar em Revista, núm. 55, enero-marzo, 2015, pp.47-68. Universidade Federal do Paraná. Disponível em: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=1550383551004

BENATTI, José Heder. VÁRZEA E AS POPULAÇÕES TRADICIONAIS: a tentativa de implementar políticas públicas em uma região ecologicamente instável. In: ALVES, Fabio (org.). A função socioambiental do patrimônio da União na Amazônia. Brasília: IPEA, 2016. cap. 1, p.17-29. Disponível em: Acesso em: 12 jan. 2018.

BRASIL. Lei n. 9394/1996. Lei de Diretrizes e Base da Educação Nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 20 de dezembro de 1996.

BRASIL. Lei n. 11.947/2009. Dispõe sobre o atendimento da alimentação escolar e do Programa Dinheiro Direto na Escola aos alunos da Educação Básica. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 16 de junho de 2009.

BRASIL. Mistério da Educação. Resolução CNE/CEB nº 01, de 03 de abril de 2002. Institui Diretrizes Operacionais para a Educação Básica nas Escolas do Campo. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 9 abr. 2002. Seção 1, p. 32.

BRASIL. Mistério da Educação. Resolução CNE/CEB nº 4, de 13 de julho de 2010. Define Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a Educação Básica. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 14 jul. 2010. Seção 1, p. 824.

BRASIL. Decreto n. 7.352, de 04 de dezembro de 2010. Dispõe sobre a política de educação do campo e o Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária - PRONERA. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 05 nov. 2010. p.1.

CALDART, Roseli Salete. Caminhos para transformação da escola. In: Caldart, Roseli Salete; STEDILE, Miguel Enrique; DAROS, Diana (orgs.). Caminhos para transformação da Escola: agricultura camponesa, educação politécnica e escola do campo. 1ª. Ed. São Paulo: Expressão Popular, 2015.

CHIZZOTTI, Antonio. Pesquisa qualitativa em ciências humanas e sociais. 2. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2008.

FLEURI, Reinaldo Morais. Reinventando o presente...pois o amanhã se faz na transformação do hoje. Fortaleza: Edições UFC, 2008.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. 17. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. 47. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FREIRE, Ana Maria Araújo; MEMDONÇA, Erastro Fortes (orgs). Direitos Humanos e Educação Libertadora: gestão democrática da educação pública na cidade de São Paulo. 1. Ed. Rio de Janeiro/São Paulo: Paz e Terra, 2019.

FOPINECAF- Fórum Parintinense de Educação do Campo, das Florestas e das Águas Paulo Freire. X Roda de Conversa. Disponível em: https://forumparintinensedeeducacaodocampo.webnode.com/nossos-projetos/. Acesso em 28 mar. 2019.

HAGE, Salomão Mufarrej. Por uma educação do campo na Amazônia: currículo e diversidade cultural em debate. Disponível em: http://pt.slideshare.net/curriculoemmovimento para/por-uma-educao-do-campo-na-amaznia-currculo-e-diversidade-cultural-em-debatesalomo-hage Acesso em: Maio, 2015.

KRAMER, Sonia. Propostas pedagógicas ou curriculares: subsídios para uma leitura crítica. In: Revista Educação & Sociedade, amo XVII, nº 60, dezembro. 1997.

MOREIRA, Antonio Flávio (org.). Currículo: políticas e práticas.13. ed. Campinas, SP: Papirus, 2013.

MINAYO, Maria Cecília de Souza. (Org.). Pesquisa Social: teoria, método e criatividade. 29. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2010.

MARTINS, Kézia Siméia Barbosa da Silva. Identidades amazônicas, saberes e currículos das escolas de Ensino Fundamental em Parintins-AM. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2016.

OLIVEIRA, Ivanilde Apoluceno de. Cartografias Ribeirinhas: Saberes e representações sobre Práticas Sociais Cotidianas de Alfabetizandos Amazônidas. 2ª ed. Belém-Pará: EDUEPA, 2006.

PORTO-GONÇALVES, Carlos Walter. Amazônia, Amazônias. 2 Ed. São Paulo: Contexto, 2008.

SACRISTÁN, José Gimeno (org.). Saberes e incertezas sobre o currículo: Porto Alegre: Penso, 2013.

SAQUET, Marcos Aurélio. Por uma abordagem territorial. In: SAQUET, M. A; SPOSITO, E. S. (orgs.). Territórios e territorialidades: teorias, processos e conflitos. São Paulo: Expressão Popular, 2009.

SEMED. Dados Gerais Sobre Educação do Campo em Parintins. Parintins, 2019.

SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 23. ed. ver. Atual. São Paulo. Cortez, 2007.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Para além do pensamento abissal: das linhas globais a uma ecologia de saberes. In: SANTOS, B.S; MENESES, M.P. Epistemologia do Sul. Coimbra/Portugal: Editora Almedina, 2009.

SOUZA, José Camilo Ramos. de. Os processos educativos no lugar de vida ribeirinho. In: SOUZA, Dayana Viviany Silva de; VASCONCELOS, Maria Eliane de Oliveira; HAGE, Salomão Antônio Mufarrej. (Orgs). Povos Ribeirinhos da Amazônia: educação e pesquisa em diálogo. Curitiba: CRV, 2017.

SOUZA, Maria Antônia de. Educação do Campo: Propostas e práticas pedagógicas do MST. Petrópolis, RJ: Vozes, 2006.

VASCONCELOS, Maria Eliane de Oliveira; ALBARADO, Edilson da Costa. Identidade cultural ribeirinha e práticas pedagógicas. Jundiaí, SP: PACO Editorial, 2016.

WALSH, Catherine. Gritos, gretas e semeaduras de vida: entreteceres do pedagógico e do colonial. In: SOUZA, S. R. M; SANTOS, L. C. (Orgs.). Entre-linhas: educação, fenomenologia e insurgência popular. Salvador: EDUFBA, 2019. (Entre-linhas, 6).

WITKOSKI, Antônio Carlos. Terra, floresta e água de trabalho: os camponeses amazônicos e as formas de uso de seus recursos naturais. Manaus: EDUA, 2007. (série: Amazonas: terra e o homem).

Downloads

Publicado

2021-06-09

Como Citar

VASCONCELOS, M. E. de O.; ALBARADO, E. da C. . CURRÍCULO E SABERES DOS TERRITÓRIOS DE VÁRZEA E TERRA FIRME NAS AMAZÔNIAS. Revista Espaço do Currículo, [S. l.], v. 14, n. 2, p. 1–16, 2021. DOI: 10.22478/ufpb.1983-1579.2021v14n2.58093. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/rec/article/view/58093. Acesso em: 18 set. 2021.