CRUSH, AFETOS E CHUVA DE NUDES

o currículo da nudez na produção das sexualidades na cibercultura

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15687/rec.v17i1.67246

Palavras-chave:

Currículo, Sexualidades, Cibercultura

Resumo

A prática de capturar e compartilhar a própria nudez a partir do autorretrato nu contribui para que o corpo, a sexualidade, o gênero e a nudez integrem a rede mundial de computadores e outros artefatos digitais. Neste artigo, o objetivo foi analisar os modos de atuações do currículo da nudez na produção de relações de sexualidades e gênero na cibercultura. O currículo da nudez foi pesquisado por meio da netnografia de três grupos secretos na rede social Facebook, a partir da análise do discurso de inspiração em Michel Foucault. O argumento desenvolvido é que o currículo da nudez produz a posição de sujeito ciborgue e fruta-de-sermos-nós-mesmas, caracterizadas pela prática de fotografar-se nua e compartilhar seus nudes com crushes, por meio dos aplicativos digitais. Nesse currículo, acionam-se brincadeiras que dissidem da heterossexualidade compulsória nas redes sociais e constroem redes seguras de compartilhamento de nude selfies.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Luíza Cristina Silva Silva, Universidade Federal de Alagoas, Brasil.

Doutora em Educação da Universidade Federal da Bahia e Professora da Universidade Federal de Alagoas.

Shirlei Sales , Universidade Federal de Minas Gerais, Brasil.

Doutora em educação pela Universidade Federal de Minas Gerais e Professora dda mesma instituição.

Referências

AMARAL, Adriana; NATAL, Geórgia; VIANA, Lucina. Netnografia como aporte metodológico da pesquisa em comunicação digital. Farmecos/PUCRS. Porto Alegre, dezembro, nº 20, 2008. Disponível em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/famecos/article/view/4829/3687. Acesso em: 28 de jul, 2018

ASPIS, Renata. Minorias e Territórios: Ocupações. ETD – Educação Temática Digital. Campinas, v. 19, jan-mar, 2017. P 63 – 74. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/8647856/15183. Acesso em: 28 de jul, 2018. DOI: https://doi.org/10.20396/etd.v19i0.8647856

BUTLER, Judith. Problemas de Gênero: feminismo e subversão de identidade. 5º ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2013.

CORAZZA, Sandra. O que quer um currículo? Pesquisas pós-críticas em educação. Petrópolis: Vozes, 2001.

EVANGELISTA, Gislene Rangel. #CurrículodoFacebook: denúncia da crise e demanda pela reforma do Ensino Médio na linha do tempo da escola. 2016. 188f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Pós-graduação em Educação: conhecimento e Inclusão Social. Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte, 2016.

FISCHER, Rosa Maria Bueno. Foucault e a Análise do Discurso em Educação. Cadernos de Pesquisa, n. 114, p. 197 – 223, 2001. DOI: https://doi.org/10.1590/S0100-15742001000300009

FOUCAULT, Michel. A ordem do Discurso. São Paulo: Loyola, 20ª ed, 2010b.

FOUCAULT, Michel. Arqueologia do Saber. Rio de Janeiro: Forense. 7ª ed. 2008b.

FOUCAULT, Michel. História da Sexualidade I: a vontade de saber. Tradução de Maria Thereza da Costa Albuquerque e J. A. Guilhon Albuquerque. 1º ed. – São Paulo, Edição Paz e Terra, 2014a

FOUCAULT, Michel. O Governo de Si e dos Outros. São Paulo: Martins Fontes. 2010c.

FOUCAULT, Michel. O sujeito e o Poder. In: FOUCAULT, Michel. Ditos e Escritos, IX. Genealogia da Ética, Subjetividade e Sexualidade. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2014b. p. 118 – 141.

FOUCAULT, Michel. Segurança, Território e População. São Paulo: Martins Fontes, 2008a.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e Punir: história da violência nas prisões. 38º ed. Petrópolis: Vozes, 2010a.

GREEN, Bill; BIGUM, Chris. Alienígenas na sala de aula. In: SILVA, Tomaz Tadeu (Org.). Alienígenas na sala de aula: uma introdução aos estudos em educação. 2ª ed. Petrópolis: Vozes, 1998. p 208 – 248.

HALL, Stuart. A Centralidade da Cultura: notas sobre as revoluções culturais do nosso tempo. Educação e Realidade, v.22, n.2, 1997. p 15 – 46

JUNQUEIRA, Rogério. Pedagogia do Armário e Currículo em Ação: heteronormatividade, heterossexismo e homofobia no cotidiano escolar. In: MISKOLCI, Richard; PELÚCIO, Larissa. Discursos Fora da Ordem: sexualidades, saberes e direitos. São Paulo: Annablume. 2012

KOZINETS, Robert. Netnografia: realizando pesquisa etnográfica online. Tradução: Daniel Bueno. Porto Alegre: Penso, 2014.

LOURO, Guacira Lopes. Heteronormatividade e homofobia. In: JUNQUEIRA, Rogério Diniz (Org.). Diversidade sexual na educação: problematizações sobre homofobia nas escolas. Brasília: Ministério da Educação/UNESCO,v. 32, 2009. p 85-93

PARAÍSO, Marlucy. Currículo e Mídia Educativa Brasileira: poder, saber e subjetivação. Chapecó: Argos, 2007.

PASSOS, Eduardo; BARROS, Regina Benevides de. A Cartografia como Método de Pesquisa-Intervenção. In: PASSOS, Eduardo; KASTRUP, Virgínia; ESCÓSSIA, Liliana da (org). Pistas para o Método Cartográfico: pesquisa-interveção e produção de subjetividade. Porto Alegre: Sulinas, 2009.p 17 - 32.

PELÚCIO, Larissa. Afetos, Mercados e Masculinidades contemporâneas: notas iniciais de uma pesquisa em aplicativos móveis para relacionamentos afetivos/sexuais. Revista Contemporânea. São Carlos, p. 209 – 333, v. 6, n 2, jul-dez, 2016. Disponível em: http://www.contemporanea.ufscar.br/index.php/contemporanea/article/view/526. Acesso em: 24 de set, 2017. DOI: https://doi.org/10.4322/2316-1329.016

ROSE, Nikolas. Como se deve fazer a história do eu? Revista Educação e Realidade, n 26 (1), p. 33 – 57, jan-julh, 2001b.

ROSE, Nikolas. Governando a alma: a forma do eu privado. In: Liberdades Reguladas: a pedagogia construtivistas e outras formas de governo do eu. Org. Tomaz Tadeu da Silva. 2º Edição. Editora Vozes. 1999.

ROSE, Nikolas. Inventando nossos eus. In: SILVA, Tomaz Tadeu da. Nunca fomos humanos: nos rastros do sujeito. Belo Horizonte: Editora Autêntica. 2001ª, p.137 – 205.

SALES, Shirlei Rezende. Orkut.com.escol@: currículos e ciborguização juvenil. 2010. 230f. Tese (Doutorado) – Universidade Federal de Minas Gerais, Faculdade de Educação, 2010.

SILVA, Tomaz Tadeu da. Documentos de Identidade: uma introdução às teorias do currículo. Belo Horizonte: Autêntica, 3ºed, 2015.

SILVA, Tomaz Tadeu da. Terminais: as transformações na política da pedagogia e na pedagogia da política. Petrópolis: Vozes, 1996.

SOUSA, Alípio de. Foucault: o cuidado de si e liberdade ou a liberdade é uma agonística. In: In: JÚNIOR, Durval; VEIGA-NETO, Alfredo; SOUSA, Alípio (Orgs.). Cartografias de Foucault. Belo Horizonte: Autêntica, 2008. p 13 - 27

TADEU, Tomaz; CORAZZA, Sandra. Composições. Belo Horizonte: Autêntica, 2003.

Downloads

Publicado

13-03-2024

Como Citar

SILVA, L. C. S.; SALES , S. CRUSH, AFETOS E CHUVA DE NUDES: o currículo da nudez na produção das sexualidades na cibercultura. Revista Espaço do Currículo, [S. l.], v. 17, n. 1, p. e67246, 2024. DOI: 10.15687/rec.v17i1.67246. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/rec/article/view/67246. Acesso em: 23 jun. 2024.