INOVAÇÃO, CURRÍCULO E RESSIGNIFICAÇÃO

estratégias formativas e desafios curriculares na formação de professores de Educação Física

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15687/rec.v16i3.66116

Palavras-chave:

Formação Profissional, Formação de professores, Educação Física escolar

Resumo

O presente estudo objetivou analisar algumas das estratégias curriculares desenvolvidas por professores formadores em Educação Física de universidades tendo em vista o desenvolvimento da prática pedagógica nesse componente curricular na formação de professores. Para isso, entrevistou-se por meio de entrevistas semiestruturadas sete professores formadores oriundos de Instituições de Ensino Superior públicas do Estado de São Paulo. Após transcritas, as entrevistas foram submetidas à análise de conteúdo. Os dados provenientes da categorização foram agrupados em duas categorias: 1) Estratégias formativas e possibilidades da formação à luz de práticas reflexivas (Pibid, formações continuadas, projetos de extensão; e, 2) Formação docente e inovação curricular: preparação para a realidade da prática profissional desafiante do “agir na urgência e decidir na incerteza”. Com base nos achados, conclui-se que embora existam iniciativas importantes no que tangencia o desenvolvimento de inovações curriculares nas práticas formativas no campo acadêmico da Educação Física, há ainda uma série de desafios estruturais que dificultam que a formação inicial possa solidificar processos que possibilitem aos novos professores atuarem de modo mais adequado nos contextos profissionais atuais tendo em vista as demandas e contingências que afetam o trabalho docente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Luiz Gustavo Bonatto Rufino, Universidade Estadual de Campinas, Brasil.

Doutor em Ciências do Movimento pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho e professor da Universidade Estadual de Campinas.

Samuel de Souza Neto, Universidade Estadual de Campinas, Brasil.

Doutor em Educação pela Universidade de São Paulo e professor do Instituto de Biociências da Universidade Estadual Paulista.

Referências

BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. Lisboa: LDA, 1991.

BETTI, Irene Conceição Rangel; BETTI, Mauro. Novas perspectivas na formação profissional de educação física. Motriz, Rio Claro, v.2, n.1, p. 10-15. 1996.

BOURDIEU. Pierre. Sociologia. São Paulo: Ática, 1983.

BRACHT, Valter. Educação Física & ciência: cenas de um casamento (in)feliz. Ijuí: Unijuí, 2014. 4ª ed.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, DF, 2017.

CALDEIRA, Anna Maria Salgueiro. A formação de professores de Educação Física: quais saberes e quais habilidades? Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Campinas, v.22, n.3, p. 87-103, maio. 2001.

CRISTINO, Ana Paula Rosa; KRUG, Hugo Norberto. Um olhar Crítico-Reflexivo Sobre a Formação Continuada de Professores de Educação Física da Rede Municipal de Ensino de Santa Maria (RS). Movimento, Porto Alegre, v. 14, n. 1, p.63-83, jan./abr. 2008. DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.2129

FORMOSINHO, José. Formação de professores: Aprendizagem profissional e acção docente. Porto: Porto Editora, 2009.

FRANCO, Maria Amélia Santoro. Entre a lógica da formação e a lógica das práticas: a mediação dos saberes pedagógicos. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 34, n. 1, p. 109-126, jan./abr. 2008. DOI: https://doi.org/10.1590/S1517-97022008000100008

GATTI, Bernardete Angelina et al. Um estudo avaliativo do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid). São Paulo: FCC/SEP, 2014.

GATTI, Bernardete Angelina. Políticas de formação de professores. In: SCARELI, G. (Org.). Educação, culturas, políticas e práticas educacionais e suas relações com a pesquisa. Porto Alegre: Sulina, 2015. p. 206-233.

HARGREAVES, Andy. Teaching in the knowledge society: education in the age of insecurity. Nova York: Teachers College Press, 2003.

HARGREAVES, Andy.; FULLAN, Michael. Professional Capital: Transforming Teaching in Every School. Nova York: Teachers College Press, 2012.

HUBERMAN, Michel. O ciclo de vida profissional dos professores. In: NÓVOA, A. (Org.). Vidas de professores. Porto: Porto Editora, 1995, p. 31-61.

IMBERNÓN, Francisco. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. São Paulo: Cortez, 2011.

LÜDKE, Menga.; ANDRÉ, Marli, Eliza Dalmazo Afonso. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

MARCONI, Maria de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Técnicas de pesquisa. São Paulo: Atlas, 1982.

NÓVOA, António. Escolas e Professores: Proteger, Transformar, Valorizar. Salvador: SEC/IAT, 2022.

NÓVOA, António. Firmar a posição como professor, afirmar a profissão docente. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 47, n. 166, p. 1106-1133, out./dez. 2017. DOI: https://doi.org/10.1590/198053144843

NÓVOA, António. Formação de professores e profissão docente. In: NÓVOA, António (Org). Os professores e a sua formação. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1997. 1ª ed.

OLIVEIRA, Tânia Modesto Veludo. Amostragem não probabilística: adequação de situações para uso e limitações de amostras por conveniência, julgamento e cotas. Revista Administração On Line, São Paulo, v. 2, n. 3, p. 01-15, jul./ago./set. 2001.

PÉREZ GÓMEZ, Ángel I. O pensamento prático do professor – a formação do professor como profissional reflexivo. In: NÓVOA, Antonio. Os professores e a sua formação. Lisboa: Dom Quixote, 1995. 2ª ed.

PERRENOUD, Philippe. A prática reflexiva no ofício de professor: Profissionalização e Razão Pedagógica. Porto Alegre: Armed, 2002.

PERRENOUD, Philippe. Ensinar: agir na urgência, decidir na incerteza. Porto Alegre: Artmed, 2001.

PERRENOUD, Philippe. Práticas pedagógicas, profissão docente e formação: perspectivas sociológicas. Lisboa: Dom Quixote, 1997.

PIMENTA, Selma Garrido. Formação de professores – saberes da docência e identidade do professor. Nuances, Presidente Prudente, v. 3, n.3, p. 5-14, set. 1997. DOI: https://doi.org/10.14572/nuances.v3i3.50

ROSSI, Fernanda; HUNGER, Dagmar. As etapas da carreira docente e o processo de formação continuada de professores de Educação Física. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, São Paulo, v. 26, n. 2, p. 323-338, abr./jun. 2012. DOI: https://doi.org/10.1590/S1807-55092012000200014

RUFINO, Luiz Gustavo Bonatto. Entre a escola e a universidade: análise do processo de fundamentação e sistematização da Epistemologia da Prática Profissional de professores de Educação Física. 2018. 795f. Tese (Doutorado em Ciências da Motricidade). Instituto de Biociências, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Rio Claro, 2018.

RUFINO, Luiz Gustavo Bonatto. O trabalho docente na perspectiva de professores de Educação Física: análise de alguns fatores condicionantes e suas restrições para o desenvolvimento da prática pedagógica. Movimento, Porto Alegre, v.23, n.4, p. 1257-1270, out./dez. 2017. DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.66771

RUFINO, Luiz Gustavo Bonatto; SOUZA NETO, Samuel. A configuração do campo da formação de professores na Educação Física: do paradigma artesanal ao profissional. Cadernos de Pesquisa, São Luís, v. 28, n. 2, p. 65-89, 2021. Disponível em: <https://doi.org/10.18764/2178-2229.v28n2.202118>. Acesso em: 15/02/2023. DOI: https://doi.org/10.18764/2178-2229.v28n2.202118

SCHÖN, Donald A. Educando o Profissional Reflexivo: um novo design para o ensino e a aprendizagem. Porto Alegre: Artmed, 2000.

SCHÖN, Donald A. The Reflective Practitioner: How Professionals Think in Action. EUA: Basic Books, 1983.

SHULMAN, Lee. The Wisdom of Practice: Managing Complexity in Medicine and Teaching. In: BERLINER, D.C.; ROSENSHINE, B.V. (Orgs.). Talks to Teachers: A Festschrift for N. L. Gage. Nova York: Random House, 1987, p. 369-387.

TARDIF, Maurice. A profissionalização do ensino passados trinta anos: dois passos para a frente, três para trás. Educação e Sociedade, São Paulo, v.34, n.123, p. 551-571, abr./jun. 2013. DOI: https://doi.org/10.1590/S0101-73302013000200013

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis: Vozes, 2012. 13ª ed.

TARDIF, Maurice.; LESSARD, Claude. O trabalho docente: Elementos para uma teoria da docência como profissão de interações humanas. Petrópolis: Vozes, 2014. 9ª ed.

THOMAS, Jerry R.; NELSON, Jack K.; SILVERMAN, Stephen J. Research methods in Physical Activity. Champaign: Human Kinetics, 2011.

TRIVIÑOS, Augusto Nibaldo Silva. Introdução à Pesquisa em Ciências Sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.

Downloads

Publicado

21-06-2023

Como Citar

RUFINO, L. G. B.; SOUZA NETO, S. de. INOVAÇÃO, CURRÍCULO E RESSIGNIFICAÇÃO: estratégias formativas e desafios curriculares na formação de professores de Educação Física . Revista Espaço do Currículo, [S. l.], v. 16, n. 3, p. 1–20, 2023. DOI: 10.15687/rec.v16i3.66116. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/rec/article/view/66116. Acesso em: 19 maio. 2024.