EDUCAÇÃO E(M) DIREITOS HUMANOS E BNCC

competências socioemocionais e ética ambiental

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1983-1579.2018v3n11.40385

Palavras-chave:

Educação Ambiental, BNCC, Direitos Humanos, Competências Socioemocionais, Educação em Direitos Humanos

Resumo

O objetivo do artigo é compreender a relação entre a ética ambiental e as competências socioemocionais previstas na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), alinhadas com a Educação em Direitos Humanos (EDH), a Educação para a Cidadania Global (ECG) e a Educação Ambiental. Assim, são apresentados os conceitos de EDH e ECG, situados nos marcos legais que as estabelecem, e como elas dialogam com o desenvolvimento de habilidades socioemocionais visadas pela educação do século XXI, isto é, que vai além das competências cognitivas. Alinhada com esse marco teórico e legal, a BNCC apresenta um conjunto de competências gerais que visam justamente o desenvolvimento dessas habilidades, incluindo os elementos e valores dos direitos humanos e da sustentabilidade ambiental. Contudo, é preciso estabelecer os valores morais e éticos que devem orientar essa educação, de modo que rompa com o antropocentrismo e não incorra em nenhuma forma de opressão, seja em relação aos humanos, aos animais ou à natureza.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Daniela Rosendo, Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil.

Doutora em Filosofia pela Universidade Federal de Santa Catarina e Membra do Comitê Latino Americano e do Caribe para Defesa dos Direitos da Mulher.

Fernanda Brandão Lapa, Universidade da Região de Joinville, Brasil.

Doutora em Educação (Psicologia da Educação) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Professora de Direitos Humanos e Coordenadora da Clínica de Direitos Humanos da Universidade da Região de Joinville.

Referências

BRASIL. Comitê Nacional de Educação em Direitos Humanos. Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos. Brasília: Secretaria Especial dos Direitos Humanos, Ministério da Educação, Ministério da Justiça, UNESCO, 2007. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=2191-plano-nacional-pdf&category_slug=dezembro-2009-pdf&Itemid=30192 >. Acesso em: 8 mar. 2018.

______. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constitu icao.htm> Acesso em: 12 abr. 2016.

______. Lei no 9.795, de 27 de abril de 1999. Dispõe sobre a educação ambiental, institui a Política Nacional de Educação Ambiental e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, 28 de abril de 1999. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9795.htm>. Acesso em: 1 jun. 2018.

______. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC, 2018.

______. Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. Educação em Direitos Humanos: Diretrizes Nacionais. Brasília: Coordenação Geral de Educação em SDH/PR, Direitos Humanos, Secretaria Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos, 2013.

CASARIN, Tônia. O que você precisa saber sobre Inteligência Emocional e Social? 2016 Disponível em: <https://www.toniacasarin.com.br/o-que-voce-precisa-saber-sobre-inteligencia-emocional-e-social/>. Acesso em: 8 mar. 2018.

DELORS, Jacques. Educação: um tesouro a descobrir. Relatório para a UNESCO da Comissão Internacional sobre Educação para o século XXI. UNESCO: Brasília, 2010. Disponível em: <http://unesdoc.unesco.org/images/0010/001095/109590por.pdf>. Acesso em: 15 jan. 2018.

FELIPE, Sônia T. Fundamentação ética dos direitos animais: O legado de Humphry Primatt. In: SANTANA, Heron José de; SANTANA, Luciano Rocha (Coord). Revista Brasileira de Direito Animal. Salvador: Instituto de Abolicionismo Animal, ano 1, n 1, jan-dez 2006.

______. Por uma questão de princípios: alcance a limites da ética de Peter Singer em defesa dos animais. Florianópolis: Boiteux, 2003.

LAPA, Fernanda Brandão. Clínica de Direitos Humanos: uma proposta metodológica para a educação jurídica no Brasil. Rio de Janeiro: Lúmen Juris, 2014.

LAPA, Fernanda Brandão; RODRIGUES, Horácio Wanderlei. Educação em Direitos Humanos: marcos legais e (in)efetividades. Revista Direitos Sociais e Políticas Públicas – UNIFAFIBE, vol. 4, p. 181-226, 2016.

LEMANN CENTER. Base Nacional Comum Curricular. Parte I: Implementação da BNC: Lições do “Common Core”. Por David Plank, 2016.

ONU. Resolução 49/184. Década das Nações Unidas para a Educação em matéria de Direitos Humanos – 1995-2004. ONU: 1994.

______. Resolución 66/137 aprobada por la Asamblea General el 19 de diciembre de 2011, “Declaración de las Naciones Unidas sobre Educación em Materia de Derechos Humanos”. ONU: 2011.

REIMERS, Fernando. Educating for Global Competency. 2009a

______, Fernando. It's Time to Teach Human Rights. In: Harvard Ed. Magazine, Winter 2009b. Disponível em: <https://www.gse.harvard.edu/news/ed/09/01/its-time-teach-human-rights>. Acesso em: 15 mar. 2018.

ROSENDO, Daniela. Sensível ao Cuidado: Uma perspectiva ética ecofeminista. Curitiba: Prismas, 2015.

SALZBURG GLOBAL SEMINAR. Session 566, Salzburg, December 4 to 9. Getting Smart: Measuring and Evaluating Social and Emotional Skills, 2016.

UNESCO. Educação para a cidadania global: a abordagem da UNESCO. Brasília: ONU: 2015a.

______. Educação para a cidadania global: preparando alunos para os desafios do século XXI. Brasília: UNESCO, 2015b.

WARREN, Karen. Ecofeminist Philosophy: A Western Perspective on What It Is and Why It Matters. Rowman & Littlefield Publishers, 2000.

Downloads

Publicado

31-12-2018

Como Citar

ROSENDO, D.; LAPA, F. B. EDUCAÇÃO E(M) DIREITOS HUMANOS E BNCC: competências socioemocionais e ética ambiental. Revista Espaço do Currículo, [S. l.], v. 3, n. 11, 2018. DOI: 10.22478/ufpb.1983-1579.2018v3n11.40385. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/rec/article/view/ufpb.1983-1579.2018v3n11.40385. Acesso em: 18 jul. 2024.