PROBLEMATIZANDO OS CONCEITOS DE DIVERSIDADE E IDENTIDADE: os documentos da SECADI e as implicações para o currículo

Autores

  • Terezinha Maria Schuchter Centro de Educação da Universidade Federal do espírito santo
  • Janete Magalhães Carvalho Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal do Espírito Santo

DOI:

https://doi.org/10.15687/rec.v9i3.31690

Resumo

Objetiva o artigo analisar o conceito de diversidade e identidade no discurso governamental expresso nos documentos da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão. Aborda, assim, a propalada “Educação para Todos” como um fenômeno que se manifesta a partir das últimas décadas do século XX, mais precisamente a década de 1990, momento em que aumenta a produção de pesquisas, bem como a elaboração de documentos por esta secretaria, e, outros ordenamentos legais. Utiliza como abordagem metodológica, a pesquisa documental-bibliográfica e a análise do discurso, tecendo reflexões acerca dos fundamentos do discurso governamental sobre o conceito de diversidade e identidade, bem como, da potência desta produção teórico-legal no sentido de produzir ou fomentar práticas curriculares de coexistência das diferenças e de um currículo intercultural ou de invisibilizar e negar as diferenças por meio da proposição de um currículo homogeneizador. Pretende, analisar o conceito de diversidade e identidade e suas implicações para o currículo, discutindo assim, as diferentes abordagens, teórico-práticas no trato dos conceitos analisados em suas consequências para o campo do currículo escolar. Palavras chave: Inclusão. Identidade. Diversidade. Diferença. Currículo intercultural. Currículo homogeneizador.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Terezinha Maria Schuchter, Centro de Educação da Universidade Federal do espírito santo

Graduação em Pedagogia pela Universidade Federal de Juiz de Fora. Mestrado e Doutorado em Educação pelo Programa de Pós-graduação em Educação da UFES. Área de atuação: Política Educacional; Gestão Educacional, Educação, diversidade e cidadania. Membro do NUPEC/UFES, integrando o grupo de pesquisa políticas de currículo e formação de professores Participação na pesquisa coordenada pela Professora Drª Janete Magalhães Carvalho: “A discursividade sobre currículo da comunidade acadêmico científica vinculada às associações do campo e veiculada a periódicos nacionais e internacional”. Cursando pós doutorado em educação no Programa de Pós-graduação em Educação da UFES, sob orientação da Professora Drª Janete Magalhães Carvalho.

Janete Magalhães Carvalho, Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal do Espírito Santo

Professora titular do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal do espírito Santo

Referências

BABHA, Homi. O local da Cultura. Belo Horizonte: UFMG, 1998.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais. Brasília: 1996.

BRASIL / SECAD. Gênero e Diversidade Sexual na Escola: reconhecer diferenças e superar preconceitos. Ricardo Henriques et al (Org.). Brasília: 2007. (CADERNOS SECAD, 3).

BRASIL.Educação infantil e práticas promotoras de igualdade racial. SILVA JÚNIOR, H.; BENTO, M. A. S.; CARVALHO, S. P. (Org.) São Paulo: Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades (Ceert); Instituto Avisa Lá - Formação Continuada de Educadores, 2012a.

CARVALHO, J. M. Pensando o currículo escolar a partir do outro que está em mim. FERRAÇO, C. E. (Org.). Cotidiano escolar, formação de professores/as e currículo. São Paulo: Cortez, 2005.

DELEUZE, Gilles. Diferença e repetição. Lisboa: Relógio D’Água, 2000.

DUSCHATZKY, S. e SKLIAR, C. O nome dos outros: narrando a alteridade na cultura e na educação. LARROSA, J. e SKLIAR, C. (org.) Habitantes de Babel: políticas e poéticas da diferença. Belo Horizonte: Autêntica, 2001.

GALLO, Sílvio. Diferenças, multiplicidade, transversalidade: para além da lógica identitária da diversidade. RODRIGUES, Alexsandro et al (orgs.). Transposições: lugares e fronteiras em sexualidade e educação. Vitória: EDUFES, 2014.

GONÇALVES, Luiz Alberto Oliveira e SILVA, Petronilha B. Gonçalves. O jogo das diferenças: o multiculturalismo e seus contextos. 4. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2006.

JUNQUEIRA, Rogério Diniz. Homofobia nas Escolas: um problema de todos.

BRASIL/UNESCO. Diversidade Sexual na Educação: problematizações sobre a homofobia nas escolas. JUNQUEIRA, Rogério Diniz (org.). Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade, UNESCO, 2009.

LAZZARATO. M. O governo das desigualdades: crítica da insegurança neoliberal. São Carlos: EDUFsCar, 2011.

MARQUES, L. P. Os discursos gerados nas relações com as diferenças: desafio para a formação em educação. DALBEN, A. e outros (org.). Convergências e tensões no campo da formação e do trabalho docente. Belo Horizonte: Autêntica, 2010.

SANTOS, Boaventura de e NUNES, João Arriscado. Reconhecer para libertar: os caminhos do cosmopolitismo multicultural. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003.

SEFFNER, Fernando. Equívocos e Armadilhas na Articulação entre Diversidade Sexual e Políticas de Inclusão Escolar. BRASIL/UNESCO. Diversidade Sexual na Educação: problematizações sobre a homofobia nas escolas / Rogério Diniz Junqueira (organizador). Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade, UNESCO, 2009.

SILVA, Tomaz Tadeu da. Documentos de identidade: uma introdução às teorias do currículo. 2. ed., Belo Horizonte: Autêntica, 2001.

SKLIAR, Carlos. A educação que se pergunta pelos outros: e se o outro não estivesse aqui? LOPES, Alice Cassimiro; MACEDO, Elizabeth (org.) Currículos: debates contemporâneos. São Paulo: Cortez, 2002, p. 196-215.

ROCHA, M. L. Identidade e diferença em movimento: ressonâncias da obra de Deleuze. Revista do Departamento de Psicologia, Niterói, UFF, v.18, n.2, jul./dez. 2006.

VEIGA NETO, Alfredo e LOPES, Maura Corcini. Inclusão e governabilidade. Educação e Sociedade. Campinas, v. 28, n 100, p. 947-963, out. 2007.

Downloads

Publicado

30-12-2016

Como Citar

SCHUCHTER, T. M.; CARVALHO, J. M. PROBLEMATIZANDO OS CONCEITOS DE DIVERSIDADE E IDENTIDADE: os documentos da SECADI e as implicações para o currículo. Revista Espaço do Currículo, [S. l.], v. 9, n. 3, 2016. DOI: 10.15687/rec.v9i3.31690. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/rec/article/view/rec.v9i3.31690. Acesso em: 18 abr. 2024.