POLÍTICAS E CURRÍCULO NA LICENCIATURA EM ARTES VISUAIS: pesquisas do Observatório da Formação de Professores no âmbito do Ensino de Arte (OFPEA/BRARG)

Palavras-chave: Formação. Artes Visuais. Observatório. UDESC.

Resumo

O estudo pretende analisar as políticas públicas educacionais que interferem no Ensino de Artes na escola. Utiliza-se igualmente das investigações desenvolvidas pelo projeto em rede Observatório da Formação no âmbito do Ensino de Artes principalmente as situadas no Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais PPGAV/UDESC para identificar aspectos mais amplos que atingem a formação de professores de arte nacionalmente. Da mesma forma, busca um comparativo entre as implicações das políticas educacionais na formação docente em artes nas licenciaturas e os respectivos desdobramentos no Ensino de Arte na escola. Considera os modelos de formação docente desenhados nos últimos tempos e implementados nas licenciaturas em artes visuais. Finalmente apresenta reflexões fundamentadas na pedagogia histórico-crítica com a intenção de dar visibilidade às contradições presentes no Ensino de Arte, a partir das especificidades das artes visuais na escola bem como na formação profissional nas licenciaturas. 

Biografia do Autor

Maria Cristina da Rosa Fonseca da Silva, Universidade do Estado de Santa Catarina- UDESC
Profa. Dra. do Centro de Artes da UDESC, atuando nos programas de pós-graduação em Artes Visuais e no programa de Pós-Graduação de Educação. 

Referências

AZEVEDO. Isadora Gonçalves. O lugar da América Latina na formação inicial de professores de artes visuais no Brasil e na Argentina. 2014. 137f. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais, Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2014.

ALVARENGA, Valéria Metroski de. Formação inicial do professor de artes visuais: reflexões sobre os cursos de licenciatura no Estado do Paraná. 2015. 256 f. Dissertação (Mestrado em Artes Visuais) – Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais, Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2015.

BRASIL. Lei n. 11.645, de 10 março de 2008. Altera a Lei 9.394, de 20 de dezembro de 1996, Modificada pela lei 10.639, de 9 de janeiro de 2003, Que estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional, para Incluir no Currículo Oficial da Rede de Ensino a Obrigatoriedade da Temática "Historia e Cultura Afro-Brasileira e Indígena. Disponível em: <http://legis.senado.leg.br/norma/569484>. Acesso em: 27 maio 2019.

______. Lei n. 13.278/2016. Altera o § 6º do art. 26 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que fixa as diretrizes e bases da educação nacional, referente ao ensino da arte. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2016/lei/l13278.htm>. Acesso em: 27 maio 2019.

CANTON, Kátia. Novíssima arte brasileira: um guia de tendências. São Paulo: Editora Iluminuras, 2001.

COSTA, Maria Luiza Calim de Carvalho. O mapa de ponta-cabeça. WORLD CONGRESS OF COMMUNICATIONS AND ARTS, 1., Proceedings..., p. 193-197, 2011.

CARNEVSKIS, Claudia. Formação de professores de artes visuais nas universidades públicas da Região Norte: cultura e arte no currículo das licenciaturas. 2018. Tese (Doutorado em Artes Visuais) – Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais, Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2018.

DUARTE, Newton. Vigotski e o “aprender a aprender”: crítica às apropriações neoliberais e pós-modernas da teoria vigotskiana. Campinas, SP: Editores Associados, 2008.

______. Sociedade do conhecimento ou sociedade das ilusões? Quatro ensaios crítico-dialéticos em Filosofia da Educação. Campinas: Autores Associados, 2010.

EVANGELISTA, Olinda. (Org.) O que revelam os slogans na política educacional. v. 1. Araraquara, SP: Junqueira e Marin, 2014.

FABRIS, Annateresa. Percorrendo veredas: hipóteses sobre a arte brasileira atual. Revista USP, São Paulo, n. 40, p. 68–77, dez./fev. 1998-99.

FONSECA DA SILVA, Maria Cristina da Rosa, AGOSTINHO, Jéssica Natana e ZANONI, Carolina Pinheiro. As disciplinas pedagógicas no processo formativo do licenciando em artes visuais: sobre a perspectiva do aluno em formação. In: ENCONTRO REGIONAL DA FAEB – SUL, IV.,. Anais... Criciúma: AAESC, 2019.

FONSECA DA SILVA, Maria Cristina R. Panorama brasileiro das licenciaturas em Artes Visuais: dados a partir do Observatório da formação de professores de Artes. In: CONGRESSO NACIONAL DA FEDERAÇÃO DE ARTE/EDUCADORES DO BRASIL, 27.; CONGRESSO INTERNACIONAL DOS ARTE/EDUCADORES, 5.; SEMINÁRIO DE CULTURA E EDUCAÇÃO DE MATO GROSSO DO SUL, 2.. Anais...,Campo Grande, 2017.

FONSECA DA SILVA, Maria Cristina; PERA Luana Pavesi. Formação docente em artes visuais: análises sobre os cursos de Santa Catarina. In: ENCONTRO NACIONAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PESQUISADORES EM ARTES PLÁSTICAS – ENANPAP, 23., 2014, Belo Horizonte, MG. Anais... [recurso eletrônico]: ecossistemas artísticos / Afonso Medeiros, Lucia Gouvêa Pimentel, Idanise Hamoy, Yacy-Ara Froner (Orgs.). Belo Horizonte: ANPAP; Programa de Pós-graduação em Arte. Belo Horizonte - MG: Editora da UFMG, 2014. p. 3772-3787.

FONSECA DA SILVA, Maria Cristina; HILLESHEIM, Giovana Bianca Darolt; RUSCHEL, Ana Luiza In: ENCONTRO REGIONAL DA FAEB – Sul, IV., Anais... Criciúma; AAESC, 2019.

FONSECA DA SILVA, M. C. R.; SCHILICHITA, Consuelo Alcioni Borba Duarte; HILLSHEIM, Giovana Bianca. A formação do artista-professor-pesquisador: as condições de ensinar, fazer e pesquisar arte. In: ENCONTRO NACIONAL DOS PESQUISADORES EM ARTES PLÁSTICAS, 25., 2016, Porto Alegre – POA. Anais do XXV Encontro da Associação Nacional de Pesquisadores em Artes Plásticas [recurso eletrônico]; Compartilhamentos na arte: redes e conexões / Nara Cristina Santos; Ana Maria Albani de Carvalho; Paula Ramos; Andréia Machado Oliveira (Orgs.). Porto A. São Paulo: ANPAP, 2016. p. 241-255.

GONÇALVES, Monica Hoff. A virada educacional nas práticas artísticas e curatoriais contemporâneas e o contexto de arte brasileiro. 2014. 272 f. Dissertação (Mestrado em Artes Visuais – Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2014.

HILLESHEIM, Giovana Bianca Darolt. Um olhar para as pesquisas que abordam a formação de professores de artes visuais: caminhos percorridos e a percorrer. 2014. Dissertação (Mestrado em Artes Visuais) – Centro de Artes, Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2014.

______. Mercado de arte e sua interface com o trabalho docente: estratégias do capitalismo cultural. 2018. Tese (Doutorado em Artes Visuais) – Centro de Artes, Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2018.

IASI, Mauro Luis. A crise do capital: a era da hipocrisia deliberada. Revista Praiavermelha, Rio de Janeiro, v. 19 n. 1, p. 25–40, jan./jun. 2009.

JAMESON, Fredric. Pós-modernismo: a lógica cultural do capitalismo tardio. São Paulo: Editora Ática, 1997.

MAZZEU, Lidiane Teixeira Brasil. A política educacional e a formação de professores. In: MARSIGLIA, Ana Carolina Galvão (Org.). Pedagogia histórico-crítica: 30 anos. Campinas, SP: Autores Associados, 2011. (Coleção Memórias da Educação).

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Conselho Nacional de Educação Câmara de Educação Superior. Resolução n. 1, de 16 de janeiro de 2009. Aprova as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Artes Visuais e dá outras providências. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/2009/rces001_09.pdf>. Acesso em: 27 maio 2019.

MÜLLER, Maristela. A pesquisa na formação de professores: uma análise curricular das licenciaturas em Artes Visuais no Rio Grande do Sul. 2017. Dissertação (Mestrado em Artes Visuais) – Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais, Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2017.

PERINI, Janine Alessandra. A formação do professor de artes visuais na sociedade capitalista. In: JORNADA DO HISTEDBR - Pedagogia Histórico-Crítica, Educação e Revolução: 100 anos da Revolução Russa, XIV., 2017, Foz do Iguaçu. Foz do Iguaçu. Anais.... Foz do Iguaçu: Programa de Pós-Graduação em Educação. Grupo de Pesquisa em História, Sociedade e Educação no Brasil, 2017. v. 14.

SANTOS SILVA, Clarissa. Arte, tecnologia e formação docente: reverberações nos currículos das licenciaturas em Artes Visuais da Região Nordeste. 2017. 246 f. Dissertação (Mestrado em Artes Visuais) – Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais, Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2017.

SAVIANI, Dermeval. Educação escolar, currículo e sociedade: o problema da Base Nacional Comum Curricular. Movimento-Revista de Educação, v. 3, p. 54–84, 2016.

______. Formação de professores: aspectos históricos e teóricos do problema no contexto brasileiro. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 14, n. 40 jan./abr. 2009.

________. Escola e democracia. Edição Comemorativa. Campinas: Autores Associados, 2007.

SILVA, Lucas Prestes da. Os métodos educativos para o ensino de artes e suas influências na licenciatura em artes visuais. 2018. 145 f. Dissertação (Mestrado em Artes Visuais) – Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais, Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2018.

VÁZQUEZ, A. S. As idéias estéticas de Marx. 2. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1978.

VIGOTSKI, Lev. S. Imaginação e criação na infância: ensaio psicológico. Apresentação e comentários de Ana Luiza Smolka. Tradução de Zoia Prestes. São Paulo: Ática, 2009.

Publicado
2019-10-03