AS TECNOLOGIAS DIGITAIS E O DESENVOLVIMENTO DA CRIATIVIDADE HUMANA EM QUESTÃO

Resumo

O presente estudo, de abordagem hermenêutica, visa recuperar as dimensões da criatividade humana que servem para potencializar as tecnologias nas práticas educativas, reforçando a necessidade de uma educação que promova a participação coletiva e a renovação dos saberes, a fim de reconstruir os processos de ensino e aprendizagem. A valorização da criatividade caminha com os ideais pedagógicos de renovação das práticas educativas e pode ser concebida como um potencial humano que expande horizontes de recriação e não apenas de reprodução aplicada de conhecimentos técnicos, o que dificulta a mobilização do pensar e inibe a expressão criativa. Concluímos que por meio dos recursos tecnológicos em sala de aula é possível atuar e reconstruir projetos pedagógicos, diante das múltiplas possibilidades de aprender e produzir conhecimentos no âmbito social, transformando os contextos e manifestando os saberes necessários às práticas educativas com as tecnologias.

Biografia do Autor

Adilson Cristiano Habowski, Universidade La Salle
Mestrando em Educação pela Universidade La Salle - Canoas/RS, na linha de pesquisa: Culturas, Linguagens e Tecnologias na Educação. Possui o Ensino Médio na modalidade normal (magistério), com habilitação para atuar como professor nas áreas de Educação Infantil e Séries Iniciais (2014); Graduação em Teologia pela Universidade La Salle - Canoas/RS (2017) e Especialização em Docência no Ensino Superior: Práxis Educativa pela Universidade La Salle - Canoas/RS (2019). Tem experiência prática nas áreas de Educação Infantil, Séries Iniciais e na área de Pastoral Escolar, com ênfase em Formação humana. Tem interesse principalmente nos seguintes temas: filosofia das tecnologias; tecnologias e educação; teoria crítica; filosofia da educação; hermenêutica e educação; sexualidade, gênero e educação. Participante do Núcleo de Estudos sobre Tecnologias na Educação - NETE/UNILASALLE/CNPq.
Elaine Conte, Universidade La Salle
Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS, 2012). Professora da Universidade La Salle - UNILASALLE, Canoas, atua no Curso de Pedagogia e no Programa de Pós-Graduação em Educação, Linha de Pesquisa Culturas, Linguagens e Tecnologias na Educação. Líder do Núcleo de Estudos sobre Tecnologias na Educação - NETE/CNPq, com financiamento do CNPq e do Programa Primeiros Projetos da FAPERGS. Possui graduação em Pedagogia com habilitação em séries iniciais e matérias pedagógicas pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM, 2003) e mestrado em Educação pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM, 2005). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Fundamentos da Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: formação de professores, teoria crítica, filosofia da educação, tecnologias digitais e educação, estética e performance, educação a distância. É membro do Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade La Salle e do Grupo de Estudos sobre Filosofia da Educação e Formação de Professores - GEFFOP/CNPq coordenado pela professora doutora Catia Piccolo Viero Devechi (UnB)

Referências

ALENCAR, E. M. L. S. Criatividade. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 1993.

ALENCAR, E. M. L. S. Como desenvolver o potencial criador e criatividade. São Paulo: Makron Books, 1996.

AMANTE, L. As tecnologias digitais na escola e na educação infantil. Pinhais, PR: Editora Melo, 2011.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria da Educação Média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares Nacionais Ensino Médio - Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias. Brasília: MEC, 2012.

BOHM, D. Sobre a criatividade. Trad. Rita de Cássia Gomes. São Paulo: Ed. Unesp, 2011.

COUTINHO, L. M. Aprendizagem, tecnologia e educação a distância. Módulo I, v. 3. Eixo Integrador: Realidade Brasileira. Brasília: UnB, 2002.

FREIRE, P. Extensão ou Comunicação? Trad. Rosisca Darcy de Oliveira. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1977.

FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido. 41. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005.

HABERMAS, J. Passado como futuro. Trad. Flávio Beno Siebeneichler. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1993.

HABERMAS, J. Técnica e Ciência como Ideologia. Trad. Artur Morão. Lisboa: Dom Quixote, 1994.

HABOWSKI, A. C.; CONTE, E.; TREVISAN, A. L. Por uma cultura reconstrutiva dos sentidos das tecnologias na educação. EDUCAÇÃO & SOCIEDADE, Campinas, v. 40, p. 1-15, 2019. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-73302019000100802&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em: 08 maio 2019.

KNELLER, G. F. Arte e ciência da criatividade. 4. ed. São Paulo: IBRASA, 1976.

LÉVY, P. Cibercultura. São Paulo: 34, 1999.

LIMA JUNIOR; A. S. de. Tecnologias inteligentes e educação: currículo hipertextual. Rio de Janeiro: Quartet; Juazeiro, BA: FUNDESF, 2005.

LUBART, T. Psicologia da Criatividade. Trad. Márcia Conceição Machado Moraes. Porto Alegre: Artmed, 2007.

MARTÍNEZ, A. M. Criatividade e saúde nos indivíduos e nas organizações. In: VIRGOLIM, A. R. (org.). Talento criativo. Expressão em múltiplos contextos. Brasília: Ed. UnB, pp. 53-64, 2007.

MARTÍNEZ, A. M. A criatividade na escola: três direções de trabalho. Linhas Críticas, v. 8, Brasília, junho-dezembro de 2002.

MARTÍNEZ, A. M. Criatividade, Personalidade e Educação. Campinas: Papirus, 2000.

MORAN, J. M. Ensino e aprendizagem inovadora com tecnologias audiovisuais e telemáticas. 8 ed. Campinas: Papirus, 2004.

MORAN, J. M. A educação que desejamos: Novos desafios e como chegar lá. 3. ed. Campinas, SP: Papirus, 2007.

SHAVININA, L. V. The international handbook on innovation. Oxford: Elsevier Science, 2003.

TAKAHASHI, T. (org.). Sociedade da informação no Brasil: livro verde. Ministério da Ciência e Tecnologia, Brasília: MEC, 2000.

VALENTE, J. A. Pesquisa, comunicação e aprendizagem com o computador. O papel do computador no processo ensino-aprendizagem. TV escola - Salto para o Futuro. Pedagogia de Projetos e Integração de Mídias. MEC: Secretaria de Educação a Distância, pp. 18-30, setembro 2005.

WESCHSLER, S. M. Criatividade: descobrindo e encorajando. Campinas, SP: Editora Psy, 2002.

Publicado
2019-12-12
Como Citar
Habowski, A. C., & Conte, E. (2019). AS TECNOLOGIAS DIGITAIS E O DESENVOLVIMENTO DA CRIATIVIDADE HUMANA EM QUESTÃO. Revista Temas Em Educação, 28(3). https://doi.org/10.22478/ufpb.2359-7003.2019v28n3.46740
Seção
DOSSIÊ TEMÁTICO - CORPO, EDUCAÇÃO E TECNOLOGIAS DIGITAIS