CENTRO SOCIOEDUCATIVO DE CÁCERES/MT: um estudo exploratório

Autores

  • Juliano Claudio Alves Centro Socioeducativo de Cáceres, MT
  • Maria do Horto Salles Tiellet Universidade do Estado de Mato Grosso

Resumo

Este artigo tem o objetivo de apresentar os resultados da fase exploratória do estudo “As ações pedagógicas e os adolescentes privados de liberdade: a percepção dos agentes prisionais do Centro Socioeducativo de Cáceres/MT”. A pesquisa objetivou conhecer o ambiente em que as ações e as intervenções dos socioeducativos são desenvolvidas, além de obter informações sobre a organização escolar no interior da Unidade. Os dados dos adolescentes infratores foram obtidos através de documentação disponibilizada pelo Centro de Referência Especializada de Assistência Social – CREAS, da Secretaria Municipal de Ação Social, pela administração do Centro Socioeducativo de Cárceres e documentos da Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso - SEDUC. A partir do levantamento dos dados e das informações, foi possível tornar o problema do estudo principal mais explícito e elaborar hipóteses sobre a problemática educacional relacionada ao processo de reeducação, ressocialização e inserção social.

Palavras-chave: Medidas socioeducativas. Adolescente infrator. Socioeducativos. Ações pedagógicas. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliano Claudio Alves, Centro Socioeducativo de Cáceres, MT

Mestrando em Educação pela Universidade Estadual de Mato Grosso, UNEMAT/Cáceres, Acadêmico do curso de Serviço Social pela Unopar Pólo de Cáceres MT, Especialista em Educação Infantil e Especial pela FAE, Faculdade das Águas Emendadas Brasília DF (2010). Graduado em Pedagogia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP)(2005) e graduado em Educação Física pela Escola Superior de Educação Física da Alta Paulista (ESEFAP) (2000). Atualmente é professor interino no Centro Socioeducativo Cáceres MT, Coordenador Pedagógico da Casa da Criança na pasta da Ação Social de Cáceres, Tutor da Universidade Aberta do Brasil, UNEMAT, Tem experiência na área de Educação e atua principalmente, nas frentes das demandas sociais, enquanto violação de direito da Criança e do Adolescente. Discute os seguintes temas: Menor Infrator e Políticas Públicas, Educação no Sistema Socioeducativo, violência no ambiente escolar

Maria do Horto Salles Tiellet, Universidade do Estado de Mato Grosso

Possui graduação em Filosofia pela Faculdade de Filosofia, Ciência e Letras Imaculada Conceição/RS (1985), especialização em Metodologia da Pesquisa Educacional pela Universidade Federal de Mato Grosso/MT (1993), mestrado em Educação Brasileira pela Universidade Federal de Santa Maria/RS (1996) e doutorado em Educação pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos/RS (2012). Atualmente é professora do Programa de Pós-graduação em Educação da Mato Grosso. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Filosofia da Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: política educacional, cotidiano escolar, violência no ambiente escolar

Referências

ECA. Estatuto da criança e do adolescente. Lei nº 8.069, de 13/7/90.

SINASE. Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo/ Secretaria Especial dos Direitos Humanos. Brasília-DF: CONANDA, 2006.

TIELLET, Maria do Horto; ANTUNES, Maria da Penha Fornanciari; COSTA, José Ferreira da. Juventude e contemporaneidade: vínculos complexos e futuro incerto. Revista Eccos, n. 32, p. 103-118. 2013.

TIELLET, Maria do Horto; COSTA, José Ferreira. Brincadeiras que humilham: manifestações de incivilidade. 216 f. 2007. Relatório apresentado a Universidade do Estado de Mato Grosso. Localização: Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, Coordenadoria de Acompanhamento e Avaliação de Pesquisa. Cáceres, MT, 2007.

MATO GROSSO. Estrutura e Implementação de uma prática pedagógica no Centro Socioeducativo do Estado de Mato Grosso. Seduc. Cuiabá, 2011.

Downloads

Publicado

2015-12-29

Como Citar

ALVES, J. C.; TIELLET, M. do H. S. CENTRO SOCIOEDUCATIVO DE CÁCERES/MT: um estudo exploratório. Revista Temas em Educação, [S. l.], v. 24, n. 2, p. 89–105, 2015. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/rteo/article/view/20097. Acesso em: 17 jan. 2022.

Edição

Seção

RELATOS DE PESQUISA