O POTENCIAL EDUCATIVO DO ENSINO HÍBRIDO ENQUANTO UMA METODOLOGIA ATIVA: UM ESTUDO DE CASO

THE EDUCATIONAL POTENTIAL OF HYBRID TEACHING AS AN ACTIVE METHODOLOGY: A CASE STUDY

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.2359-7003.2020v29n3.49808

Palavras-chave:

Ensino Híbrido, Metodologias ativas, Personalização do ensino

Resumo

O objetivo deste artigo foi investigar o potencial educativo do Ensino Híbrido como uma prática educativa em um colégio da rede particular de Belo Horizonte – Minas Gerais. Para tal, foi realizada uma pesquisa de natureza qualitativa, descritiva. Quanto ao procedimento técnico, escolheu-se o estudo de caso. O instrumento de coleta de dados utilizado foi a observação não participativa. Os dados observados foram registrados em um diário de campo. Os resultados encontrados permitiram concluir que as práticas pedagógicas que fazem parte do Ensino Híbrido têm proporcionado um ensino que desperta o interesse nos alunos da Geração Internet, devido ao uso das tecnologias digitais, as quais dinamizou as aulas e motivou os alunos, que tiveram a oportunidade de vivenciar diferentes experimentos e novos conhecimentos. Ao usar as tecnologias digitais, pôde-se observar que as atuações dos alunos foram mais ativas. Além disso, o Ensino Híbrido favoreceu a colaboração entre aos alunos durante as atividades práticas e, mostrou sua potencialidade em favorecer a personalização do ensino. Também, pôde-se verificar o engajamento de todos os profissionais envolvidos nesse projeto de implementação do Ensino Híbrido no colégio, avaliando positivamente suas práticas. Os principais motivos que permitiram essa avalição foram: a escola envolveu toda a equipe para a realização do projeto sobre o Ensino Híbrido, ofereceu condições físicas, tecnológicas e pedagógicas e, começou a implementação gradativamente, dando tempo para que todos fossem se adaptando ao novo modelo.

ensino.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Márcia Gorett Ribeiro Grossi, CEFET-MG

Possui graduação em Engenharia Elétrica pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (1987), mestrado em Tecnologia pelo Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (1993) e doutorado em Ciências da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais (2008). Atualmente é diretora administrativa financeira da Fundação de Apoio à Educação de Desenvolvimento Tecnológico de Minas Gerais e professora do mestrado em Educação tecnológica do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais. Tem experiência na área de Engenharia Elétrica, com ênfase em Sistemas Digitais, atuando principalmente nos seguintes temas: informática, software livre, novas tecnologias, educação, ensino-aprendizagem e políticas educacionais e educação tecnológica.

Camila Macedo Chamon, CEFET-MG

Mestre em Educação Tecnológica. Graduação em Pedagogia. Membro do grupo de pesquisa AVACEFETMG.

Downloads

Publicado

2020-10-17

Como Citar

GROSSI, M. G. R.; CHAMON, C. M. O POTENCIAL EDUCATIVO DO ENSINO HÍBRIDO ENQUANTO UMA METODOLOGIA ATIVA: UM ESTUDO DE CASO: THE EDUCATIONAL POTENTIAL OF HYBRID TEACHING AS AN ACTIVE METHODOLOGY: A CASE STUDY. Revista Temas em Educação, [S. l.], v. 29, n. 3, 2020. DOI: 10.22478/ufpb.2359-7003.2020v29n3.49808. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/rteo/article/view/49808. Acesso em: 24 set. 2021.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)