EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS NO CURRICULO DO CURSO DE ODONTOLOGIA: PRESSUPOSTO PARA A FORMAÇÃO HUMANA DE ODONTÓLOGOS

Autores

  • Bruna Katherine Guimarães Carvalho Universidade Federal da Paraíba
  • Maria Elizete Guimarães Carvalho Universidade Federal da Paraíba
  • Noêmia Soares Barbosa Leal Universidade Federal da Paraíba

Resumo

A interdisciplinaridade, como paradigma do conhecimento, aponta para a superação de modelos reducionistas de saúde e tradicionais na educação e se constitui como proposta pedagógica para a Educação e para a sociedade contemporânea regida por novos códigos de conduta e de valores humanos. Nesse complexo cenário, a educação em direitos humanos se apresenta como uma possibilidade interdisciplinar para o currículo do Curso de Odontologia e como perspectiva para o desenvolvimento de uma cultura de respeito à dignidade humana a ser inserida na formação do odontólogo. Neste trabalho, objetiva-se discutir sobre a incorporação dessa dimensão educativa no currículo do Curso de Graduação em Odontologia, a fim de deslocar a atenção historicamente conferida à racionalidade técnico-instrumental para reconhecer o paciente como um sujeito que tem direitos e é protagonista do processo de prevenção, recuperação e reabilitação. A metodologia fundamentou-se na análise de fontes bibliográficas sobre os conceitos de saúde e doença, Educação em Direitos Humanos e currículo e aponta que educar em direitos humanos possibilita o protagonismo dos discentes do Curso de Odontologia no processo ensino-aprendizagem, para que, no futuro, esses profissionais enxerguem os pacientes como protagonistas do cuidado com a saúde. Por fim, considera-se que a Educação em Direitos Humanos, como um pressuposto curricular, orienta para além da formação técnica e cognitiva e educa, sobretudo, em valores, comportamentos e atitudes, com respeito à alteridade e por uma cultura em direitos humanos.

Palavras-chave: Educação em Direitos Humanos. Currículo de Odontologia. Protagonismo. Interdisciplinaridade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruna Katherine Guimarães Carvalho, Universidade Federal da Paraíba

Cirurgiã-dentista/UFRN. Pós-graduada em Reabilitação Oral/COESP/João Pessoa/PB. Mestranda do Programa de Pós-graduação em Odontologia/PPGO/UFPB. Voluntária do Projeto “Educação em Direitos Humanos: Construindo sujeitos de direitos no Curso de Pedagogia/CE/UFPB”, PROLICEN/UFPB.

Maria Elizete Guimarães Carvalho, Universidade Federal da Paraíba

Professora da Universidade Federal da Paraíba. Credenciada aos Programas de Pós-Graduação em Educação – PPGE- e Direitos Humanos – PPGDH -, UFPB. Coordenadora do Projeto “Educação em Direitos Humanos: Construindo sujeitos de direitos no Curso de Pedagogia/CE/UFPB”, PROLICEN/UFPB.

Noêmia Soares Barbosa Leal, Universidade Federal da Paraíba

Psicóloga. Mestranda do Programa de Pós-graduação em Direitos Humanos, Cidadania e Políticas Públicas, PPGDH/CCHLA/UFPB. Voluntária do Projeto “Educação em Direitos Humanos: Construindo sujeitos de direitos no Curso de Pedagogia/CE/UFPB”, PROLICEN/UFPB. João Pessoa, PB, Brasil.

Referências

ADORNO, T. Educação e emancipação. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995.

ARAÚJO, U. F. Ética e Direitos Humanos na formação do docente. In: FERREIRA, L. de F. G., ZENAIDE, M. de N. T. e DIAS, A. A. (Orgs.). Direitos Humanos na educação superior: Subsídios para a Educação em Direitos Humanos na Pedagogia. João Pessoa: Editora Universitária da UFPB, 2010. p. 327-338.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF, Senado, 1998.

_______. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Superior. Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Odontologia. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 4 mar. 2002. Seção 1, p. 10.

_______. Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos. Comitê Nacional de Educação em Direitos Humanos. Brasília: Secretaria Especial dos Direitos Humanos, Ministério da Educação, Ministério da Justiça, UNESCO, 2007.

_______. Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. Programa Nacional de Direitos Humanos (PNDH-3). Disponível em: http://www.sdh.gov.br/assuntos/direito-para-todos/programas/pdfs/programa-nacional-de-direitos-humanos-pndh-3. Acesso em: 12 set. 2014.

______. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Conselho Pleno. Resolução CNE/CP nº 1/2012, de 30 de maio de 2012. Disponível em: http://www.seppir.gov. br/arquivos-pdf/diretrizes-curriculares. Acesso em 20 out. 2013.

______. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Básica. Resolução CNE/CEB nº 8/2012, de 20 de novembro de 2012. Disponível em: http://www.seppir.gov. br/arquivos-pdf/diretrizes-curriculares. Acesso em 20 out 2013.

BACKS, M. T. S. et al. Conceitos de saúde e doença ao longo da história sob o olhar epidemiológico e antropológico. Revista de Enfermagem, UERJ, Rio de Janeiro, v. 17, n. 1, 2009. p. 111-117.

BUCK, C. et al. El desafío de la epidemiología. Washington DC: Organización Panamericana de la Salud, 1998.

BUSS, P. M. Promoção da saúde e qualidade de vida. Ciência & Saúde Coletiva, v. 5, n. 1, 2000. p. 163-177.

CANDAU, V. M; SACAVINO, S. Educação em Direitos Humanos: concepções e metodologias. In: FERREIRA, L. de F. G., ZENAIDE, M. de N. T. e DIAS, A. A. (Orgs.). Direitos Humanos na Educação Superior: subsídios para a Educação em Direitos Humanos na Pedagogia. João Pessoa: Editora Universitária da UFPB, 2010. p. 113-140.

CARVALHO, M. E. G. Direitos humanos e Educação: a formação docente como um direito. In: FLORES, E. C., FERREIRA, L. de F. G. e BARBOSA E MELO, V. L. (Orgs.). Educação em Direitos Humanos e Educação para os Direitos Humanos. João Pessoa: Editora da UFPB, 2014. p. 173-202.

CARVALHO, M.E.G.; ESTÊVÃO, C.A.V. Pedagogia crítica e direitos humanos: fundamentos para uma proposta pedagógico-crítica em direitos humanos. Ensaio Aval. Pol. Públ. Educ., Rio de Janeiro, v. 21, n. 80, 2013. p. 405-432.

COLUSSI, C. B. As representações sociais de saúde e doença para crianças de uma escola em Campo Grande - MS. Universidade Católica Dom Bosco - UCDB. Mestrado em Psicologia: Campo Grande, 2009.

DELORS, Jacques et al. Educação: um tesouro a descobrir: Relatório para a UNESCO da Comissão Internacional sobre Educação para o Século XXI. São Paulo: Cortez, 1999.

DICIONÁRIO AURÉLIO. 2008 - 2015 - Dicionário do Aurélio Online. Disponível em: http://dicionariodoaurelio.com/paciente. Acesso em: 17 Ago. 2015.

ENUMO, S. R. F. Pesquisas sobre Psicologia e Saúde: uma proposta de análise. In: TRINDADE, Z. A.; ANDRADE, Â. N. (Orgs.). Psicologia e Saúde: um campo em construção. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2003. p. 11 – 31.

FERREIRA, L. de F. G.; ZENAIDE, M. de N. T; DIAS, A. A. (Orgs.). Direitos Humanos na Educação Superior: subsídios para a Educação em Direitos Humanos na Pedagogia. João Pessoa: Editora Universitária da UFPB, 2010.

FLORES, Elio Chaves; FERREIRA, Lúcia de Fátima G.; MELO, Vilma de Lurdes B. Educação em Direitos Humanos e Educação para os Direitos Humanos. João Pessoa: Editora da UFPB, 2014.

FONSECA, Emílio Prado da. As Diretrizes Curriculares Nacionais e a formação do cirurgião-dentista brasileiro. J Manag Prim Health Care. v. 3, n. 2, 2012. p. 158-178. Disponível em: https://www.google.com.br/#q=diretrizes+curriculares+nacionais+para+o+curso+de+odontologia. Acesso em: 04 ago. 2014.

LAURELL, A. C. A saúde-doença como processo social. Revista Latinoamericana de Saúde, México, v. 2, 1982. p. 7 – 25.

MADEIRA, M.C. Processo ensino-aprendizagem. In: CARVALHO, C.P.; KRIGER, L. Educação odontológica. São Paulo: Editora Artes Médicas, 2006. p. 225-37.

MAGDENZO, A. K. Pedagogia Crítica Y Educación En Derechos Humanos. 2002. Disponível em: http://www.redacademica.edu.co/archivos/redacademica/proyectos/ddhh/autoformacion_ddhh/unidad7/anexo_7-11_pedagogia-critica-yeducacion-en-derechos-hvagosto-02.pdf. Acesso em 13 de jul. 2015.

MANN, J. Saúde Pública e direitos humanos. Rev. Saúde Coletiva. Rio de Janeiro, v. 6, n. 1/2, 1996. p. 135-145.

MOYSÉS, S.T. et al. Humanizando a educação em Odontologia: uma prática educativa humanizada na área da saúde coloca o homem como centro do processo de construção da cidadania. Revista da ABENO, Brasília, v. 3, n. 1, 2003. p. 58-64.

OLIVEIRA, M. A. F. et al. Evidency-based dentistry. Rev. Fac. Odontol. Pernambuco. Recife, v. 18, n.1/3, 2000. p. 5-8.

PORTO, Rita de Cassia C; Dias, Adelaide A. Diretrizes Nacionais para a Educação em Direitos Humanos na Educação Básica e no Ensino Superior: da releitura crítico-libertadora à formação perma¬nente dos educadores nos desenhos curriculares. Salto para o futuro: educação com ênfase em direitos humanos, a. 23, b. 24, nov. 2013, p. 36-46.

QUEIROZ, M. G; DOURADO, L. F. O ensino da Odontologia no Brasil: uma leitura com base nas recomendações e nos encontros internacionais da década de 1960. Revista História, Ciência, Saúde. Manguinhos, v. 16, n. 4, 2009. p. 1011-1026.

SCILIAR, M. História do conceito de saúde. Physis: Revista de Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 17, n. 1, 2007. p. 29-41.

SEVALHO, G. Uma abordagem histórica das representações sociais de saúde e doença. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro v. 9, n. 3, 1993. p.349 – 363.

SILVEIRA, R. M. G. Educação em direitos humanos e currículo. In: FLORES, E. C.; FERREIRA, L. de F. G.; MELO, Vilma de L. B. (Orgs.). Educação em direitos humanos e educação para os direitos humanos. João Pessoa: Editora Universitária, 2014. p. 77-92.

VIANNA, L. A. C. Processo saúde-doença. Módulo político gestor, Especialização em Saúde da Família: UNA-SUS, UNIFEST, 2011. Disponível em: Acesso em: 05 out. 2011.

VIOLA, Solon Eduardo A. Educação superior: compromisso com os direitos humanos. In: SILVA, Aída Maria M. Educação superior: espaço de formação em direitos humanos. São Paulo: Cortez, 2013.

SILVA, Aída Maria M. Direito humano na docência universitária. In: GARRIDO, Selma; ALMEIDA, Maria Isabel. Pedagogia universitária: caminhos para a formação de professores. São Paulo: Cortez, 2011.

Downloads

Publicado

2017-01-06

Como Citar

CARVALHO, B. K. G.; CARVALHO, M. E. G.; LEAL, N. S. B. EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS NO CURRICULO DO CURSO DE ODONTOLOGIA: PRESSUPOSTO PARA A FORMAÇÃO HUMANA DE ODONTÓLOGOS. Revista Temas em Educação, [S. l.], v. 25, n. 1, p. 43–60, 2017. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/rteo/article/view/26089. Acesso em: 19 jan. 2022.

Edição

Seção

ARTIGO DE REVISÃO