CURRÍCULO INTEGRADO NO ENSINO MÉDIO INTEGRADO

o estado da arte nas pós-graduação brasileira (2011-2017)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1983-1579.2020v13n2.46073

Palavras-chave:

Estado da Arte, Ensino Médio Integrado, Currículo Integrado

Resumo

Recentemente, o Governo Federal reformou o Ensino Médio no Brasil. Essa reforma ensejou uma preocupação com a continuidade da oferta do Ensino Médio Integrado. Nesse contexto, este artigo, recorte de uma pesquisa maior, teve como objetivo geral analisar a produção científica sobre currículo integrado no Ensino Médio Integrado na pós-graduação brasileira no período 2011-2017. Como objetivo específico, delimitamos: identificar os desafios para efetivação do currículo integrado na produção localizada. O estudo, qualitativo, é do tipo “Estado da Arte”. Para a localização dos trabalhos, consultamos o Banco de Teses e Dissertações da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e a Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD). Para análise, utilizamos a Técnica de Análise de Conteúdo Categorial Temática. Classificamos os trabalhos segundo sua ênfase temática a partir da análise dos resumos. Localizamos um total de 23 trabalhos que enfocaram o currículo integrado no Ensino Médio Integrado. Esses estudos, de modo geral, apontam que ainda há um caminho longo a ser percorrido para que haja a efetivação do currículo integrado. Dentre os desafios que persistem, destacamos a falta de compreensão do currículo integrado pelos docentes que atuam no Ensino Médio Integrado. É necessário um investimento na formação continuada de professores que atuam nesse ensino para o fortalecimento de práticas relativas à integração curricular. Apontamos que o avanço na compreensão do currículo integrado no Ensino Médio Integrado poderá abrir caminhos para combater outros desafios.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Maria Eduarda Gomes Lopes, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco, Brasil.

Graduanda do curso de Licenciatura em Física no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco - Campus Pesqueira. É estudante pesquisadora da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco, sendo bolsista do Programa de Bolsas de Incentivo Acadêmico (BIA).

Andreza Maria Lima, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco, Brasil.

Doutora em Educação, professora efetiva do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE). Atua nos cursos de Licenciatura em Física e Licenciatura em Matemática do campus Pesqueira.

Referências

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2002. 223p.

BEZERRA, I. C. Curso Técnico Integrado ao Ensino Médio em Instrumento Musical do IFPB: reflexões a partir dos perfis discente e institucional. Tese (Doutorado em Música) – Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2017.

BARRETO, R. C. S. A Matemática na constituição de um Currículo Integrado: Possibilidades e Desafios para o Ensino Médio e a Educação Profissional de Jovens e Adultos. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2013.

BENFATTI, X. D. O Currículo do Ensino Médio Integrado: Da intenção à realização. Tese (Doutorado em educação Brasileira) – Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2011.

BENTES, H. V. Tecnologias digitais e a prática pedagógica do PROEJA, no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará - Campus Belém. Tese (Doutorado em Educação brasileira) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2013.

BRASIL. Congresso. Câmara dos Deputados. Projeto de Lei nº 11.279/2019. Altera as Leis nº 11.892, de 28 de dezembro de 2008; nº 12.706, de 8 de agosto de 2012, e nº 11.740, de 16 de julho de 2008; cria Institutos Federais de Educação, a Universidade Federal do Médio e Baixo Amazonas e a Universidade Federal do Médio e Alto Solimões, e dá outras providências. Disponível em: < https://www.camara.leg.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=2190325>Acesso em: 10. jan. 2019.

BRASIL. Decreto nº 2.208, de 17 de abril de 1997. Regulamenta o § 2 o do art. 36 e os arts. 39 a 42 da Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, DF: 17 de abril de 1997. Disponível em: . Acesso em: 20 set. 2017.

BRASIL. Decreto n° 5.154, de 23 de julho de 2004. Regulamenta o §2° do art. 36 e os arts. 39 a 41 da Lei n° 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, DF: 23 de julho de 2004. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2004/decreto/d5154.htm>. Acesso em: 20 set. 2017.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9394.htm>. Acesso em: 05 nov. 2017.

BRASIL. Lei nº 11.892, de 29 de dezembro de 2008: institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnologia e cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia. Brasília: Presidência da República, 2008.

BRASIL. Lei nº 13.415, de 16 de fevereiro de 2017. Conversão da Medida Provisória nº 746, de 2016. Altera as Leis no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, e 11.494, de 20 de junho 2007, que regulamenta o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação, a Consolidação das Leis do Trabalho - CLT, aprovada pelo Decreto-Lei no 5.452, de 1o de maio de 1943, e o Decreto- Lei no 236, de 28 de fevereiro de 1967; revoga a Lei no11.161, de 5 de agosto de 2005; e institui a Política de Fomento a Implementação de Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2017/lei/L13415.htm> Acesso em: 05 set. 2017.

BRASIL. Medida Provisória nº 746, de 22 de setembro de 2016. Institui a Política de Fomento à Implementação de Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral, altera a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, e a Lei nº 11.494 de 20 de junho 2007, que regulamenta o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação, e dá outras providências. Disponível em: <https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato20152018/2016/Mpv/mpv746.htm> Acesso em: 01 de julh. 2017.

CARDOSO, K. D. O Proeja e a formação do trabalhador: o Currículo Integrado em Discussão. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal do Maranhão, São Luís - MA, 2014.

ESTIVALETE, E. B. Currículo Integrado: Uma Reflexão entre o Legal e o Real. Dissertação (Mestrado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica do Rio

Grande do Sul, Porto Alegre, 2014.

DAVIES, P. Revisões sistemáticas e a Campbell Collaboration. In: THOMAS, G.; PRING, R. (Org.). Educação baseada em evidências: atualização dos achados científicos para a qualificação da prática pedagógica. Porto Alegre: Artmed, 2007. p. 31-43.

FERREIRA, N. S. de A. As pesquisas denominadas “Estado da Arte”. Educação & Sociedade, ano XXIII, no 79, Agosto/2002, p. 257-272.

FERREIRA JUNIOR, J. R. Organização Didática Da Educação Física No Ensino Médio Integrado: A configuração da Rede Estadual de Educação Profissional do Ceará. Dissertação (Mestrado em Educação Física) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.

FRIGOTTO, G. et al. Agradecimentos. In: Anais/Produção de conhecimentos de ensino médio integrado: dimensões epistemológicas e político-pedagógicas, Rio de Janeiro, 3 e 4 de setembro de 2010.

HANNECKER, L. A. Compreensão de Currículo na Educação Profissional: Possibilidades e Tensões do Ensino Médio Integrado. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo RS, 2014.

KUENZER, A. Z. Formação de professores para a educação profissional e tecnológica: Perspectivas históricas e desafios contemporâneos (mesa-redonda). in: INEP. Formação de professores para educação profissional e tecnológica: Brasília, 26, 27 e 28 de setembro de 2006. Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2008. p. 19-40. Disponível em <http://portal.inep.gov.br/documents/186968/489018/Forma%C3%A7%C3%A3o+de+professores+para+educa%C3%A7%C3%A3o+profissional+e+tecnol%C3%B3gica/998485af-7fd3-4981-8be0-b4a834080d19?version=1.1> Aceso em: 22 Mar. 2019

LEITE, M. Ensino Integrado no IFSULDEMINAS-do Documento à Implantação: um olhar pela janela da governamentalidade. Tese Doutorado em Educação) – Universidade São Francisco, Itatiba, 2015.

LIZZI, M. S. S. S. O Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na modalidade de Educação de Jovens e Adultos – Proeja: Uma Investigação acerca da concepção de Currículo Integrado dos professores que atuam nos cursos de Secretariado e Técnico Administrativo em Cascavel. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Cascavel, 2013.

MEDEIROS, V. M. L. D. Sentidos do Componente Curricular Educação Física no Ensino Técnico Integrado ao Médio em João Pessoa/PB: Discursos em Diálogos. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2015.

MENEZES, R. C. D. A Prática Pedagógica na perspectiva Curricular do Ensino Médio Integrado: Um estudo avaliativo. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2012.

NASCIMENTO, S. D. do. Uma Análise da Integração Curricular no IFS/Campus Aracaju: sua constituição e os seus efeitos sobre o ensino de Matemática no Curso de Eletrotécnica. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática) – Universidade Federal de Sergipe, São Cristovão, 2017.

OLIVEIRA, R. A.T. Concepção de Integração Curricular presente nos Cursos de Ensino Médio Integrado em Agropecuária do Instituto Federal Catarinense. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2013.

PONTES, A. P. F. S. Ensino Médio Integrado: Formação Politécnica como horizonte? Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2012.

RODRIGUES, D. D. Concepções e práticas integradoras dos docentes do IFMT Campus Cáceres, no desenvolvimento do Currículo Integrado. Tese (Doutorado em Educação nas Ciências) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Ijuí, 2016.

ROSA, D. Z. Currículo Integrado e Formação Integral de Jovens: uma Proposta do Instituto Federal Farroupilha - Campus Santa Rosa. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2016.

RAMOS, M. N. Concepção do Ensino Médio Integrado. Texto apresentado em seminário promovido pela Secretaria de Educação do Estado do Pará nos dias 8 e 9 de maio de 2008.

RAMOS, M. N. Currículo Integrado. In: Dicionário da educação profissional em saúde / Isabel Brasil Pereira e Júlio César França Lima. 2.ed. revista ampliada. - Rio de Janeiro: EPSJV, 2010.

RAMOS, M.N. Possibilidades e desafios na organização do currículo integrado. In: FRIGOTTO, G.; CIAVATTA, M.; RAMOS, M. N. (Org.). Ensino Médio Integrado: concepções e contradições. São Paulo: Cortez, 2005. p. 106-127.

SANTOS, R. T. S. A Educação Física no Currículo Integrado do IFBA: realidade e Possibilidades. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal aa Bahia, Salvador, 2016.

SASSET, R. S. Currículo Integrado: Uma Abordagem Inter/Transdisciplinar para o Ensino de Língua Espanhola no Curso Técnico em Agropecuária Integrado Ao Ensino Médio no IFRO – Campus Colorado do Oeste. Dissertação (Mestrado em Educação Agrícola) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, 2014.

SAVIANI, D. Trabalho e Educação: Fundamentos Ontológicos e Históricos. Revista Brasileira de Educação. v. 12 n. 34 jan./abr. 2007.

SCHNEIDER, M. M. B. Desatando os Nós do Currículo Integrado no Ensino Médio no âmbito dos Institutos Federais. Dissertação (Mestrado em Educação nas Ciências) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Ijuí - RS, 2013.

SILVA, M. R; SCHEIBE, L. Reforma do Ensino Médio: pragmatismo e lógica mercantil. Retratos da Escola / Escola de Formação da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (Esforce) – v.11, n.20, jan./jun. 2017. – Brasília: CNTE, 2017. p. 19-31.

SILVA, M. R. Projetos de Reformulação do Ensino Médio e inter-relações com a Educação Profissional: (im)possibilidades do Ensino Médio Integrado. In: ARAÚJO, A. C.; SILVA, C. N. N. da (Org). Ensino Médio Integrado no Brasil: fundamentos, práticas e desafios. Brasília: Ed. IFB, 2017. p. 71-89.

SILVA, J. E. M. Estudo de caso avaliativo do Currículo Integrado do Curso de Refrigeração e Climatização do Proeja do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará. Tese (Doutorado em Educação Brasileira) – Universidade federal do Ceará, Fortaleza, 2013.

SILVA, R. M. da. Efetivação do Currículo Integrado no Curso Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio do IFMT - Campus Sorriso. Dissertação (Mestrado Educação) - Universidade do Estado de Mato Grosso, Cáceres, 2016.

SMANIOTTO, C. L. D. Interlocução de Saberes na Prática Profissional Integrada de um Curso Técnico em Química Integrado ao Ensino Médio. Dissertação (Mestrado em Educação nas Ciências) – Univ. Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Ijuí, 2015.

SIMÔES, W. O lugar das Ciências Humanas na “reforma” do ensino médio. Retratos da Escola / Escola de Formação da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (Esforce) – v.11, n.20, jan./jun. 2017. – Brasília: CNTE, 2017. p. 45-59.

Downloads

Publicado

2020-06-19

Como Citar

LOPES, M. E. G.; LIMA, A. M. CURRÍCULO INTEGRADO NO ENSINO MÉDIO INTEGRADO: o estado da arte nas pós-graduação brasileira (2011-2017). Revista Espaço do Currículo, [S. l.], v. 13, n. 2, p. 300–315, 2020. DOI: 10.22478/ufpb.1983-1579.2020v13n2.46073. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/rec/article/view/46073. Acesso em: 28 jan. 2022.