POLÍTICAS CURRICULARES EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO CURSO DE PEDAGOGIA

um estudo de caso na Universidade Federal de Rondônia-UNIR

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1983-1579.2018v3n11.35501

Palavras-chave:

Políticas Curriculares do Curso de Pedagogia, Educação Ambiental, Ensino Superior, Prática Docente

Resumo

As Diretrizes Curriculares recomendam a inserção da temática ambiental nos currículos. Embora exista esta determinação, pesquisou-se se o emprego da mesma tem ocorrido no âmbito da prática educativa. Esta pesquisa apresenta o resultado de uma investigação sobre o desenvolvimento das ações docentes voltadas para a temática ambiental nos cursos de Pedagogia da Universidade Federal de Rondônia-UNIR, nos Câmpus de Porto Velho, Guajará-Mirim e Ariquemes. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, caracterizada como “estudo de caso”. O referencial teórico utilizado esteve baseado nos autores da ambientalização curricular, no currículo e na legislação ambiental, e na educação ambiental crítica. A metodologia adotada foi a qualitativa, um estudo de caso baseado em Stake (1994) tendo como instrumentos para a coleta de dados: a análise de documentos por meio de Projetos Político Pedagógico e, a realização de questionários com 61 (sessenta e hum) alunos dos últimos períodos dos cursos, com entrevistas semiestruturadas com perguntas abertas a 3 (três) Coordenadores e 9 (nove) professores das disciplinas dos Cursos de Pedagogia que trabalham com a temática ambiental. Os dados foram analisados com base na Análise de Conteúdo de Bardin (2011) que serviu para identificar e descrever as categorias relacionadas a temática ambiental nos Cursos de Pedagogia. Os resultados apontam que os professores do curso de Pedagogia dos três câmpus trabalham com temas ambientais e que há um esforço em desenvolver um trabalho eficaz voltada para o ambiente físico e não para uma dimensão ambiental que envolva questões sociais, econômicas e culturais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Clarides Henrich de Barba, Universidade Federal de Rondônia, Brasil.

Doutor em Educação Escolar pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho e Professor Associado III do Departamento de Filosofia da Universidade Federal de Rondônia. 

Elenice Cristina da Rocha Feza, Faculdades Associadas de Ariquemes, Brasil.

Mestre em Educação pela Universidade Federal de Rondônia e Vice Diretora Faculdades Associadas de Ariquemes.

Referências

AVERSI, Tânia Lídia Ribeiro. Ambientalização Curricular em Cursos de Pedagogia de Instituições Privadas do Município de São Paulo: desafios e proposições. 2015, 158 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Educação: Formação de Formadores). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2015. Disponível em: <https://sapientia.pucsp.br> Acesso em 15 maio 2016.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BARBA, Clarides Henrich de. Ambientalização curricular no ensino superior: o caso da Universidade Federal de Rondônia - campus de Porto Velho, 2011, 310 f. ; Tese (Doutorado em Educação Escolar) – Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Letras, Campus de Araraquara. Acesso em: <http://repositorio.unesp.br> Acesso em 15 maio 2016.

BOLEA, Yolanda et al. Ambientalización Curricular de los Estudios de Informática Industrial: La experiencia en la UPC. In: Jornadas de Enseñanza Universitaria de Informática: Robótica e informática industrial, 10, Alicante, Espanha: Editora da Universidade de Alicante, 2004, p. 443- 451.

BRASIL Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Referencial curricular nacional para a educação infantil. Brasília. DF: MEC; SEF, 1998. v. 1, 2 e 3. Disponível em <http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/volume3.pdf>. Acesso em 15 maio 2016.

______, Lei nº 9.795, de 27 de abril de 1999: dispõe sobre a educação ambiental, institui a Política Nacional de Educação Ambiental e dá outras providências. Brasília: Diário Oficial, 28 de abril de 1999. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil>. Acesso em 10 jun. 2016.

BRASIL. Decreto nº 4.281/2002. Regulamenta a Lei nº 9795 de 27 de abril de 1999 que institui a Política Nacional de Educação ambiental e dá outras providências. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/2002/d4281.htm> Acesso em 10 jun. 2016.

______. Resolução nº 2, de 15 de junho de 2012. Estabelece as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Ambiental, 2012 Disponível em: <http://conferenciainfanto.mec.gov.br/images/pdf/diretrizes.pdf>. Acesso em 10 jun. 2016.

______, Resolução CNE/CP 1/2006. Diário Oficial da União, Brasília, 16 de maio de 2006ª. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos.pdf> Acesso em 10 jun. 2016.

______. Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Graduação em Pedagogia, licenciatura. Resolução CNE/CP nº 1, de 15 de mai. de 2006b. Disponivel em:http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/rcp01_06.pdf>. Acesso em acesso em 08 de ago. de 2016.

CARVALHO, Luiz Marcelo de. A Temática Ambiental e o Processo Educativo: dimensões e abordagens. IN CINQUETTI, H Heloisa Chalmers Sisla; LOGAREZZI, Amadeo. Consumo e Resíduos: Fundamentos para o trabalho educativo. São Carlos, EdUFSCar, 2006, p. 19-41.

CUNHA, Valdenice Henrique. A dimensão ambiental e os currículos dos cursos de formação de professor nas Instituições de Ensino Superior em Manaus, 2012, 114 f. Dissertação (Mestrado em Sociedade e cultura da Amazônia) Universidade Federal do Amazonas. Disponível em: <http://200.129.163.131:8080/handle/tede/2341> acesso em 08 de ago. de 2016.

DIAS, Genebaldo Freire. Educação Ambiental: princípios e práticas. 5 ed., São Paulo: Global 1998.

FRIZZO, Taís Cristine Ernst. Ambientalização do currículo no Brasil: levantamento de teses e dissertações entre 2011 e 2014. Educação Por Escrito, Porto Alegre, v. 8, n. 1, p. 67-84, jan.-jun. 2017.

GELI, Anna Maria. Introdução. Universidade, sustentabilidade e ambientalização curricular. In: GELI, Anna Maria, ARBAT, Eva. (Eds.) Ambientalización curricular de los Estúdios Superiores: Aspectos ambientales de las Universidades. v.1. Girona: Universitat de Girona, Red ACES, 2002, p. 15-18.

GONZÁLES MUÑOZ, Maria Carmen. Principales tendências y modelos de la educación ambiental en el sistema escolar. Revista ibero-americana de educación, n. 11, p. 13-74, 1996.

GUERRA, Antonio Fernando Silveira; FIGUEIREDO, Maria Lúcia. Ambientalização curricular na Educação Superior: desafios e perspectivas. Educar em Revista, Curitiba, Editora UFPR, Edição Especial n. 3/2014, p. 109-126.

GUERRA, Antônio Fernando Silveira; SCHMIDT, Elisabeth Brandão. Ambientalização curricular em cursos de licenciatura e na educação básica: a pesquisa e a formação inicial e continuada. In: GUERRA, Antônio Fernando Silveira; FIGUEIREDO, Mara Lúcia; SAENZ, Orlando (Coords.). II Jornada Ibero-americana da ARIUSA. Itajaí: Editora da Univali, 2012, p. 99-105.

JUNYENT, Mercé.; GELI, Anna Maria; ARBAT, Eva. Características de la ambientalización curricular: Modelo ACES. In: JUNYENT, Mercé; GELI, Anna Maria; ARBAT, Eva (Eds.). Ambientalización Curricular de los Estudios Superiores: Proceso de Caracterización de la Ambientalización Curricular de los Estudios Superiores. Girona: Universitat de Girona, Red ACES, 2003. v. 2, p. 15- 32.

LEONI, Paula. Alves; RODRIGUES, Denise C. G. A. Visão dos alunos acerca da importância de uma nova metodologia de ensino no curso de Nutrição. UniFOA. Revista Práxis. Edição especial. IV Simpósio em Ensino de Ciências e Meio Ambiente do Rio de Janeiro, ano VII, jun. 2015. Volta Redonda: FOA, 2015. [Revista Eletrônica].

LOPES, Theoffillo. da Silva. A Educação Ambiental na formação do Pedagogo: A Dimensão Ambiental no curso de Licenciatura Plena em Pedagogia da UFPB - João Pessoa, 2012, 154 f.. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente). Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa. 2012.

MORALES, Angélica Góis Müller. A formação dos profissionais educadores ambientais e a universidade: trajetórias dos cursos de especialização no contexto brasileiro. Educar, Curitiba, n. 34, p. 185-199, 2009. Editora UFPR,

OLIVEIRA Gabriele Caroline dos Santos de; TONIOSSO, José Pedro. Educação ambiental: práticas pedagógicas na educação infantil. Cadernos de Educação: Ensino e Sociedade, Bebedouro-SP, 1 (1): 30-43, 2014.

OLIVEIRA, Maria Gesualdo de. Cursos de Pedagogia em Universidades Federais Brasileiras: políticas públicas e processos de ambientalização curricular. 2011, 168f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Rio Claro, 2011

ROCHA, P. A. M. Ecoeducação Universitária: Saberes e Dissabores em Educação Ambiental. Estudo de caso nos cursos de Pedagogia nos campi VII E VIII da UNEB. Mestrado em Ecologia Humana e Gestão Socioambiental. UNEB, 2012.

SAHEB, Daniele. RODRIGUES, Daniela Gureski. A Educação Ambiental na Educação Infantil: limites e possibilidades. Cadernos de Pesquisa, v. 23, n. 1, p. 81-94, 2016.

SCHEIBE, Leda. Diretrizes Curriculares para os cursos de Pedagogia: trajetória longa e inconclusa. Cadernos de Pesquisa, v. 37, n. 130, jan./abr. 2007. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/%0D/cp/v37n130/04.pdf> Acesso em: 08 de ago. de 2016.

SILVA, Maria Amparo dos Santos. Utilização de recursos didáticos no processo de ensino e aprendizagem de Ciências Naturais em turma de 8º e 9º anos de uma escola pública de Teresina no Piauí. In: VII CONNEPI, 7, Palmas. Anais do VII Connepi. Palmas: Instituto Federal do Tocantins: 2012.

SOTERO, José Paulo. SORRENTINO, Marcos. A Educação Ambiental como Política Pública: Reflexões sobre seu Financiamento. Anais... V ENANPPAS GT, v. 6, 2010.

STAKE, R.E. Investigación con estudio de casos. Madrid: Morata, tradução do original de 1995, The art of case study research, Sage Publications, 2005

TOMMASIELLO, Maria Guiomar C. ROCHA, Erilda M. P. D. Diretrizes curriculares nacionais para a educação ambiental: considerações sobre a sua implementação no Brasil. IX Congreso internacional sobre Investigación en Didáctica de Las Ciencias, Girona, 9-12 de septiembre de 2013, p. 684-688.

TOZONI-REIS, Marília Freitas de Campos.Educação Ambiental, natureza, razão e história. Campinas: Autores Associados, 2004.

UNTALER, Lindomar de Oliveira. Aproximações de estudantes de um curso de Pedagogia com a temática ambiental. 2011. 150f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2011. . Disponível em: http:. Acesso em: 08 de ago. de 2016.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE UFCSPA. Projeto de Desenvolvimento de Ações de Preservação Ambiental na UFCSPA, 2009. Disponível em:<http://www.ufcspa.edu.br/ufcspa/institucional/politicas_gestaoambiental.pdf>

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA. Plano de Desenvolvimento Institucional. Porto Velho: 2008. Disponível em:<http://www.unir.gov.br> Acesso em: 10 jun. 2016.

Downloads

Publicado

31-12-2018

Como Citar

BARBA, C. H. de; FEZA, E. C. da R. POLÍTICAS CURRICULARES EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO CURSO DE PEDAGOGIA: um estudo de caso na Universidade Federal de Rondônia-UNIR. Revista Espaço do Currículo, [S. l.], v. 3, n. 11, 2018. DOI: 10.22478/ufpb.1983-1579.2018v3n11.35501. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/rec/article/view/ufpb.1983-1579.2018v3n11.35501. Acesso em: 18 jul. 2024.