REENCANTAMENTO DO MUNDO

criações curriculares enquanto novidades utópicas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15687/rec.v16i2.67916

Palavras-chave:

Reencantamento, Criações, Currículo

Resumo

O presente dossiê tem por objetivo congregar criações curriculares que desestabilizam o desencanto do mundo a partir do entendimento da diferença como patrimônio da humanidade. Muitos dispositivos midiáticos, redes sociais, programas de televisão têm contribuído para a difusão de uma avalanche de informações que amplificam os discursos em defesa das políticas de controle sobre os currículos nas instituições educativas, de desvalorização da educação, de desqualificação da formação docente, de desvalorização da escola pública, além da subordinação dos praticantespensantes (OLIVEIRA, 2012) a um padrão de humanidade eurocentrado e excludente. Mediante tal cenário, dá-se a emergência de inversão desses processos. Propomos, então, a perspectiva do reencantamento do mundo a partir das criações curriculares, que se dá nos processos educativos, sejam estes em espaços formais ou não, e que considerem a novidade utópica enquanto tática para a construção de um mundo onde caibam todos os mundos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Patrícia Raquel Baroni, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brasil.

Doutora em Educação pela Universidade Federal do Espírito Santo e professora adjunta na Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Deise Guilhermina da Conceição, Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Brasil.

Doutora e mestre em Educação formada pela Universidade Federal Fluminense e professora da Rede Municipal de Educação do Rio de Janeiro.

Referências

D’ADESKY, Jacques. Racismos e anti-racismos no Brasil: pluralismo étnico e multiculturalismo. Rio de Janeiro: Pallas, 2001.

GIBSON, James William. A Reenchanted World: the quest for a new kinship with nature. 1ª ed. New York: Metropolitan Books, 2009.

MAFFESOLI, Michel. Le réenchantement du monde: une éthique pour notre temps. 1.ed. La table Ronde: Paris, 2007.

MAFFESOLI, Michel. O tempo das tribos: o declínio do individualismo nas sociedades de massa. 4ª ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2006.

MORIN, Edgar. O método 1: a natureza da natureza. 2ª ed. Porto Alegre: Sulina, 2008.

PRIGOGINE, Ilya; STENGERS, Isabelle. A nova aliança: a metamorfose da ciência. 1. ed. Brasília: UNB, 1997.

SANTOS, Boaventura de Sousa. A crítica da razão indolente: contra o desperdício da experiência. São Paulo: Cortez, 2000.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Pela mão de Alice: o social e o político na pós-modernidade. São Paulo: Cortez, 1995.

SGARBI, Paulo. Avaliação pensadasentida a partir de uma epistemomagia do cotidiano. Tese de doutorado. Programa de Pós-graduação em Educação/ Universidade Federal do Rio de Janeiro. Julho/2005.

WEBER, Max. A ética protestante e o espírito do capitalismo. 1ª ed. São Paulo: Cia. das Letras, 2006.

Downloads

Publicado

11-09-2023

Como Citar

BARONI, P. R. .; CONCEIÇÃO, D. G. da . REENCANTAMENTO DO MUNDO: criações curriculares enquanto novidades utópicas. Revista Espaço do Currículo, [S. l.], v. 16, n. 2, p. 1–8, 2023. DOI: 10.15687/rec.v16i2.67916. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/rec/article/view/67916. Acesso em: 18 jul. 2024.