PARA UMA EDUCAÇÃO FÍSICA NÃO FASCISTA

contra os adversários do currículo escolar

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15687/rec.v16i1.65992

Palavras-chave:

Educação Física Escolar, Currículo, Estudos foucaultianos

Resumo

O sentido foucaultiano de fascismo não se restringe a um regime de Estado, mas também, e talvez principalmente, às formas de fascismo que estão em todos nós. Este texto discute o currículo da Educação Física em uma perspectiva não fascista, com e a partir do pensamento de Michel Foucault. Para tal, no primeiro momento demonstramos a relação entre a trajetória da Educação Física escolar com os regimes de verdade, entendendo como premissa o currículo enquanto dispositivo de fabricação de subjetividades. Em um segundo momento, analisamos como o texto da Base Nacional Comum Curricular funciona como dispositivo de poder e seus efeitos na produção de um projeto mais amplo, o cosmopolitismo. Por fim, refletimos sobre as possibilidades de liberação na Educação Física em prol de um ‘currículo afirmativo’, em consonância com os princípios de uma vida não fascista.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Renato Cavalcanti Novaes, Marinha do Brasil, Brasil.

Doutor em Educação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro e Professor do Ensino Básico, Técnico, Tecnológico na Marinha do Brasil.

Silvio de Cássio Costa Telles, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brasil.

Doutor em Educação Física e Cultura pela Universidade Gama Filho e Professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Referências

BALL, Stephen. Educação global S.A.: novas redes políticas e o imaginário neoliberal. Ponta Grosa: Editora UEPG, 2014.

BRACHT, Valter. A Educação Física no Brasil: o que vem sendo e o que pode ser. Unijuí: Editora Unijuí, 2019.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil: promulgada em 5 de outubro de 1998. Obra coletiva de autoria da Editora Saraiva com a colaboração de Luiz Roberto Curia, Lívia Céspedes e Juliana Nicoletti. 47. ed. atual. e ampl. São Paulo: Saraiva, 2012. (Coleção Saraiva de legislação).

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Secretaria da Educação Básica, 2017.

CORREIA, Walter Roberto. Educação Física Escolar: entre inquietudes e impertinências. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte. São Paulo, v. 26, n. 1, p. 171-78, jan./mar. 2012.

DAOLIO, Jocimar. Educação Física e o conceito de cultura. Autores associados, 2004.

DELEUZE, Gilles. Nietzsche e a Filosofia, Porto: Res, s/d.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Felix. O anti-Édipo: capitalismo e esquizofrenia. São Paulo: Editora 34, 2010.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Graal, 1986.

FOUCAULT, Michel. História da sexualidade: o uso dos prazeres (vol. 2). Rio de Janeiro: Graal, 1994.

FOUCAULT, Michel. O sujeito e o poder. In: RABINOW, P.; RABINOW, H. Michel Foucault: uma trajetória filosófica (para além do estruturalismo e da hermenêutica). Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1995.

FOUCAULT, Michel. A ordem do discurso. São Paulo: Edições Loyola, 1996.

FOUCAULT, Michel. O que é um autor? Lisboa: Passagens, 1997.

FOUCAULT, Michel. Préface. In: Dits et écrtis II: 1976-1988. Paris: Quatro, Gallimard. 2001.

FOUCAULT, Michel. A Ética do Cuidado de Si como Prática da Liberdade. In: Ditos e Escritos V. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2004.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir: nascimento da prisão. 42. ed. Petrópolis: Vozes, 2014.

FOUCAULT, Michel. Nascimento da biopolítica: curso no Collège de France: 1978-1979. São Paulo: Martins Fontes, 2008.

GALLO, Sílvio. Em torno de uma educação menor. Educação e Realidade, v. 27, n. 2, 2002.

GOODSON, Ivor. Currículo: Teoria e História. 14. ed. Petrópolis: Vozes, 2013.

GOODSON, Ivor. Context, curriculum and professional knowledge. Journal of the History of Education Society, v. 43, n. 6, p. 768-776, 2014.

HALL, Stuart. Da Diáspora: identidades e mediações culturais. Belo Horizonte: Editora UFMG, Brasília: Representações da Unesco no Brasil, 2003.

LIMA, Ana Laura; GIL, Natália. Sistemas de pensamento na educação e políticas de inclusão (e exclusão) escolar: entrevista com Thomas S. Popkewitz. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 42, n. 4, p. 1125-1151, out./dez. 2016.

LOPES, Alice Casimiro; MACEDO, Elizabeth. Teorias de Currículo. São Paulo: Cortez, 2011.

MACEDO, Elizabeth. Base Nacional Curricular Comum: Novas Formas de Sociabilidade Produzindo Sentidos para Educação. Revista e-Curriculum, v. 12, n. 03, p. 1530-1555, 2014.

MACHADO, Roberto. Foucault, a ciência e o saber. Rio de Janeiro: Zahar, 2006.

MOREIRA, Antônio Flávio. A qualidade e o currículo da educação básica brasileira. In: PARAÍSO, M. Antonio Flavio Barbosa Moreira: Pesquisador em currículo. Belo Horizonte: Autêntica, 2010.

NEIRA, Marcos Garcia. Ensino de Educação Física. São Paulo: Cengage Learning, 2010.

NEIRA, Marcos Garcia. Educação física. São Paulo: Blucher, 2011.

NEIRA, Marcos Garcia. Incoerências e inconsistências na BNCC de Educação Física. Rev. Bras. Ciênc. Esporte, v. 40, n. 3, p. 215-223, 2018.

NEIRA, Marcos Garcia. Os conteúdos no currículo cultural da Educação Física e a valorização das diferenças: análises da prática pedagógica. Revista e-Curriculum, São Paulo, v. 18, n. 2, p. 827-846, 2020.

NEIRA, Marcos Garcia; NUNES, Mário. As dimensões política, epistemológica e pedagógica do currículo cultural da educação física. In: BOSSLE, F.; ATHAYDE, P.; LARA, L. (Org.). Educação Física escolar. Natal: EDUFRN, 2020, v 5, p. 25-43.

NOVAES, Renato; TRIANI, Felipe; TELLES, Silvio. A Educação Física na Base Nacional Comum Curricular: desconstruindo o discurso neoliberal. Revista Humanidades & Inovação, Palmas, v. 7, n. 10, p. 70-84, 2020.

NOVAES, Renato; SOARES, Antonio Jorge; ADRIÃO, Theresa; TELLES, Silvio. Educação Física escolar e filantrocapitalismo: o “Impulsiona e a privatização de uma narrativa curricular. Currículo sem Fronteiras, v. 21, n. 3, p. 1374-1404, 2021a.

NOVAES, Renato; TRIANI, Felipe; SOARES, Antonio Jorge; TELLES, Silvio. Educação física escolar S.A.: mudanças e subjetividades na norma corporativa. Revista Educação & Sociedade, Campinas, v. 42, e233849, 2021b.

NOVAES, Renato. Educação Física Escolar S.A.: desconstruindo o discurso neoliberal. 2021. 144f. Tese (Doutorado em Ciências do Exercício Físico e do Esporte) - Instituto de Educação Física e Desportos, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2021.

NUNES, Mário; RÚBIO, Kátia. O(s) currículo(s) da Educação Física e a constituição da identidade de seus sujeitos. Revista Currículo sem Fronteiras, [S.l.], v. 8, n. 2, p. 55-77, jul./dez. 2008.

OLIVEIRA, Leonardo. Foucault – “Vigiar e punir: nascimento da prisão”. In: TELLES, S.; NOVAES, R. Reflexões sobre corpo, esporte e sociedade. Rio de Janeiro: Autografia, 2019.

POPKEWITZ, Thomas. Cosmopolitanism and the age of school reform: science, education, and making society by making the child. New York: Routledge, 2008.

POPKEWITZ, Thomas. Cosmopolitismo, o Cidadão e os Processos de Abjeção: os duplos gestos da pedagogia. Cadernos de Educação, Pelotas, v. 38, p. 361-394, jan./abril 2011.

RAVITCH, Diana. Vida e Morte do Grande Sistema Escolar Americano: Como os testes padronizados e o modelo de mercado ameaçam a educação. Porto Alegre: Sulina, 2011.

REID, Alan. Is this a revolution?: A critical analysis of the Rudd government’s national education agenda. Curriculum Perspectives, v. 29, n. 3, p. 1-13, 2009.

SILVA, Tomás Tadeu. Documentos de identidade: uma introdução às teorias do currículo. 3. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2010.

VEIGA NETO, Alfredo.; LOPES, Maura. Inclusão e Governamentalidade. Educ. Soc., Campinas, v. 28, n. 100 - Especial, p. 947-963, out. 2007.

VEIGA NETO, Alfredo; SARAIVA, Karla. Educar como arte de governar. Currículo sem Fronteiras, v. 11, n. 1, p. 5-13, jan./jun. 2011.

VEIGA-NETO, Alfredo. O currículo e seus três adversários: os funcionários da verdade, os técnicos do desejo, o fascismo. RAGO, M.; VEIGA-NETO, A. (orgs). Para uma vida não-fascista. Belo Horizonte: Editora Autêntica, 2009.

VEIGA-NETO, Alfredo. Foucault & a Educação. 3. Ed. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2016.

Downloads

Publicado

03-05-2023

Como Citar

NOVAES, R. C. .; TELLES, S. de C. C. . PARA UMA EDUCAÇÃO FÍSICA NÃO FASCISTA: contra os adversários do currículo escolar. Revista Espaço do Currículo, [S. l.], v. 16, n. 1, p. 1–14, 2023. DOI: 10.15687/rec.v16i1.65992. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/rec/article/view/65992. Acesso em: 20 jul. 2024.