CURRÍCULO

um artefato sócio-histórico-cultural

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1983-1579.2018v1n11.34639

Palavras-chave:

Currículo, Artefato sócio-histórico cultural, Espaço e Lugar, Território curricular

Resumo

Este ensaio busca recuperar e sistematizar os conceitos de currículo, articulando-os com os elementos que se entremeiam na construção de um currículo educacional. Partindo da concepção de um currículo como artefato sócio-histórico-cultural e recuperando a origem do termo e das formas de utilização educacional do termo, se descreve o movimento de compreender como as relações de poder e estabelecimento dos territórios se articulam aos espaços e lugares, permeando e determinando as comunidades disciplinares e epistêmicas na consolidação de um documento que é ao mesmo tempo determinador e determinado, influenciado e influenciador. O currículo como construtor de identidades emerge, pontuando sua influência e poder de aculturação dos que com ele se envolvem.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Patricia Teixeira Tavano, Universidade de São Paulo, Brasil.

Doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo,  Atualmente é Professora da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul.

Maria Isabel de Almeida, Universidade de São Paulo, Brasil.

Doutora em Didática pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (FEUSP) e Livre-docente da Faculdade de Educação da USP.

Referências

ALTHUSSER, Louis. Aparelhos ideológicos de estado: notas sobre os aparelhos ideológicos de estado. 3. ed. Rio de Janeiro: Graal, 1985.

APPLE, Michael W. Política cultural e educação. São Paulo: Cortez, 2000.

APPLE, Michael W. Repensando ideologia e currículo. In: MOREIRA, Antonio Flávio Barbosa; SILVA, Tomáz Tadeu da. Currículo, cultura e sociedade. 12. ed. São Paulo: Cortez, 2011. p.49-69.

CHARTIER, Roger. O mundo como representação. In: CHARTIER, Roger. À beira da falésia: a história entre certezas e inquietude. Porto Alegre: Editora UFRGS, 2002. p. 61-79.

CHERVEL, André. História das disciplinas escolares: reflexões sobre um campo de pesquisa. Teoria & Educação. v. 2, p. 177-229, 1990.

COSTA, Marisa Vorraber. Currículo e política cultural. In: COSTA, Marisa Vorraber (org). O currículo nos limiares do contemporâneo. 3. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2001. p.37-68.

CUNHA, Maria Isabel da. Os conceitos de espaço, lugar e território nos processos analíticos da formação dos docentes universitários. Educação Unisinos. v. 12, n. 3, p. 182-186, 2008.

DIAS, Rosanne Evangelista; LÓPEZ, Silvia Braña. Conhecimento, interesse e poder na produção de políticas curriculares. Currículo sem Fronteiras. v. 6, n. 2, p. 53-66. 2006.

ESCOLANO, Agustín. Arquitetura como programa: espaço-escola e currículo. In: VIÑAO FRAGO, Antonio; ESCOLANO, Agustín. Currículo, espaço e subjetividade: a arquitetura como programa. 2. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2001. p. 21-57.

FORQUIN, Jean-Claude. Saberes escolares, imperativos didáticos e dinâmicas sociais. Teoria & Educação. v. 5, p. 28-49, 1992.

GIMENO SACRISTÁN. José. O currículo: uma reflexão sobre a prática. 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 2000.

GOODSON, Ivor F. A construção social do currículo. Lisboa: Educa, 1997. (Coleção Educa Currículo)

GOODSON, Ivor F. As políticas de currículo e de escolarização: abordagens históricas. Petrópolis: Vozes, 2008.

GOODSON, Ivor F. Currículo: teoria e história. 11 ed. Petrópolis: Vozes, 2011.

GOODSON, Ivor F. O currículo em mudança: estudos na construção social do currículo. Porto: Porto Editora, 2001.

HAMILTON, David. Sobre as origens dos termos classe e curriculum. Teoria & Educação. v. 6, p. 33-52, 1992.

HOBSBAWM, Eric. Introdução: a invenção das tradições. In: HOBSBAWM, Eric; RANGER, Terence (orgs). A invenção das tradições. 6. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2008. p. 9-24.

JULIÁ, Dominique. Disciplinas escolares: objetivos, ensino, apropriação. In: LOPES, Alice Casimiro; MACEDO, Elizabeth (orgs). Disciplinas e integração curricular: história e políticas. Rio de Janeiro: DP&A, 2002. p.37-71.

LIMA, Idelsuite de Sousa. A interrelação curricular. In: PEREIRA, Maria Zuleide Costa; LIMA, Idelsuite de Sousa (orgs). Currículo e políticas educacionais em debate. Campinas: Alínea, 2012. p. 151-162.

LOPES, Alice Casimiro. Políticas de currículo: questões teórico-metodológicas. In: LOPES, Alice Casimiro; DIAS, Rosanne Evangelista; ABREU, Rozana Gomes de (orgs). Discursos nas políticas de currículo. Rio de Janeiro: Quartet, Faperj, 2011. p. 19-47.

LOPES, Alice Casimiro. Políticas de integração curricular. Rio de Janeiro: EDUERJ, 2008.

LOPES, Alice Casimiro; MACEDO, Elizabeth. Teorias de currículo. São Paulo: Cortez, 2011.

LOPES, Jader Janer Moreira. Reminiscências da paisagem: vozes, discursos e materiais na configuração das escolas na produção do espaço brasileiro. In: LOPES, Jader Janer Moreira; CLARETO, Sonia Maria (orgs). Espaço e educação: travessias e atravessamentos. Araraquara: Junqueira Marin, 2007. p. 73-98.

MACEDO, Roberto Sidnei. Currículo: campo, conceito e pesquisa. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 2008.

MOREIRA, Antonio Flávio Barbosa. Currículo, utopia e pós-modernidade. In: MOREIRA, Antonio Flávio Barbosa (org). Currículo: questões atuais. 18. ed. Campinas: Papirus, 2011. p. 9-27.

MOREIRA, Antonio Flávio Barbosa; SILVA, Tomáz Tadeu. Sociologia e teoria crítica do currículo: uma introdução. In: MOREIRA, Antonio Flávio Barbosa; SILVA, Tomáz Tadeu da. Currículo, cultura e sociedade. 12. ed. São Paulo: Cortez, 2011. p. 13-47.

POPKEWITZ, Thomas S. História do currículo, regulação social e poder. In: SILVA, Tomáz Tadeu da (org). O sujeito da educação: estudos foucaultianos. 3. ed. Petrópolis: Vozes, 1999 (Coleção Ciências Sociais da Educação). p. 173-209.

POPKEWITZ, Thomaz. Reforma educacional: uma política sociológica - poder e conhecimento. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997. p. 148-155.

SILVA, Tomaz Tadeu da. Apresentação. In: GOODSON, Ivor F. Currículo: teoria e história. 11 ed. Petrópolis: Vozes, 2011. p. 7-13.

SILVA, Tomaz Tadeu da. Currículo como fetiche: a poética e a política do texto curricular. Belo Horizonte: Autêntica, 2006.

SILVA, Tomaz Tadeu da. Documentos de identidade: uma introdução às teorias do currículo. 3. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

SILVA, Tomaz Tadeu da. Os novos mapas culturais e o lugar do currículo numa paisagem pós-moderna. In: SILVA, Tomaz Tadeu da; MOREIRA, Antonio Flávio Barbosa. Territórios contestados: o currículo e os novos mapas políticos e culturais. 6. ed. Petrópolis: Vozes, 2004. p. 184-202.

SILVA, Tomáz Tadeu. Currículo e identidade social: territórios contestados. In: SILVA, Tomáz Tadeu (org). Alienígenas na sala de aula. 6. ed. Petrópolis: Vozes, 1995.

SOUZA, Ruy Guilherme Silveira de. Estratégia de mobilização para as transformações curriculares. In: MARINS, João José Neves; REGO, Sérgio (orgs). Educação médica: gestão, cuidado, avaliação. São Paulo: Hucitec, Rio de Janeiro: ABEM, 2011. p. 67-82.

TAVANO, Patricia Teixeira. Onde a morte se compraz em auxiliar a vida: A trajetória da disciplina de Anatomia Humana no currículo médico da primeira Faculdade oficial de Medicina de São Paulo – o período de Renato Locchi (1937-1955). 2011. 287f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo.

TORRES, Wagner Nóbrega; DIAS, Rosanne Evangelista. Comunidades epistêmicas nas políticas de currículo em EJA. In: LOPES, Alice Casimiro; DIAS, Rosanne Evangelista; ABREU, Rozana Gomes de (orgs). Discursos nas políticas de currículo. Rio de Janeiro: Quartet, Faperj, 2011. p. 205-223.

VEIGA NETO, Alfredo. Currículo e história: uma conexão radical. In: COSTA, Marisa Vorraber (org). O currículo nos limiares do contemporâneo. 3. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2001. p. 93-104.

VEIGA-NETO, Alfredo. Cultura e currículo. Contrapontos. v. 2, n. 4, p. 43-51, 2002a.

VEIGA-NETO, Alfredo. Currículo e interdisciplinaridade. In: MOREIRA, Antonio Flávio Barbosa (org). Currículo: questões atuais. 18. ed. Campinas: Papirus, 2011. p. 59-101.

VEIGA-NETO, Alfredo. Delírios avaliatórios: o currículo desvia para a direita ou um farol para o currículo. In: FAVACHO, André Márcio Picanço; PACHECO, José Augusto; SALES, Shirlei Rezende (orgs). Currículo, conhecimento e avaliação: divergências e tensões. Curitiba: CRV, 2013. p. 155-176.

VEIGA-NETO, Alfredo. Espaço e currículo. In: LOPES, Alice Casimiro; MACEDO, Elizabeth (orgs). Disciplinas e integração curricular: histórias e políticas. Rio de Janeiro: DP&A, 2002b. p. 201-220.

VEIGA-NETO, Alfredo. Novas geometrias para o currículo e processos identitários. In: MOREIRA, Antonio Flávio Barbosa Moreira; PACHECO, José Augusto; MACEDO, Elizabeth; CASIMIRO, Maria Alice (orgs). O currículo e produção de identidades. Actas do V Colóquio sobre questões curriculares. Centro de investigação em Psicologia, Universidade do Minho, 02 a 04 de junho de 2002c. p. 13-31.

VIÑAO FRAGO, Antonio. Do espaço escolar e da escola como lugar: propostas e questões. In: VIÑAO FRAGO, Antonio; ESCOLANO, Agustín. Currículo, espaço e subjetividade: a arquitetura como programa. 2.ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2001. p. 60-139.

YOUNG, Michael F. D. O currículo do futuro: da nova sociologia da educação a uma teoria crítica do aprendizado. Campinas: Papirus, 2000 (Coleção Magistério: formação e trabalho pedagógico).

Downloads

Publicado

26-04-2018

Como Citar

TAVANO, P. T.; ALMEIDA, M. I. de. CURRÍCULO: um artefato sócio-histórico-cultural. Revista Espaço do Currículo, [S. l.], v. 1, n. 11, p. 29–44, 2018. DOI: 10.22478/ufpb.1983-1579.2018v1n11.34639. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/rec/article/view/ufpb.1983-1579.2018v1n11.34639. Acesso em: 29 nov. 2022.