O presente dossiê da Revista Graphos propõe discutir as multidimensionalidades do período medieval invisibilizadas pela historiografia tradicional, considerando sobretudo a espacialidade, a temporalidade e as relações de gênero. Com foco na articulação com o literário, o dossiê buscará debater acerca da importância da noção de decolonialidade para os estudos medievais, no sentido de desconstruir preconceitos oriundos da retórica da modernidade/colonialidade, de base patriarcal, racista e escriptocêntrica. A chamada pretende, dessa forma, trazer ao centro das discussões pesquisas que promovam em seu bojo um deslocamento por meio da abordagem de uma das três dimensões referidas. Na dimensão espacial, serão priorizadas contribuições que contemplem autores, autoras e/ou obras pertencentes a outros espaços não europeus. Em relação à dimensão temporal, busca-se pensar a permanência de elementos medievais presentes na produção de outros períodos históricos, como é o caso do movimento neotrovadoresco no século XX, ou ainda a ideia de uma Longa Idade Média, como propôs Jacques Le Goff. E, no que tange à dimensão de gênero, interessa ao debate a visibilização dos ricos e variados escritos de mulheres nos diversos campos do conhecimento e seu alcance no período medieval e para além dele. Em suma, o dossiê pretende atrair contribuições voltadas para a produção, temáticas ou tropos que ficaram à margem do cânone da História da Literatura Ocidental no que diz respeito ao período medieval.

Este número contou com o apoio da Fundação de Apoio à Pesquisa (FAPESQ), Termo de Outorga nº 045/2019

FapesqPBLogoSite.png

Publicado: 2020-12-18

Apresentação

DOSSIÊ: IDADE MÉDIA - PERSPECTIVAS MULTIDIMENSIONAIS

Outros Artigos