MAPEAMENTO DE ESTUDOS SOBRE CURRÍCULO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA

defendidos no período de 2017 a 2021

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15687/rec.v16i1.62479

Palavras-chave:

Currículo, Licenciatura em Matemática, Mapeamento

Resumo

Este artigo apresenta os resultados de um mapeamento de pesquisas brasileiras dedicadas ao tema Currículo de Licenciatura em Matemática produzidas e defendidas nas áreas de Educação e Ensino em nível de Mestrado e Doutorado nos últimos cinco anos (2017-2021), e presentes no banco de dados da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). O objetivo desse mapeamento é compreender como o tema Currículo de Licenciatura em Matemática está sendo tratado por estudiosos da área de Educação Matemática. Na realização do mapeamento foi seguida uma abordagem qualitativa do tipo exploratória, na tentativa de expandir o levantamento realizado por Libório (2019) da mesma temática e que teve como lapso temporal o período de 1989 a 2016. O corpus de dados é constituído de 15 pesquisas e o processo de análise de dados foi subsidiado pela Análise de Conteúdo de Bardin, os resultados do mapeamento apresentam estudos dedicados a implementação de documentos oficiais e organização curricular; a determinado componente curricular; e, ao currículo dos cursos de formação inicial de professores de Matemática em uma perspectiva histórica, a partir de narrativas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Soria Pereira Lima Soares, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará, Brasil.

Mestre em Desenvolvimento Rural e Gestão de Empreendimentos Agroalimentares pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará, doutoranda em Ensino de Ciências e Matemática pela Universidade Cruzeiro do Sul e Docente de Matemática do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará.

Wagner Barbosa de Lima Palanch, Universidade Cruzeiro do Sul, Brasil.

Doutor em Educação Matemática e professor da Universidade Cruzeiro do Sul - UNICSUL, São Paulo-SP.

Referências

ALVES, Fábia Micheline Duarte. Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS) nos currículos de Licenciatura do IFRR: possibilidade de uma formação crítico- criativa de educadores. 2018. 126f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual de Roraima. Bela Vista.

BARBOSA, Josane Geralda. Os cursos de Licenciatura em Matemática ofertados no Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia de Minas Gerais: seus desafios e particularidades. 2017. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática) - Universidade Cruzeiro do Sul. São Paulo.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

CAPES. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Serviços: Catálogo de Teses e Dissertações. Disponível em: https://catalogodeteses.capes.gov.br. Acesso em: Out. 2021.

CARVALHO, Maria Madalena de. Interdisciplinaridade e cursos de licenciatura da UFTM: preocupações epistemológicas e educacionais. 2017. 112f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Triângulo Mineiro. Uberaba.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6 ed. 5. reimpr. São Paulo: Atlas, 2012.

GUIMARAES, Oziris Alves. A formação de professores pela UERR: um estudo no Campus de Rorainópolis. 2017. 246f. Tese (Doutorado em Educação: Currículo) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. São Paulo.

LIBÓRIO, Reginaldo Guilhermino Cabral. Conhecimentos para o ensino de matemática e a formação inicial de professores de matemática: um olhar aos documentos oficiais de âmbito federal (1925-2017). 2019. 193f. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino de Ciências e Matemática) – Instituto Federal de São Paulo. São Paulo.

MARCHAN, Geisiele da Silva. Discursos presentes nas políticas curriculares e no processo de formação docente: a configuração do perfil pedagógico. 2017. 245f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas. Campinas.

MARTINS, Danielle Alves. A disciplina Modelagem na Educação Matemática na UFMG: percepção junto a estudantes e egressos do curso de Licenciatura em Matemática. 2017. 175f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte.

MOREIRA, Leonardo de Alcântara. Narrativas docentes sobre o programa de Licenciaturas internacionais: o caso de uma universidade Paulista. 2017. 113f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática) – Instituto de Física Gleb Wataghin da Universidade Estadual de Campinas. Campinas.

MUNHOZ, Maria Gabriela Leme. A avaliação em fases no componente “Prática de Ensino 3 - Reflexão da Prática de Ensino” no curso de Licenciatura em Matemática do IFSP – Campus São Paulo. 2019. 118f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática) - Instituto Federal de São Paulo. São Paulo.

PACHECO, José Augusto. Escritos curriculares. São Paulo: Cortez, 2005.

PALANCH, Wagner Barbosa de Lima. Mapeamento de Pesquisas sobre Currículos de Matemática na Educação Básica Brasileira (1987 A 2012). 2016. 297f. Tese (Doutorado em Educação Matemática) – Faculdade de Ciências Exatas e Tecnológicas, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. São Paulo.

PINTO, Mônica Luiza Simião. Formação de professores para a educação em direitos humanos. 2017. 96f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Curitiba.

SACRISTÁN, José Gimeno. O currículo: uma reflexão sobre a prática. 3. ed. Tradução: Ernani F. da Fonseca Rosa. Porto Alegre: Artmed, 2000.

SACRISTÁN, José Gimeno; GÓMEZ, Ángel Pérez. Compreender e Transformar o Ensino. 4 ed. Porto Alegre: Artmed, 1998.

SANTOS, Cíntia Rafaela Oliveira. Aspectos de resiliência apresentados por licenciandos no âmbito do estágio supervisionado e a relação com o professor como fortalecedor deste processo. 2017. 113f. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências e Matemática) – Universidade Federal de Pernambuco. Caruaru.

SCHECHTMAN, Sheila. Dinâmicas curriculares e ações pedagógicas: desafios para implementação de um curso de licenciatura a partir do pensamento complexo e da transdisciplinaridade. 2017. 301f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Católica de Brasília. Brasília.

SILVA, Tomaz Tadeu da. Documentos de identidade: uma introdução às teorias do currículo. 3. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2016.

SILVEIRA, Vanja Myra Barroso Vieira da. Alterações curriculares dos cursos de Licenciatura em Física, Matemática e Pedagogia: a experiência da Universidade Federal de Alfenas – MG em sua primeira expansão. 2017. 88f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Alfenas. Alfenas.

SKOVSMOSE, Ole. Cenários de investigação. Bolema – Boletim de Educação Matemática, Rio Claro, n. 14, p. 66-91, 2000.

SOUSA, Devaneide Barbosa de. A formação docente na Licenciatura em Matemática da UFG: a colonização/decolonização do conhecimento no Currículo na perspectiva das relações étnico-raciais. 2020. 185f. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências e Matemática) - Universidade Federal de Goiás. Goiânia.

SOUZA, Calixto Júnior de. A formação de professores e a (In)visibilidade da educação especial nos projetos pedagógicos dos cursos de licenciatura do Instituto Federal de Goiás. 2017. 183f. Tese (Doutorado em Educação Especial) - Centro de Educação e Ciências Humanas da Universidade Federal de São Carlos. São Carlos.

VIAN, Vanessa. As matrizes curriculares dos cursos de licenciatura e os espaços para a interdisciplinaridade: um olhar possível para o ensino. 2020. 271f. Tese (Doutorado em Ensino) – Universidade do Vale do Taquari. Lajeado.

Downloads

Publicado

25-01-2023

Como Citar

SOARES, S. P. L.; PALANCH, W. B. de L. MAPEAMENTO DE ESTUDOS SOBRE CURRÍCULO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA: defendidos no período de 2017 a 2021. Revista Espaço do Currículo, [S. l.], v. 16, n. 1, p. 1–13, 2023. DOI: 10.15687/rec.v16i1.62479. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/rec/article/view/62479. Acesso em: 20 jul. 2024.