RELAÇÕES ENTRE CURRÍCULO E CONHECIMENTO PARA CURRÍCULO E CULTURA

algumas notas sobre tais deslocamentos

Palavras-chave: Educação, Formação, Parâmetros Curriculares Nacionais

Resumo

Trata-se da análise do texto Indagações sobre o currículo: Currículo, Conhecimento e Cultura, que é um dos cinco cadernos organizados pelo Ministério da Educação (MEC) em 2007. O documento de autoria de Antônio Flávio Moreira e Vera Candau, tem como objetivo, assim como os demais cadernos, criar debates, questionamentos e reflexões nos sistemas de ensino, a respeito da concepção de currículo e seus desdobramentos. No documento analisado, os autores observam que a preocupação com a questão curricular se deslocou das relações entre currículo e conhecimento para currículo e cultura. Observa-se que essa preocupação se materializou após 1990, onde passou a ser pauta de discussão em várias conferências desenvolvidas pelos organismos internacionais, entre eles, o Banco Mundial, o que nos instiga a questionar: A que se propõe essa preocupação com o currículo educacional e que concepção de conhecimento, cultura e currículo estão sendo defendidos nesse viés de formação? Para responder a estas inquietações, utilizamos a Pedagogia Histórico-Crítica como aporte para as análises a respeito das concepções sobre currículo, conhecimento e cultura apontados no texto base. Salientamos que nossa defesa está pautada na capacidade do homem de aprender a sentir, pensar, avaliar e agir, não simplesmente em se adaptar ao sistema vigente, argumentos observados nas entrelinhas desses documentos orientadores.

 

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Elsa Midori Shimazaki, Universidade Estadual de Maringá, Brasil.

Doutora em Educação pela Universidade de São Paulo. Foi professora do Departamento de Teoria e Prática da Educação e é professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual de Maringá. 

Dineia Ghizzo Neto Fellini, Universidade Federal da Integração Latino-Americana, Brasil.

Mestra e Doutoranda em Educação pela Universidade Estadual de Maringá e Docente na Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA).

Referências

ARCE, Alessandra. Compre o kit neoliberal para a educação infantil e ganhe grátis os dez passos para se tornar um professor reflexivo. Educação & Sociedade, ano XXII, nº 74, Abril/2001. Disponível em: Acesso em: 20 de abril de 2019. http://www.scielo.br/pdf/es/v22n74/a14v2274.pdf.

CAVALHEIRO, Caroline Battistello; TEIVE, Gladys Mary Ghizoni. Movimento escolanovista - três olhares. XI Congresso Nacional de Educação – EDUCERE. Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUC-PR. Curitiba: PR, 23 à 26 de setembro de 2013. Disponível em: https://educere.bruc.com.br/arquivo/pdf2013/7135_4344.pdf. Acesso em: 15 de abril de 2020.

DELORS, Jacques. Educação: um tesouro a descobrir. Relatório para a UNESCO da Comissão Internacional sobre Educação para o século XXI. São Paulo: Cortez, 1998. Disponível em: http://dhnet.org.br/dados/relatorios/a_pdf/r_unesco_educ_tesouro_descobrir.pdf. Acesso em: 24 de abril de 2019.

GASPARIN, João Luiz; PETENUCCI, Maria Cristina. Pedagogia Histórico Crítica: Da teoria à prática no contexto escolar. Semana Pedagógica - Núcleo Regional de Educação, Paraná: PR, 2014. Disponível em: http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/2289-8.pdf. Acesso em: 21 de abril de 2019.

GHIRALDELLI JR, Paulo. Entre modernidade e pós-modernidade. Revista Viver Mente & Cérebro. Coleção Memória da Pedagogia, nº 6: educação no século XIX: perspectivas e tendências. RJ: Relume Dumar: Ediouro; São Paulo: Segmento-Duetto, 2006, p.22-29.

KASPCHAK, Marilene; GASPARIN, João Luiz. A Pedagogia Histórico-Crítica como instrumento de planejamento docente-discente. XI Jornada do HISTEDBR, 2011. Disponível em: http://www.histedbr.fe.unicamp.br/acer_histedbr/jornada/jornada11/artigos/5/artigo_simposio_5_500_marilenekaspchak@hotmail.com.pdf. Acesso em: 22 de abril de 2019.

LIBÂNEO, José Carlos. Políticas educacionais no Brasil: desfiguramento da escola e do conhecimento escolar. Cadernos de Pesquisa, v. 46, n. 159, p.38-62, 2016. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/cp/v46n159/1980-5314-cp-46-159-00038.pdf. Acesso em: 17 de abril de 2019.

MORAES, Maria Célia Marcondes de. O recuo da teoria. In: MORAES, M. C. M. (Org) Iluminismo às avessas: produção de conhecimento e políticas de formação docente. Rio de Janeiro: DP&A, 2003, p.151-167.

MOREIRA, Antônio Flávio Barbosa. Currículo, conhecimento e trabalho: uma trajetória e algumas reflexões. Trabalho apresentado na 14ª Reunião Anual da ANPEd, São Paulo, 1991.

MOREIRA, Antônio Flávio Barbosa. Conhecimento, currículo e ensino: questões e perspectivas. Conferência apresentada no 1º Congresso de Ciências Humanas, Letras e Artes de Minas Gerais. Em Aberto. Brasília, ano 12. n.58, abr./jun. 1993. Disponível em: http://rbep.inep.gov.br/index.php/emaberto/article/viewFile/1890/1861. Acesso em: 21 de abril de 2019.

MOREIRA, Antônio Flávio Barbosa; CANDAU, Vera. Indagações sobre currículo: currículo, conhecimento e cultura. Orgs.: Janete Beauchamp, Sandra Denise Pagel, Aricélia Ribeiro do Nascimento. – Brasília: DF. Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2007. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb//arquivos/pdf/Ensfund/indag3.pdf. Acesso em: 19 de abril de 2019.

SAVIANI, Demerval. História das ideias pedagógicas no Brasil. Campinas: SP, Autores Associados, 2007.

SAVIANI, Demerval. Pedagogia Histórico-Crítica: primeiras aproximações. 10 ed. Ver. – Campinas: SP, Autores Associados, 2008.

SAVIANI, Demerval. Educação escolar, currículo e sociedade: o problema da Base Nacional Comum Curricular. Revista Movimento, Ano 3, Nº 4, Universidade Federal Fluminense, 2016. Disponível em: http://www.revistamovimento.uff.br/index.php/revistamovimento/article/view/296. Acesso em: 20 de abril de 2019.

SILVA, Tomaz Tadeu da. Documentos de identidade: uma introdução às teorias do currículo. 3ª ed. – 1ª reimp. - Belo Horizonte: Autêntica, 2010. 156 p.

YOUNG, Michael. Para que servem as escolas? Educ. Soc., Campinas, vol.28, n. 101, p.1287-1302, set./dez. 2007. Disponível em: http://www.cedes.unicamp.br. Acesso em: 24 de abril de 2019.

YOUNG, Michael. Por que o conhecimento é importante para as escolas do século XXI? Revista Cadernos de Pesquisa, v. 46, n. 159, p.28-37, 2016. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/cp/v46n159/1980-5314-cp-46-159-00018.pdf. Acesso em: 21 de abril de 2019.

Publicado
2020-12-11
Como Citar
SHIMAZAKI, E. M.; FELLINI, D. G. N. RELAÇÕES ENTRE CURRÍCULO E CONHECIMENTO PARA CURRÍCULO E CULTURA. Revista Espaço do Currículo, v. 13, n. Especial, p. 743-752, 11 dez. 2020.