O CURRÍCULO ALINHADO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1983-1579.2020v13n3.53996

Palavras-chave:

Cotidiano Escolar, Burocracia, Currículos, BNCC

Resumo

Há mais de um século a burocracia se destina a organizar a vida moderna, urbana, industrial. Justificada pela eficiência, primazia da ordem e liquidez, a burocracia adentra quase todos os recônditos da vida humana, interferindo e alterando a vida cotidiana e, no que diz respeito a este artigo, o cotidiano escolar. Através de diferentes entradas, a burocracia se imiscui e instala-se na escola, acionando o controle e a regulação. O objetivo deste artigo é participar da discussão acerca da burocracia direcionada aos currículos escolares. A cartografia foi empregada enquanto orientação metodológica no movimento criativo de produção do material de estudo, o qual atravessou criticamente o consumo dos códigos alfanuméricos presentes na Base Nacional Comum Curricular para encontra-los no material didático, na formação continuada e nas conversações entre as professoras. O estudo aponta que os códigos alfanuméricos, entendidos enquanto sistema de símbolos, têm por destino a obsolescência, uma vez que não são provenientes dos currículos praticados nas escolas, e porque desprovidos de sentido.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Mitsi Pinheiro de Lacerda, Universidade Federal Fluminense, Brasil.

Doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo e Professora Associada do Departamento de Ciências Humanas e do Programa de Pós-Graduação em Ensino da Universidade Federal Fluminense.

 

 

Referências

AZEVEDO, Ricardo. Aquilo. São Paulo: Cia. Melhoramentos, 1985.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC, 2017. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_20dez_site.pdf. Acesso em: 08 de julho de 2020.

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano. Artes de fazer. Petrópolis: Vozes, 1994.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

GÓGOL, Nikolai. O capote e outras histórias. São Paulo: Editora 34, 2015.

GALLO, Sílvio. Deleuze e a Educação. Belo Horizonte: Autêntica, 2013.

LEFEBVRE, Henri. A vida cotidiana no mundo moderno. São Paulo: Ática, 1991.

LEFEBVRE, Henri. A produção do espaço. Trad. Pereira, D. B. e Martins, S. (do original La production de l’espace). Paris: Éditions Anthropos, 2000. Disponível em https://grupogpect.info/2014/06/02/livro-a-producao-do-espaco-de-henri-Lefebvre/. Acesso em 15/09/2019.

MON oncle. Direção de Jacques Tati. França,1956. 1 DVD (117 min.).

MORIN, Edgar. Ciência com consciência. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1999.

OLIVEIRA, Thiago Ranniery Moreira de; PARAÍSO, Marlucy Alves. Mapas, dança, desenhos: a cartografia com método de pesquisa em educação. Pro-Posições, v. 23, n. 3 (69), Set./Dez. 2012, p. 159-178.

SILVA, Tomaz Tadeu da. Documentos de identidade. Uma introdução às teorias do currículo. Belo Horizonte: Autêntica, 2015.

Downloads

Publicado

2020-11-09

Como Citar

PINHEIRO DE LACERDA, M. O CURRÍCULO ALINHADO. Revista Espaço do Currículo, [S. l.], v. 13, n. 3, p. 544–556, 2020. DOI: 10.22478/ufpb.1983-1579.2020v13n3.53996. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/rec/article/view/53996. Acesso em: 7 dez. 2021.