EDUCAÇÃO UNIVERSITÁRIA

perspectivas metodológicas para a de(s)colonização de saberes

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15687/rec.v16i2.62855

Palavras-chave:

Educação universitária, Pesquisa, Metodologia

Resumo

A partir de uma densa revisão bibliográfica, a proposta desse artigo é compreender como a etnopesquisa crítica multirreferencial, através dos seus itinerários metodológicos, pode transgredir a lógica colonialista da ciência moderna, no sentido de promover uma produção de conhecimento que sinalize para a de(s)colonização de saberes. Seus resultados avaliam que a etnopesquisa, ao implicar-se com o reconhecimento da diferença em uma perspectiva relacional que horizontaliza os saberes sem qualquer pretensão de torna-los medidas universais, desenha um rigor metodológico que se opõe ao epistemicídio e transgride os cânones científicos modernos, tornando-a uma proposta de(s)colonial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Larisse Miranda de Brito, Universidade Federal da Bahia, Brasil

Mestrado em Estudos Interdisciplinares pela Universidade pela Universidade Federal da Bahia e Doutoranda pela mesma instituição.

Referências

CARNEIRO, A. S. A Construção do outro como não-ser como fundamento do ser. São Paulo: USP, 339 p. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Educação. Área: Filosofia da Educação. São Paulo: Universidade de São Paulo, 2005.

CASTRO-GÓMEZ, S.; GROSFOGUEL, R. El giro decolonial: reflexiones para uma diversidad epistémica más allá del capitalismo global. – Bogotá: Siglo del Hombre Editores; Universidad Central, Instituto de Estudios Sociales Contemporáneos y Pontificia Universidad Javeriana, Instituto Pensar, 2007.

CÉSAR, C. Deus me Proteja. Álbum: Francisco, Forró y Frevo. São Paulo: EMI Music Brasil, 2008.

FANON, F. Pele Negra Máscaras Brancas. Trad.: Renato da Silveira. Salvador: EDUFBA, 2008.

KRENAK, A. Guerras do Brasil Doc. Direção: Luiz Bolognesi. Produção: Kim Teixeira. Buriti Filmes. São Paulo, 2019.

KRENAK, A. Bob Fernandes entrevista Ailton Krenak. [Entrevista concedida a] Bob Fernandes. TVE Entrevista Especial (Programa de Televisão), 2020. Disponível em: http://<<https://youtu.be/3yXlEshRnYg>>

MACEDO, R. S. Etnopesquisa Crítica Multirreferencial nas Ciências Humanas e na Educação. 2 ed. Salvador: EDUFBA, 2004.

MACEDO, R. S.; GALEFFI, D.; PIMENTEL, A. Um Rigor Outro sobre a qualidade na pesquisa qualitativa: educação e ciências humanas. Salvador, EDUFBA, 2009.

MACEDO, R. S. Etnopesquisa Crítica, Etnopesquisa- Formação. 2 ed. Brasília: Liber Livro Editora, 2010.

MACEDO, R. S. A Etnopesquisa Implicada: Pertencimento, criação de saberes e afirmação. Brasília: Liber Livro, 2012.

MACEDO, R. S. BARBOSA, J. G.; BORBA, S. (Org.) Jacques Ardoino e a Educação. Belo Horizonte: Autêntica, 2012.

MACEDO, R. S. Método e a Compreensão do Acontecimento. Roberto Sidnei Macedo. A pesquisa e o Acontecimento: compreender situações, experiências e saberes acontecimentais. Salvador: EDUFBA, p. 91-114, 2016.

MACEDO, R. S. Análise Contrastiva e Estudos Multicasos: da crítica à razão comparativa ao método contrastivo em ciências sociais e educação. Salvador: EDUFBA, 2018.

MORIN, E. Introdução ao Pensamento Complexo. Trad.: Eliane Lisboa. 4ed. Porto Alegre: Sulina, 2011.

MUDIMBE, V. Y. A Invenção da África: gnose, filosofia e a ordem do conhecimento. Portugal: Pedago, 2013.

PACHECO, J. A. Currículo: entre teorias e métodos. Revista Cadernos de Pesquisa, (137), p. 383, 400, 2009.

QUIJANO, A. Colonialidade, poder, globalização e democracia. Revista Novos Rumos, (7),17, p. 4- 28, 2002.

SANTOS, B, S. A construção multcultural da igualdade e da diferença. Oficina do CES, nº 135, Coimbra. http://www.ces.uc.pt/publicacoes/oficina/135/135.pdf, 1999

SANTOS, B, S. Para além do pensamento abissal: das linhas globais a uma ecologia dos saberes. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_artext&pid=S0101-33002007000300004, 2007. Acesso em: Janeiro de 2021

SANTOS, B, S. Um Discurso sobre as Ciências. 16ª ed. São Paulo: Cortez, 2010.

SANTOS, B, S. Epistemologias del sur. Aula inaugural do Curso Internacional Epistemologias do Sul. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=X5e7QPxWrdo&t=5924s, 2017. Acesso em fevereiro de 2017

SANTOS, B, S. Sobre as metodologias não-extrativistas. Boaventura de Souza Santos. O fim do Império Cognitivo: a afirmação das epistemologias do sul. Belo Horizonte: Autêntica, p. 211-235, 2019.

VELOSO, C. Sampa. Álbum: Muito – Dentro da Estrela Azulada. Rio de Janeiro: Universa Music Internacional LTDA, 1978.

Downloads

Publicado

07-06-2023

Como Citar

BRITO, L. M. de . EDUCAÇÃO UNIVERSITÁRIA: perspectivas metodológicas para a de(s)colonização de saberes. Revista Espaço do Currículo, [S. l.], v. 16, n. 2, p. 1–9, 2023. DOI: 10.15687/rec.v16i2.62855. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/rec/article/view/62855. Acesso em: 14 jul. 2024.