AVALIAÇÃO E CURRÍCULO

repensando políticas educacionais sob a ótica da teoria do discurso

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15687/rec.v17i1.69522

Palavras-chave:

avaliação educacional, proposta curricular, hegemonia, lógicas sociais

Resumo

O presente artigo constitui um recorte de uma pesquisa mais abrangente realizada no âmbito do mestrado do Programa de Pós-graduação em Educação Contemporânea da Universidade Federal de Pernambuco. Neste estudo, abordamos as características do Programa de Modernização da Gestão Pública - Metas para a Educação. Nosso objetivo neste momento é discutir as articulações discursivas que promovem a hegemonia avaliativa e curricular no sistema educacional pernambucano, questionando sua alegada essencialidade. Adotamos como estratégia teórico-metodológica a Teoria do Discurso de Laclau e Mouffe (2015), com a articulação interpretativa das lógicas sociais propostas por Glynos e Howarth (2007, 2018). Nossos resultados apontam que as regularidades articulatórias discursivas presentes na política educacional de avaliação/curricular pernambucana conferem uma suposta coerência discursiva à prática avaliativa/curricular do estado, embora as lacunas não sejam completamente ocultadas pela política normativa. Influenciada pelas lógicas sociais da performatividade, competição e responsabilidade/accountability, essa política educacional é precariamente estabilizada e contingencial, emergindo limitações diante da dimensão ontológica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Divane Oliveira de Moura Silva, Universidade Federal de Pernambuco, Brasil.

Mestra em Educação Contemporânea pela Universidade Federal de Pernambuco. Servidora técnica-administrativa na Universidade Federal de Pernambuco.

Kátia Silva Cunha, Universidade Federal de Pernambuco, Brasil.

Doutora em Educação pela Universidade Federal de Pernambuco e Professora na mesma universidade. 

Referências

AFONSO, Almerindo Janela. Avaliação educacional: regulação e emancipação: para uma sociologia das políticas avaliativas contemporâneas. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2005.

AMANCIO, Frederico da Costa. O que o país tem a aprender com a educação de Pernambuco. [Entrevista concedida a] Eduardo Marini. Revista Educação - online. RFM Editores, 2020. Disponível em: https://revistaeducacao.com.br/2020/01/12/educacao-pernambuco-sec/. Acesso em: 29 out. 2022.

BALL, Stephen John. Educação global S.A. Novas redes políticas e o imaginário neoliberal. Trad. de Janete Bridon. Ponta Grossa: Editora UEPG, 2014.

BALL, Stephen John. Performatividades e fabricações na economia educacional: rumo a uma sociedade performativa. Educação e Realidade, [S. l.], v. 35, n. 2, p. 37-55, 2010. Disponível em: http://educa.fcc.org.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-31432010000200004&lng=pt&tlng=. Acesso em: 20 abr. 2023.

BALL, Stephen John. Reformar escolas/reformar professores e os terrores da performatividade. Revista Portuguesa de Educação, v. 15, n. 2, p. 3-23, 2002. Disponível em: https://www.redalyc.org/articulo.oa?id=37415201. Acesso em: 14 jan. 2023.

BURITY, Joanildo. Discurso, política e sujeito na teoria da hegemonia de Ernesto Laclau. In: MENDONÇA, Daniel; RODRIGUES, Léo. Pós-estruturalismo e teoria do discurso: em torno de Ernesto Laclau. Porto Alegre: EDIPUCRS, Ebook, 2018. p. 35-51

CAEd. Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação. Pernambuco: Avaliação e Monitoramento da Educação Básica. CAEd. Minas Gerais: UFJF, 2024. Disponível em: https://avaliacaoemonitoramentopernambuco.caeddigital.net/#!/pagina-inicial. Acesso em: 20 fev. 2024.

CLARKE, Matthew. Education and the Fantasies of Neoliberalism: Policy, Politics and Psychoanalysis. Abingdon, Inglaterra, Reino Unido: Routledge, 2022. DOI: https://doi.org/10.4324/9781003028444

CLEEN, Benjamin de; STAVRAKAKIS, Yannis. Distinctions and articulations: A discourse theoretical framework for the study of populism and nationalism. Javnost-The Public, v. 24, n. 4, p. 1-19, 2017. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/13183222.2017.1330083. Acesso em: 15 set. 2023. DOI: https://doi.org/10.1080/13183222.2017.1330083

CUNHA, Kátia Silva. A formação continuada Stricto Sensu: sentidos constuídos pelos docentes do ensino superior privado face às exigências legais. Novas Edições Acadêmicas, 2016.

DARDOT, Pierre; LAVAL, Christian. A nova razão do mundo. São Paulo: Boitempo editorial, 2017.

GLYNOS, Jason.; OLIVEIRA, Gustavo Gilson Sousa de; BURITY, Joanildo. Critical Fantasy Studies: neoliberalism, education and identification - an interview with Jason Glynos. Série-Estudos - Periódico do Programa de Pós-Graduação em Educação da UCDB, [S. l.], v. 20, n. 52, p. 145–170, 2019. Disponível em: https://serieucdb.emnuvens.com.br/serie-estudos/article/view/1378. Acesso em: 2 mar. 2024. DOI: https://doi.org/10.20435/serie-estudos.v20i52.1378

GLYNOS, Jason; HOWARTH, David. Explicação crítica em Ciências Sociais: a abordagem das lógicas. In: LOPES, Alice Casimiro; OLIVEIRA, Anna; OLIVEIRA, Gustavo Gilson Sousa. A teoria do discurso na pesquisa em educação. Recife: UFPE, 2018. p. 53-103

GLYNOS, Jason; HOWARTH, David. Logics of critical explanation in social and political theory. Abingdon, Inglaterra, Reino Unido: Routledge, 2007. DOI: https://doi.org/10.4324/9780203934753

HOWARTH, David. Ernesto Laclau: post-Marxism, populism and critique. Abingdon, Inglaterra, Reino Unido: Routledge, 2015. DOI: https://doi.org/10.4324/9780203762288

HOWARTH, David. Power, discourse, and policy: articulating a hegemony approach to critical policy studies. Critical policy studies, v. 3, n. 3-4, p. 309-335, 2010. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/19460171003619725. Acesso em: 14 jun. 2022. DOI: https://doi.org/10.1080/19460171003619725

HOWARTH, David; GLYNOS, Jason; GRIGGS, Steven. Discourse, explanation and critique. Critical Policy Studies, v. 10, n. 1, p. 99-104, 2016. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/19460171.2015.1131618. Acesso em: 14 jan. 2024. DOI: https://doi.org/10.1080/19460171.2015.1131618

HOWARTH, David; GRIGGS, Steven. Poststructuralist Policy Analysis. In: The argumentative turn revisited. Duke University Press, 2012. p. 305-342 DOI: https://doi.org/10.1215/9780822395362-011

LACLAU, Ernesto. Emancipação e Diferença. Coordenação e revisão técnica geral, Alice Cassimiro Lopes e Elizabeth Macedo. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2011.

LACLAU, Ernesto. The impossibility of society. In: ANGERMULLER, Johannes; MAINGUENEAU, Dominique; WODAK, Ruth (eds). The Discourse Studies Reader: Main currents in theory and analysis, John Benjamins Publishing Company Amsterdam/Philadelphia, 2014. p. 122-126 DOI: https://doi.org/10.1075/z.184.212lac

LACLAU, Ernesto. Identity and hegemony: The role of universality in the constitution of political logics. In: BUTLER, Judith, LACLAU, Ernesto, ZIZEK, Slavoj (Orgs.). Contingency, hegemony, universality: Contemporary dialogues on the left. Verso, 2000. p. 44-89

LACLAU, Ernesto; MOUFFE, Chantal. Hegemonia e Estratégia Socialista: Por uma política democrática radical. São Paulo: Intermeios: Brasília, 2015.

LOPES, Alice Casimiro; LÓPEZ, Silvia Braña. A performatividade nas políticas de currículo: o caso do ENEM. Educação em revista, v. 26, p. 89-110, 2010. Disponível em: https://www.scielo.br/j/edur/a/YVjRx49XqRvYSvWntqkBZ9b/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 18 jan. 2024. DOI: https://doi.org/10.1590/S0102-46982010000100005

LOPES, Alice Casimiro; MENDONÇA, Daniel de; BURITY, Joanildo. A contribuição de Hegemonia e estratégia socialista para as ciências humanas e sociais. In: LACLAU, Ernesto; MOUFFE, Chantal. Hegemonia e estratégia socialista: por uma política democrática radical. São Paulo: Intermeios, Brasília - DF, 2015. p. 7-32

MARCHART, Oliver. Politics and the Ontological Difference. In: CRITCHLEY, Simon; MARCHART, Oliver. (Ed.). Laclau: A critical reader. Abingdon, Inglaterra, Reino Unido: Routledge, 2004. p. 54-72

MARCHART, Oliver. Teoria do discurso, pós-estruturalismo e paradigma da Escola de Essex. In: MENDONÇA, Daniel de; RODRIGUES, Léo Peixoto (Orgs). Pós-Estruturalismo e Teoria do Discurso: em torno de Ernesto Laclau. Porto Alegre: EdiPUCRS, RS, Ebook, 2018. p. 9-13.

MENDONÇA, Daniel de. O limite da normatividade na teoria política de Ernesto Laclau. Lua Nova: Revista de Cultura e Política, p. 135-167, 2014. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ln/a/B36tLYVLnzjVNYYCXq96w9J/abstract/?lang=pt. Acesso em: 20 nov. 2021. Acesso em: 28 out. 2022. DOI: https://doi.org/10.1590/S0102-64452014000100006

PERNAMBUCO, Governo do Estado. Material didático do Curso de Aperfeiçoamento. Módulo 12. Pernambuco: Secretaria de Educação e Esportes, 2012.

PERNAMBUCO, Governo do Estado. Modernização de Gestão. Secretaria de Educação e Esportes. Pernambuco, 2008. Disponível em: http://www.educacao.pe.gov.br/portal/?pag=1&men=69. Acesso em: 02 jan. 2021.

PERNAMBUCO, Governo do Estado. Revista do Gestor Escolar SAEPE – 2021. Secretaria de Educação e Esportes. Universidade Federal de Juiz de Fora, Faculdade de Educação, Juiz de Fora. CAEd. V. 2, 2021b. Disponível em: https://avaliacaoemonitoramentopernambuco.caeddigital.net/resources/arquivos/colecoes/SAEPE_2021/PE2021RG.pdf. Acesso em: 28 fev. 2024.

PERNAMBUCO, Governo do Estado. Revista do Professor – Língua Portuguesa. SAEPE 2019. Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora: CAEd. V. 1, 2019. Disponível em: https://avaliacaoemonitoramentopernambuco.caeddigital.net/resources/arquivos/colecoes/SAEPE_2019/PE%20SAEPE%202019%20RP%20LP%20WEB.pdf. Acesso em: 15 nov. 2021.

PERNAMBUCO, Governo do Estado. Secretaria de Educação e Esportes. Currículo de Pernambuco: ensino médio / Secretaria de Educação e Esportes, União dos Dirigentes Municipais de Educação. Recife: A Secretaria, 2021a. Disponível em: https://portal.educacao.pe.gov.br/wp-content/uploads/2023/11/CURRICULO_DE_PERNAMBUCO_DO_ENSINO-MEDIO-2021_Final.pdf. Acesso em: 10 fev. 2024.

SAFATLE, Vladimir; SILVA JUNIOR, Nelson da; DUNKER, Christian. Neoliberalismo como gestão do sofrimento psíquico. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2021.

SALTER, Leon. The Paradox of Neoliberal Education Bureaucracy and Hysterical Resistance: The Case of New Zealand Schooling. New Formations, v. 100, n. 100-101, p. 179-197, 2020. Disponível em: https://muse.jhu.edu/article/761228/pdf. Acesso em: 20 fev. 2024. DOI: https://doi.org/10.3898/NeWf:100-101.12.2020

SILVA, Divane Oliveira de Moura. Emaranhados sociais, políticos e fantasmáticos no sistema avaliativo educacional pernambucano: nas assombrações constitutivas, o que deixamos de enxergar? 2023. 183 f. Dissertação (Mestrado em Educação Contemporânea). Universidade Federal de Pernambuco, Caruaru, 2023.

SZKUDLAREK, Tomasz. Identity and normativity: Politics and education. In: SZKUDLAREK, Tomasz. (Ed.). Education and the political: New theoretical articulations, Sense Publishers, 2013. p. 61-74 DOI: https://doi.org/10.1007/978-94-6209-383-6_5

Downloads

Publicado

30-04-2024

Como Citar

SILVA, D. O. de M.; CUNHA, K. S. AVALIAÇÃO E CURRÍCULO: repensando políticas educacionais sob a ótica da teoria do discurso. Revista Espaço do Currículo, [S. l.], v. 17, n. 1, p. e69522, 2024. DOI: 10.15687/rec.v17i1.69522. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/rec/article/view/69522. Acesso em: 18 jul. 2024.